Compartilhe

 

Depois de conhecer Yeosu, vamos para outra cidade portuária! Já com o verão chegando ao Brasil, nada melhor que destacar as cidades mais quentinhas da Coreia do Sul. E na KP Travel de hoje, trago uma cidade coreana que é ‘a cara do verão’!

Nosso destino de hoje fica bem no cantinho do lado sudeste do mapa da Coreia do Sul. É a sede do porto mais movimentado do país e é apontada como uma das cidades mais internacionais da Coreia. Busan, a segunda maior cidade da Coreia é o nosso destino desta Terça!

Busan tem aproximadamente 3,6 milhões de habitantes, e ocupa uma área de 769,89 km². A localização geográfica da cidade permite que o clima nunca fique muito quente ou muito frio, e entre as belezas naturais figuram rios, montanhas e o mar que banha a cidade.

Busan começou a se estabelecer nas partes mais baixas das encostas do Monte Busan (hoje chamado de Monte Jeung). Até a primeira metade do século 15, o território que se chamava Busan-po era parte de Busan-bukok que pertencia a região de Dognae-hyeon, antes da Dinastia Joseon.

Com o desaparecimento de Busan-bukok, a região tornou-se residência permanente de mercadores Japoneses e ficou conhecida apenas por Busan-po. Mas, ainda no século 15, na segunda metade o nome Busan-po passou a designar toda a área no entorno do Monte Busan. Mas, a região não pôde se tornar uma região administrativa independente (como ‘gun’ ou ‘hyeon’) permanecendo sob a administração de Dongnae-hyeon.

Quando Dongnae foi elevada ao status de ponto mais importante para a defesa dos territórios, Busan-jin foi erguida no sexto ano do reinado do Rei Taejo de Joseon. Dongnae começou a ganhar importância como base militar e administrativa, tendo seu status elevado mais uma vez, para Dongnae-dohobu depois da revolta dos Japoneses nos três portos de Busan-po, Yeom-po e Jae-po.

Rei Taejo de Joeson. Foto: Wikipedia.
Rei Taejo de Joeson. Foto: Wikipedia.

Durante as Guerras Imjin, o território ainda mudou de status mais uma vez. Foi promovida para Dongnae-bu em 1599 pela posição efetiva e importante contra a invasão dos japoneses. Permaneceu neste último status até a época da ocupação japonesa em 1910. E, em Outubro do mesmo ano, Busan foi separada de Dongnae-bu e se tornou o território independente de Busan-bu.

Busan tem o apelido de ‘primeira cidade realmente internacional da Coreia’. Por fazer ‘conexões’ com as demais culturas asiáticas e com as europeias e norte americanas, a cidade aproveitou essa multiculturalidade como parte constituinte  de sua receita para se consolidar como metrópole internacional e um dos destinos turísticos mais visitados do país.

A cidade sediou eventos importantes, como a 14ª edição dos Jogos Asiáticos e a final da Copa do Mundo Japão/Coreia de 2002. E anualmente, desde 1995 é promovido o Busan Internacional Film Award.

Depois de toda essa história e demonstrações de maravilhosidade que descobrimos, já dá uma vontade danada de visitar Busan não é? Olha, é muita coisa para conhecer! Mas, como já é de costume eu vou apresentar as opções que com certeza estariam na minha listinha numa passadinha por Busan:

Haeundae Beach:

Praia Haeundae, Busan / Foto: Visit Korea
Praia Haeundae, Busan / Foto: Visit Korea

 

Visitar Busan e não ir tomar um solzinho na praia? É quase não ter ido! Busan tem várias praias, mas você só terá tempo hábil para vistar uma? Então Haeundae é a solução! É um dos lugares mais visitados da cidade (o que não faltam na internet são imagens da praia em dias lotados, um ‘mar’ de gente aproveitando), que além de ser uma praia lindíssima também oferece várias atividades. Não gosta muito da ideia de tomar sol na areia? Não tem problema, olha esse pôr do sol da foto! Dá para resistir e não caminhar nessa areia?

 

Busan Tower:

Busan Tower, Yongdusan Park / Foto: Visit Korea
Busan Tower, Yongdusan Park / Foto: Visit Korea

 

Ícone arquitetônico de Busan, a Busan Tower está localizada na montanha Yongdusan, uma das três maiores montanhas localizadas na cidade. É um ponto turístico que atrai os visitantes da própria Busan e mais um monte de visitantes estrangeiros. Melhores partes? Visitar o observatório da torre, e melhor ainda será se você também puder visitar a Busan Tower quando a noite chega. A vista da Ponte Busanhangdaegyo é espetacular!

 

Shangai Street (Busan Chinatown):

Shangai Street (Busan Chinatown) / Foto: Busan for 91 Days.
Shangai Street (Busan Chinatown) / Foto: Busan for 91 Days.

 

Alguém falou ‘Chinatown’? Pessoalmente, eu gosto muito da China! E, onde tiver uma Chinatown, eu vou querer visitar! Pertinho da estação Busan, o portão no estilo chinês já está lá te dando um ‘Ni Hao!’ (Oi!). A relação entre chineses e coreanos na época contemporânea começou em 1884, quando a cidade estabeleceu oficialmente os seus laços diplomáticos com Xangai. O consulado chinês e uma escola foram instalados onde hoje fica a ‘Shangai Street’. Basta passar do portão para encontrar tudo escrito em mandarim e sentir-se em um pedacinho da China em Busan.

 

Templo Haedong Younggungsa:

Templo Haedong Yoggungsa / Foto: Visit Korea
Templo Haedong Yoggungsa / Foto: Visit Korea

O Templo Haedong Yonggungsa está localizado no alto das formações rochosas em frente ao mar. Para chegar o templo principal, os visitantes encaram uma escada com 108 degraus que tem início no retrato de, que se não me engano é Budai, mais conhecido como o ‘Buda risonho/feliz’. Há uma história de que as mulheres que tocam a barriga da representação da divindade budista terão filhos. As paredes são cheias de marcas das mãos das mulheres e das pessoas que tocam as paredes e fazem os seus desejos. O templo atraí muitos visitantes diários justamente por causa dessas histórias em torno das bençãos espirituais e pela vista sensacional do Mar do Leste.

 

UN Memorial Cemetery:

UN Memorial Cemetery In Korea / Foto: Visit Korea
UN Memorial Cemetery In Korea / Foto: Visit Korea

 

O que parece ser um parque extremamente sereno, é na verdade um cemitério onde são honrados os soldados das Nações Unidas de 16 países que foram mortos em batalhas da Guerra da Coreia (1950-1953). Em uma área de aproximadamente 135 mil m², podem ser visitados os memoriais e monumentos aos turcos, gregos, australianos e britânicos. Há várias cerimônias durante o ano. As principais são o Tributo aos veteranos da Guerra da Coreia em Abril, o Dia da Memória Coreano em Junho e o Dia de Cerimônia das Nações Unidas em Outubro. É uma oportunidade de refletir sobre esta parte triste da história coreana e das guerras, em um lugar fora da agitação da cidade.

 

Vila Cultural Gamcheon:

Gamcheon Culture Village, Busan / Foto: Visit Korea
Gamcheon Culture Village, Busan / Foto: Visit Korea

Uma das partes mais coloridas de Busan sem dúvida alguma é Gamcheon. Mas, esta vila colorida começou em uma parte triste da história coreana. Durante a Guerra da Coreia, Gamcheon era o equivalente aos campos de refugiados. Passados os horrores da guerra, a vila se desenvolveu e figura na lista dos lugares mais visitados da Coreia. Não tem como não se impressionar com o projeto artístico que deixou a vila com obras de arte pintadas nos muros das casas desta área. Há as chamadas ‘zonas fotográficas’ espalhadas pela vila, então, se você adora fotografar Gamcheon é o lugar certo para as fotos hein?

 

‘Fabrínia, quero visitar Busan. Quero ir em todos esses lugares e se puder ver tudo disponível em Busan! Mas, onde eu encontro as informações que preciso?’

A melhor época para visitar Busan são os meses de Outubro e Novembro, quando o tempo está maravilhoso e você vai aproveitar tudo antes do inverno coreano que é bem gelado, chegar! As informações de como ir aos locais listados aqui, horários de funcionamento, transporte e tudo que for necessário estão disponíveis no site Oficial da Cidade de Busan (aqui, disponível em inglês) e no Visit Korea (aqui, também disponível em inglês).

Qual será nossa próxima parada depois da cidade mais internacional da Coreia? Ah, só conto na próxima KP Travel! Até lá! o/


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO