Compartilhe

As medalhas de Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de 2018 foram expostas pela primeira vez em dezembro do ano passado.

Medalhas de prata, ouro e bronze dos Jogos Paralímpicos de Inverno PyeongChang 2018. / Foto: Korea.net
Medalhas de prata, ouro e bronze dos Jogos Paralímpicos de Inverno PyeongChang 2018. / Foto: Korea.net

Uma das principais características das medalhas Paraolímpicas dos Jogos de Inverno PyeongChang 2018 são as ranhuras presentes na superfície das medalhas

Ao contrário das medalhas olímpicas cujas linhas eram gravadas na diagonal, nas medalhas de PyeongChang, elas foram gravadas horizontalmente. As linhas horizontais representam a igualdade, um dos valores fundamentais que englobam o espírito dos Jogos Paraolímpicos.

As medalhas paraolímpicas, foram inspiradas no Hangul (alfabeto coreano) e nos elementos naturais que são encontrados em PyeongChang.

As fileiras na frente simbolizam as nuvens, montanhas, árvores e o vento de PyeongChang. A logomarca em relevo, crescente e assimétrica é o agito, um símbolo dos Jogos Paraolímpicos que significa “eu mudo” em latim. Logo abaixo, vem o nome da competição em Braille.

A medalha tem 92.5 milímetros de diâmetro e aproximadamente 4.4 e 9.42 milímetros de largura. As letras do Hangul, e os símbolos fonéticos da frase “Jogos de Inverno Paraolímpicos PyeongChang 2018” estão gravados ao redor das extremidades da medalha.

A parte de trás da medalha tem o emblema dos Jogos Paraolímpicos de Inverno de PyeongChang, o agito no lado direito e o nome do esporte no lado esquerdo.

Semelhante as demais medalhas, a fita do pescoço é feita de tecido fino, o mesmo que é usado para confeccionar o Hanbok, vestimenta tradicional coreana. O trabalho feito com agulha mostra flocos de neve feitos com letras do Hangeul que adicionam o toque final.

Medalha de ouro dos Jogos Paralímpicos de Inverno PyeongChang 2018. / Foto: Korea.net
Medalha de ouro dos Jogos Paraolímpicos de Inverno PyeongChang 2018. / Foto: Korea.net

A caixa de madeira para as medalhas foi inspirada pela suave curvatura dos telhados ‘giwa’ dos Hanok, as edificações tradicionais.

Lee Suk-woo, responsável por desenhar as medalhas para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de PyeongChang 2018, disse que pensou muito para projetar uma medalha que pudesse unir a herança cultural única da Coreia e o espírito dos Jogos Paraolímpicos.

“Os padrões foram adicionados para que mesmo os competidores com deficiência visual possam tocar e sentir a beleza de PyeongChang”, disse ele.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.




DEIXE UM COMENTÁRIO