Compartilhe

De Girls’ Generation até Heize, o verão de 2017 no K-pop foi amplamente dominado por talentosas artistas femininas de diferentes graus de estilos, gêneros e experiências. Mas desta vez, os grandes grupos de meninos estão se alinhando para novos lançamentos, preparando-se para uma batalha musical.

Sem dúvida, o maior artista do K-pop a retornar no início do outono é o BTS. O grupo anunciou oficialmente na quinta-feira que lançará um novo EP intitulado “Love Yourself Seung ‘Her’” em 18 de setembro.

BTS. Foto: Big Hit Entertainment
BTS. Foto: Big Hit Entertainment

O recorde, será a primeira música nova da mais nova sensação do K-pop em sete meses. O primeiro de “Love Yourself“, que será lançado em formato de série em 2018. Alguns teasers já estão sendo disponibilizados a partir desta semana.

A série “Wings” de dois discos do BTS vendeu mais de 1,49 milhões de cópias desde outubro do ano passado apenas na Coreia. O próximo EP também deverá se tornar um sucesso financeiro, já que o grupo anunciou que haverá quatro versões diferentes.

A Big Hit Entertainment, a empresa de gestão do BTS, lançou várias prévias desde o início deste mês. Em maio, o BTS ganhou o prêmio Top Social Artist no 2017 Billboard Music Awards na T-Mobile Arena em Las Vegas. O grupo de sete integrantes venceu Justin Bieber, Selena Gomez, Ariana Grande e Shawn Mendes, tornando-se o segundo artista sul-coreano a ganhar um prêmio da Billboard depois que Psy ganhou o Top Streaming Song com “Gangnam Style” em 2013.

EXO da S.M. Entertainment, outro peso pesado do K-pop, lançou seu quarto álbum completo “The War” em meados de julho. Depois de vender mais de 1 milhão de cópias em menos de um mês, acredita-se que o grupo lançará uma nova versão reembalada no próximo mês.

O grupo tradicionalmente lança álbuns reembalados, incluindo músicas adicionais e outros materiais bônus, como clipes de música e fotos. Os três álbuns completos anteriores do grupo – “XOXO” (2013), “Exodus” (2015) e “Ex’Act” (2016) – venderam mais de 1 milhão de cópias. Mas esse número é a junção de todas as versões dos álbuns, incluindo os reembalados. “The War” já alcançou este marco sem a ajuda de um álbum reembalado.

Uma vez que o EXO já superou a marca de 1 milhão de vendas, um álbum reembalado pode ajudar a combinar o valor das vendas para possivelmente mais de 2 milhões“, disse um insider da indústria da música coreana.

Nesta foto de arquivo, o grupo EXO posa durante um evento publicitário para seu quarto álbum “The War”, em um hotel em Seul, em 18 de julho de 2017. Foto: Yonhap News.

Os veteranos do K-pop agora com suas tarefas militares obrigatórias completas também estão se preparando para reaparecer, tentando permanecer relevantes e sem colocar em pauta o cartão da “nostalgia“.

A dupla TVXQ da S.M. Entertainment organizou, no início desta semana, uma campanha publicitária de mídia em três países da Ásia, quase imediatamente após Max Changmin ter completado seu dever militar na última sexta-feira. A outra metade da equipe, U-Know Yunho, terminou seu serviço em abril.

Os integrantes do TVXQ acenam para a câmera durante uma conferência de imprensa sobre o seu retorno, realizada no Hotel Silla em Seul em 21 de agosto de 2017. Foto: Yonhap
Os integrantes do TVXQ acenam para a câmera durante uma conferência de imprensa sobre o seu retorno, realizada no Hotel Silla em Seul em 21 de agosto de 2017. Foto: Yonhap

A empresa nomeou a última semana de setembro como “TVXQ Week” e planeja lançar a música solo “Drop” de Yunho e a nova música solo de Changmin através do programa da estação on-line da empresa, durante a semana. O TVXQ embarcará em uma turnê em cinco cidades no Japão em novembro. A empresa prevê que a turnê japonesa, composta por 14 shows no total, atrairá cerca de 650 mil fãs.

Super Junior, outro grupo experiente no K-pop, também está se preparando para um retorno em outubro embora não com os 11 integrantes. Shindong, Leeteuk e Heechul estão engajados e programas de variedade na TV, enquanto Siwon, que foi dispensado de seu serviço militar na semana passada, atualmente está fazendo trabalho voluntário no Vietnã como parte de uma campanha de caridade da UNICEF.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO