Compartilhe

Todo final de ano na televisão coreana é marcado por diversos festivais e premiações nas maiores emissoras do país. Esse ano, entretanto, foi marcado por uma longa greve em dois dos principais canais televisivos, MBC e KBS, por isso a exibição desses especiais ainda está sendo discutida.

Na MBC, a paralisação terminou no dia 13 deste mês, com a demissão do presidente Kim Jang-Gyeom, 71 dias após seu início. Porém, a emissora ainda está sofrendo as consequências do longo hiato, e as premiações são eventos grandes, que precisam de muito preparo. Recentemente, foi confirmada a transmissão do Gayo Daejejeon, festival de música, no dia 31 de dezembro. O Gayo Daejejeon é o último especial do ano, durante o qual geralmente é feita a passagem para o ano novo ao vivo.

Um dos palcos do Gayo Daejejeon de 2014, último festival de música do ano.

As premiações de dramas e entretenimento, porém, provavelmente não serão transmitidas, mas a decisão final ainda não foi tomada. Caso o MBC Drama Awards não seja transmitido, será a primeira vez que isso acontece em 32 anos, desde sua criação em 1985. A MBC lançou esse ano dramas como Rebel, e Master of the Mask e Hospital Ship, que estão entre mais populares em audiência.

No destaque e nesta foto, o elenco do drama "W", o mais premiado de 2016.
No destaque e nesta foto, o elenco do drama “W”, o mais premiado de 2016.

Na KBS, porém, a greve ainda está a pleno vapor, com vários diretores do departamento de variedades aderindo ao movimento no dia 21, aguardando a retirada do presidente Ko Dae-Young. Por conta disso, apenas a premiação dos dramas está sendo preparada, o especial de música e a premiação de entretenimento ainda não foram confirmadas, porém estão em discussão. A situação da KBS é um pouco mais complicada, uma vez que a maior parte dos funcionários não está trabalhando, porém, ainda esperamos por um desfecho favorável para toda essa situação.

A SBS, porém, deve transmitir todas as premiações e especiais normalmente.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO