Compartilhe

Sequência do filme de animação Estação de Seul, também produzido por Yeon Sang-ho, Invasão Zumbi foi o filme com maior bilheteria na Coreia do Sul em 2016, mais de 11,5 milhões de ingressos vendidos. Esse número o coloca na 11ª posição da lista de bilheterias da história do país, apesar de ser uma das poucas produções sul coreanas sobre zumbis.

train_to_busan_h_2016

Aqui, listamos 10 razões pelas quais Invazão Zumbi pode ser considerado o melhor filme de Zumbi dos últimos tempos, mas cuidado ao ler, pois a lista contêm muitos spoilers.

1) Zumbis mais perigosos do que nunca

Ao contrário da representação geral de zumbis como sendo seres lerdos, os de Invasão Zumbi seguem as regras da obra 28 Days Later de Danny Boyle e são, na verdade, muito rápidos. Essa característica, junto de sua usual implacabilidade e o cenário do trem, o que não deixa muito espaço livre para evita-los, resulta em uma das representações mais tensas já feitas.

4

Além disso, as cenas na quais esbarram uns nos outros conforme correm em direção a sua presa são aterrorizantes, apesar do momento marcante ser o que eles se juntam em uma massa para parar um trem em pleno movimento.

Até o fato de sua única falha ser não enxergarem no escuro, isso aumenta a sensação de perigo que emanam, já que a única maneira de passar por eles é num ambiente de total escuridão.

2) Os humanos são ainda mais assustadores

Esse traço é representado por Yong-suk e sua “comitiva”, que estão dispostos a deixar todos os outros morrerem ao invés de permitirem que venham para um local seguro, em um dos vagões. A crueldade da cena é chocante, e fica ainda pior quando algumas pessoas conseguem entrar, mas são expulsas logo em seguida, apesar do fato de haverem crianças entre elas.

traintobusan-mv-7

Ademais, Yong-suk representa uma das imagens mais horríveis relacionada a natureza do ser humano, como um homem disposto a deixar todos morrerem, ou até mesmo ele mesmo os matar, para que possa se manter a salvo seu esconderijo. O fato dele quase obter sucesso, por meio de inúmeros de episódios, nos quais ele entrega as pessoas que o ajudaram para os zumbis, é pelo menos tão chocante quanto assistir o ataque zumbi em si.

3) Efeitos Especiais Incríveis

Os trabalhos anteriores de Yeon Sang-ho eram em sua maioria animações. Por isso, ele procurou implementar a estética do gênero, em particular nas cenas de ação, em Invasão Zumbi. Com a ajuda do supervisor de efeitos visuais Jung Hwang-su, ele obteve o máximo de sucesso, e as cenas de ação no filme se mantiveram muito próximas as de suas animações.

TraintoBusan_Trailer2

Começando pela aparência e movimentos dos zumbis, indo até a morte dos personagens pelas mãos dos zumbis e as diversas cenas envolvendo trens, os efeitos especiais são magníficos. Juntamente com algumas técnicas de show-stopping em cenas cruciais, Invasão Zumbi é uma obra-prima audiovisual.

3) A sensação claustrofóbica do trem como característica principal

Utilizar um trem como cenário principal de um filme de zumbi foi uma ideia brilhante, em particular devido a sensação claustrofóbica que emana da caçada nos vagões. Yeon se rendeu ao conceito e intensificou a tensão continuamente, conforme os passageiros notavam que em algum momento chegariam ao final do trem, onde não há saída. Desse modo, ele conseguiu reter a agonia até o final da viagem.

still-train-to-busan-3

Em especial, ele fez uso da proporção de tela 1:85:1, ao invés da usual tela cheia 2.35:1, assim diminuindo a tela e aumentando ainda mais a claustrofobia. O fato dos protagonistas seguirem devagar pelo trem infestado de zumbis para alcançarem seus entes queridos também intensifica a sensação.

5) Muitas mensagens passadas através de alegorias desse conceito extremo

Apesar do conceito extremo, Yeon conseguiu apresentar várias mensagens sociais, principalmente sobre a natureza humana por meio de alegorias. A mais óbvia é que o mundo contemporâneo, dá ênfase à a ambição como sendo a habilidade mais essencial para alguém subir a pirâmide do ambiente socioeconômico. A infestação zumbi serve de alegoria para o mundo, no qual a regra “cobra-come-cobra” prevalece.

A separação dos passageiros no trem, que deixa alguns à salvo em um vagão protegido e o restante lutando pela vida, é uma alegoria sobre a discrepância entre ricos e o pobres.

Train-to-Busan-review-768x384

Outro detalhe, a alegoria anterior é representativa de como pessoas fariam tudo para proteger o seu ambiente seguro, sem se importar com a vida dos demais. O fato dos protagonistas terem que lutar com todas as forças e até se sacrificarem para os outros sobreviverem é uma alegoria para a rebelião de classes, como único meio de atingir igualdade.

Por último, a mensagem é apresentada quando Seok-woo escolhe fechar a porta em Sang-hwa – as pessoas podem ter o instinto de autopreservação que se estende a familiares, mas estão longe de estender isso aos vizinhos e pessoas em geral.

6) Humor Inesperado

Filmes de zumbis muitas vezes apresentam momentos cômicos, em particular pelo modo como as criaturas de locomovem e agem. Invasão Zumbi, no entanto, vai mais à frente, já que o humor, na verdade, vem dos personagens humanos. Essa é a característica principal do personagem de Ma Dong-seok, Sang-hwa.

train_to_busan_de_yeon_sang-ho

Ma Dong-seok conseguiu mostrar diversos episódios cômicos e seu físico (ele já foi lutador de MMA) faz com que suas ações sejam ainda mais heróicas.

No geral, o uso do humor por Yeon Sang-ho faz maravilhas com o filme, já que as cenas hilárias são seguidas por cenas agonizantes, mantendo a audiência atenta e sem se distrair por um minuto.

7) Ótimos atores

O elemento da atuação em filmes de zumbi é geralmente muito baixo, já que o gênero foca nas ações e criaturas ao invés das atores em si. No entanto, Yeon Sang-ho usou um tática diferente, já que o filme também apresenta muito drama e comédia ocasional, o que demanda bons atores, pelo menos até certo nível.

Gong-yu está muito bem como Seok-woo, um executivo solitário que vem ignorando sua família por anos e agora tem que se redimir. O fato dele não melhorar por completo, em particular quando a sobrevivência de sua filha e a dele estão em jogo, adiciona um camada interessante ao personagem, e ele é muito convincente nesse aspecto.

90580426_a59495c2-f0d6-48ad-acab-d0f20574b1f7

Ma Dong-seok como Kim Soo-an foi o papel mais interessante do filme, sendo ótimo em drama, comédia, e sequências de ação, sua presença parece elevar o filme. Kim Su-an como a filha de Seok-woo também está ótima, em um papel muito maduro para um criança que evita os padrões usuais de papéis que só demandam fofura.

Kim Eui-sung como Yong-suk é impressionante como o vilão principal do filme, pois mostra como um humano desprezível pode, na verdade, ser até pior que os zumbis.

8) Ótima equipe de edição

Um dos aspectos mais importante em filmes de ação é a edição. Yang Ji-mo fez um ótimo trabalho em Invasão Zumbi ao manter um ritmo constante e rápido ao longo do filme, enquanto ocasionalmente insere cenas que ajudam o filme a ser mais impressionante. Há duas sequências que realçam ainda mais o seu trabalho. A primeira inclui cenas em que a luta na luz dão espaço para cenas de luta no escuro, onde os zumbis ficam parados, e vice-versa.

train-to-busan-2016-1

A segunda sequência é a que alterna entre Kim-soo sendo morto, enquanto tenta segurar as criaturas, no momento em que os demais tentam entrar no vagão seguro, contra a vontade dos que já estão dentro.

Além disso, a troca frequente entre cenas de ação e não ação em proporção semelhante, Yang consegue manter o filme longe de se tornar um simples filme de ação ou melodrama, ao mesmo tempo que a comédia intensifica o aspecto do entretenimento.

9) A Ausência de clichês de zumbis

A maioria esmagadora dos filmes de zumbi incluem inúmeros clichês. O primeiro dita que um time de humanos irá sobreviver contra a invasão. Em Invasão Zumbi, no entanto, o perigo mais significante não emana dos zumbis, mas de outros humanos que preferem sacrificar os demais para salvarem-se a si mesmos.

O segundo é que apenas um grupo de humanos se locomove entre cidades à procura de refúgio e sobrevivência. Em Invasão Zumbi, a ação se passa em grande parte no trem, uma mudança radical de cenário para o gênero.

BUSAN_082330s

O terceiro envolve os zumbis, que são geralmente lerdos e, na verdade, muito fáceis de lidar. Ao contrário daqueles em Invasão Zumbi, que são rápidos e até parecem ter pensamento coletivo, como apresentado na cena em que todos se juntam para parar o vagão. Além disso, a falta de som, muito representada como único modo de evitá-los, é trocada pela falta de luz.

Desse modo, as ações dos zumbis também retiram do filme o humor associado a sua lentidão, e assim, intensifica a agonia do filme.

10) A intensificação da exploração da estética e diminuição do drama

Devido a velocidade em que se passa o filme, seria muito fácil a obra se tornar um simples filme de ação, pulando de cena em cena. No entanto, a direção de Yeon Sang-ho e o script evitam esse resultado introduzindo inúmeros elementos.

Drama –  e ocasionalmente o melodrama – é um deles, como a mudança de atitude de Seok-woo, um conceito humanístico genuíno. O script elaborado, que retém a agonia conforme muda de gênero, é outro fator, como a causa das injeções de humor, que, as vezes, ocorre durante o caos. Ambas as sequências finais seguem essa direção, com o elemento dramático sendo constante, ao invés da ação.

trainbusan11

O autor do texto original, Panos Kotzathanasis é um crítico de cinema, especializado em filmes do Leste Asiático.

2 Comentários

  1. Confesso que antes de vê-lo estava um pouco ‘com o pé atrás’ mas, felizmente me dei a chance de conhecer o filme e… que grata surpresa! O elenco principal é ótimo, com destaque para a garotinha – chorei com ela! Emoções das mais diversas ao longo do filme: muita tensão, adrenalina, algumas risadas (sim), raiva e lágrimas.
    Muito bom – super recomendo!

    • Prezada Elaine, obrigada pelo seu comentário. Eu também estava em dúvida em assistir porque não gosto de filmes de terror, porém achei este filme mais um drama do que um filme de terror. Também chorei em diversas vezes. Acho que fala muito mais dos humanos do que de zumbis!

DEIXE UM COMENTÁRIO