Compartilhe

Muitos já ouviram falar, mas será que é verdade?? Sério, bater nas solas dos pés do noivo? Que horror… Quem, quando e por quê?? Calma pessoal, hoje vou explicar tudo em detalhes! Começo dizendo que uma das coisas que mais gosto é a manutenção das tradições. Não apenas porque sou um imigrante coreano, mas porque acho bonito que costumes antigos sejam valorizados, independente de quais origens sejam. Claro, uma vez que vivemos aqui somos todos brasileiros, mas a valorização das diversas culturas só enriquece o Brasil neste mundo globalizado em que estamos inseridos. Acho lindo o nosso país ter influências dos mais diversos lugares do mundo!

A grande maioria dos meus amigos de descendência coreana já casou e por isso faz um bom tempo que não sou convidado para casamentos no estilo coreano. Pois este mês acabei indo para três casórios de coreanos e para ser sincero, tinha até esquecido o quão divertidos são, justamente por ter detalhes como esse de bater no pé do noivo! Desses três, apenas um deles era de um coreano com uma coreana. O segundo foi de uma coreana com um japonês e terceiro de uma coreana com um brasileiro. E os três noivos apanharam no pé! Lembro do comentário de um convidado do casamento número dois: “puxa, mas ele nem é coreano e está apanhando…”. Pois é, os amigos coreanos da noiva não quiseram nem saber e o noivo, provavelmente já sabia que iria ser “batizado” nos costumes coreanos. E os convidados no noivo, apesar de se divertirem muito com a situação, certamente ficaram se perguntando pra que raios servia isso.

A história diz que há muito tempo atrás, sempre que um rapaz se casava com uma moça de outra localidade, os homens da região dela batiam nos pés dele com uma madeira, como uma “punição” por estar “roubando” uma de suas moças do seu local original. Esta é uma tradição bastante antiga, mas que por ironia está sendo esquecida na própria Coreia. Aqui no Brasil, a comunidade coreana ainda mantém essa tradição viva e esse é um momento bem esperado nos casamentos coreanos por aqui, principalmente se os amigos foram “vítimas” do noivo no passado, se é que me entendem…

Geralmente são usadas tábuas de madeira para bater nos pés do noivo!
Geralmente são usadas tábuas de madeira para bater nos pés do noivo!

A coisa funciona assim: com o casamento já terminado e durante a parte final da recepção, os amigos do casal (e não só da noiva, vejam só) preparam uma mesa em algum lugar bem visível a todos (claro, porque isso faz parte do show). Então, trazem o noivo até o local (muitas vezes carregado por não querer “cooperar”) e tiram os sapatos e as meias. Então, amarram os dois pés (com uma corda, gravata ou cinto) e um fica como “segurador” dos pés, enquanto que os outros fazem fila para bater com madeiras previamente preparadas. Antes de bater, costumam contar piadas ou fazer discursos para então, desferir madeiradas com muito gosto (já vi noivo não poder andar momentaneamente!).

E então, os amigos aproveitam para fazer uma graça e durante a “cerimônia” chamam a família da noiva para cobrar “resgates” que são em forma de dinheiro dentro de envelopes. Também costumam chamar a noiva e a sua mãe (a sogra do noivo) para dançarem e cantarem! Faz parte do show elas “implorarem” para que os amigos parem, mas já vi noivas que até pedem para que continuem batendo (será vingança??). E quando já se bateu bastante ou se arrecadou um bom dinheiro, os “amigos” se dão por satisfeitos e param de bater. Ah, o dinheiro arrecadado é usado para pagar o pós-festa ou então a noite de núpcias do casal, similar à venda de gravatas no Brasil.

E você, já viu esta cerimônia de perto? Conte o que achou para os outros leitores! 🙂

 


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO