Compartilhe

Um livro de história muito utilizado nos EUA, terá uma versão renovada e conterá detalhes adicionais sobre a cultura antiga e o desenvolvimento econômico da moderna Coreia do Sul. “Terá mais páginas a partir do próximo ano”, disse o Ministério da Educação de Seul.

images

O conteúdo revisado será publicado na Ways of the World, co-escrito pelos professores Robert Strayer e Eric Nelson. Projetado para estudantes do ensino médio, será vendido pela Bedford-St. Martins, afiliada de uma das maiores editoras de livros didáticos dos EUA, a Macmillan.

A versão renovada conterá detalhes adicionais sobre a política e a economia da Coreia moderna, bem como alguns recursos culturais únicos, como Seokuram Grotto e o primeiro mapa mundial desenhado pelos coreanos nos séculos 15 e 16, segundo o ministério.

A versão renovada conterá detalhes adicionais sobre a política e economia da Coréia moderna, bem como alguns recursos culturais únicos, como Seokuram Grotto (Yonhap)
A versão renovada conterá detalhes adicionais sobre a política e economia da Coréia moderna, bem como alguns recursos culturais únicos, como Seokuram Grotto (Yonhap)

O livro também mostrará as águas do leste do país que fazem fronteira com o Japão, como ambos os nomes reivindicados por Seul (Mar do Leste) e Tóquio (Mar do Japão), em oposição a como o apresentam atualmente, apenas como o último.

Além disso, o ministério disse que está realizando uma conferência com o Conselho Nacional de Estudos Sociais dos EUA – um grupo composto por profissionais de estudos sociais e educadores dedicados a atividades acadêmicas no campo em Seul – para promover melhor a história coreana.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO