Compartilhe

Como o Koreapost adiantou em Maio, a rapper Crazy Grace, que  participou da terceira edição do Unpretty Rapstar, está no Brasil para ser jurada convidada do KDT (K-pop Dance Tournement), onde também fará um show case, neste domingo, 2 de Julho.

Um dia antes, ela recebeu os fãs para um meeting no Café Story e o Koreapost para esta entrevista.

002

Koreapost: O que você mais gosta da cena rap na Coreia?

Grace: Eu sinto que na Coreia o rap se tornou uma tendência muito grande. Se você não está fazendo rap, não está mais na moda, então eu gosto do quão grande é essa tendência. Todo mundo segue, todos conhecem você, se você conhece o rap. Se tornou parte chave da cena musical em vez de uma menor, então eu acho que isso influencia muito.

KP: Qual foi a maior dificuldade que você encontrou enquanto rapper em uma cena que é predominantemente masculina?

G: Eu acho que foi realmente chegar ao público, acho que é difícil para qualquer artista. Se alguém não reconhece você, é realmente difícil fazer música, mas estou muito feliz por ter conseguido pelo menos colocar algo por aí, todos sabem quem eu sou, então … É muito difícil, sabe, começar.

KP: Quais são os artistas nos quais que você se inspira?

G: Eu sinto que esta geração tem tanta gente, artistas antigos, novos artistas … Não consigo escolher apenas um nome, honestamente. Eu escuto de tudo, de artistas antigos, artistas novos, underground, artistas do Youtube. Mas eu cresci com pessoas como Christina Aguilera, ela é uma das minhas favoritas.

001

KP: Você sabia que você tinha fãs no Brasil ou que você viria pra cá algum dia?

G: Não! Porque é o outro lado do mundo, ter fãs aqui é estranho e nunca imaginei na minha vida que eu viesse a este país, então parece que estou em um sonho agora mesmo.

KP: A gente sabe que você chegou aqui faz pouco tempo, mas gostaria de saber se você pode citar alguma coisa que você gostou, se alguma coisa te chamou a atenção aqui no Brasil…

G: Até o momento eu amo as pessoas daqui. Todos são tão gentis e tão bons, e eu realmente gosto como existem muitas árvores grandes. É algo que você não vê muito, mesmo na América. Na Coreia também não há árvores, então eu sinto que estou em contato com a natureza.

KP: Tem algum lugar que você gostaria de visitar aqui no Brasil?

G: Eu quero ir à praia, não sei se conseguirei, mas sei que as praias aqui são famosas. Mas eu escutei que é inverno, então …
E eu ouvi que vai chover, então eu não sei …

003

KP: De que assuntos você gostaria de tratar nas suas músicas futuramente?

Eu sou mais uma “fantasy girl”, então em todas as minhas músicas eu gosto de falar sobre alguém com quem eu fantasio ou quero estar… Então é, fantasia (risos), alguém que eu não sou.

KP: Você tem um estilo muito único, nós gostaríamos de saber se você quer passar alguma coisa com as suas roupas, e qual foi o processo pra você escolher o jeito como você se veste.

Eu quero fazer algo que não é comum, algo que nem todos fazem. E eu sinto que isso me destaca mais e traz à tona minhas cores interiores, porque eu sou muito tímida, não falo muito. Eu tento me expressar através da minha música e da minha aparência.

KP: Você disse que é muito tímida, como funciona quando você está no palco, se apresentando, ou lidando com os fãs?

Eu sinto que eu sou capaz de fazer isso justamente porque sou tímida. Se eu fosse barulhenta ou normal, sinto que não seria muito divertido, sabe? Estou tentando mostrar lados diferentes, então … sim, sou uma pessoa tímida! Ninguém sabe disso, mas sou (risos).

KP: Quando vemos artistas nós automaticamente pensamos em pessoas extrovertidas, especialmente rappers!

Sim, geralmente é o contrário. Muitas pessoas que você conhecer serão assim, o oposto total.

KP: E a última pergunta é se você gostaria de voltar ao Brasil?

G: Definitivamente, eu quero vir aqui para fazer shows, mais tarde quando eu tiver uma fanbase maior. E eu quero vir aqui nas férias, definitivamente, quando for verão. Quero dizer, eu nem sabia que tinha fãs aqui, agora que eu sei, tenho que planejar algo.

KP: Será um prazer ter você aqui!

G: Oh, obrigada! Espero que vocês venham!

KP: Nós iremos!

G: (Para a câmera) Isso está me filmando?

KP: Sim!

G: Eu estava fazendo caras feias! (tampa o rosto).

E assim foi a fofa da Grace nos dizendo tchau! Com certeza ela voltará e nós teremos novamente a chance de estar com ela e admirar o seu trabalho.

Você que está aí, ainda há chance de ver a Grace! O KDT é hoje, às 12h30, no Espaço Hakka. Confira maiores informações aqui!

005


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




2 Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO