Compartilhe

Quem se emociona com a música coreana de hoje em dia porque o grupo BTS está levando a onda hallyu para muitos países, mal pode imaginar quando realmente o Kpop começou.

Na Coreia há ainda quem se lembre dos muitos músicos coreanos que fizeram sua estréia musical no Exército Garrison Yongsan dos EUA em Seul após a Guerra das Coreias de 1950-53. A Oitava base do Exército dos EUA (EUSA) foi berço da música popular coreana, anos mais tarde rotulada como K-pop.

A United Service Organization (USO), sem fins lucrativos, estabelecida para apoiar os militares dos EUA e suas famílias ao redor do mundo, organiza entretenimento para impulsionar a moral militar desde 1941. A organização se associou regularmente com estrelas americanas para organizar shows de comédia, concertos e outros espetáculos para tropas dos EUA no exterior.

A EUSA na Coreia também teve programas de entretenimento similares. Não se sabe ao certo se seus shows estavam relacionados aos programas de entretenimento liderados pela USO ou se um organizador em separado era responsável pelos programas de entretenimento na Coreia naquela época. Muitos cantores e estrelas coreanas estrearam através dos programas de entretenimento do Exército dos EUA.

Hicky Shin é considerado o pai do rock sul coreano.
Hicky Shin é considerado o pai do rock sul coreano.

O guitarrista Shin Jung-hyeon, conhecido como o pai do rock coreano, começou sua carreira usando o nome artístico “Hicky Shin“. A carreira de meio século da diva Patti Kim também começou nessa época.

Patti Kim, ontem e hoje.
Patti Kim, ontem e hoje.

A música pop ocidental teve uma forte influência na cena da música pop coreana nos anos 80. Mas com mais cantores locais que combinavam aspectos do pop ocidental e da cultura coreana, a música pop coreana se tornou mainstream na Ásia. Apesar de sua forte presença, um novo livro diz que sempre houve uma rotatividade de gêneros e que agora é a vez do K-pop.

Capa do Livro Sound of Border.
Capa do Livro Sound of Border.

Intitulado como “Sound of Border“, o livro diz que foi há menos de duas décadas que o K-pop começou a fascinar os fãs da música asiática. Durante muito tempo os ouvintes asiáticos estavam mais familiarizados com a música pop do Japão, de Hong Kong e também de Taiwan.

Sound of Border“, publicado pelo Instituto de Estudos do Leste Asiático na Universidade Sungkonghoe, traça a história da música pop em 11 regiões asiáticas de 1960 a 2000. São elas a Coreia, Japão, Hong Kong, Taiwan, China, Tailândia, Camboja, Vietnã, Filipinas, Indonésia e Cingapura.

O livro é escrito por 13 professores de cultura e críticos de música de países asiáticos.

Esta foto não datada mostra a banda de rock ADD4, organizada por Shin Jung-hyeon, tocando em uma sala de música na Oitava base dos EUA em Seul. Imagem: Korea Times.

Lee Kee-woong, um dos autores e professor da Universidade Sungkonghoe, diz que escreveu o livro para que todos possam conhecer a música pop da ásia. O autor espera que os leitores possam se interessar pela música pop asiática através do livro, porque a dicotomia entre a música pop local e a música pop global ficou borrada com o tempo.

Para os ouvintes coreanos, existem apenas dois tipos de música popular – “gayo“, conhecida como K-pop, e a música pop de língua inglesa. Os países asiáticos estão próximos da Coreia, mas apenas algumas das nações que fazem parte da música pop asiática conseguiram chegar nas paradas musicais.

Lee Kee-woong escreve que a ignorância da música pop asiática gera preconceito de que o pop asiático está desatualizado, modesto e antiquado, e esse preconceito gera mais ignorância. Os autores são membros do Grupo de Estudos de Música Popular Inter-asiático. Desde a sua criação em 2005, o grupo acadêmico teve uma conferência acadêmica bienal, prosseguindo até os dias atuais.

A primeira publicação do grupo acadêmico é composta por quatro partes, com cada seção dividida por área geográfica. O livro traça um perfil em comum em cada categoria citada, principalmente porque as localidades vizinhas compartilham conteúdo cultural e histórico.

O livro também apresenta diferentes tipos de gêneros de música pop que identificam cada região. Eles variam do J-pop ao Punk tailandês, do Folk chinês ao Enka japonês, do rock do Cambodja ao Soul vietnamita, entre muitos outros.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO