Oi, pessoal! Voltei a postar no Korea Post 🙂

Por que vocês tem interesse na cultura e na língua da Coreia?

Viagem, K-pop, trabalho, negócio, doramas…

 

Sou tradutora e as línguas Coreana e Portuguesa são ferramentas de trabalho para mim. Justamente por isso meu interesse pelo aprendizado de uma língua não é apenas a nível de curiosidade.

A língua Portuguesa não é minha língua mãe. Vim com 6 anos para o Brasil e passei mais de 2 anos muda. Brincava com os amiguinhos da escola sem falar, a professora ensinava numa língua esquisita, minha mãe pedia ajuda para o homem do bar e para o açougueiro do bairro para ajudar na minha lição de casa e durante esses anos fazia as provas sem saber que eram provas. Mas o interessante é que tirava nota 10. KKKK, metida.

E como aprendi o Português?

Na época foi um processo natural para uma criança, mas depois que virei tradutora quis compreender como tinha sido meu aprendizado e cheguei a um nome: LOZANOV. E é sobre isso que gostaria de dividir nesse espaço do KOREAPOST com vocês.

Giorgi Lozanov

A técnica de sugesto pedia desenvolvida na década de 60 pelo psiquiatra educador Giorgi Lozanov baseia-se na ideia de que as informações percebidas pelos sentidos, quando a mente se encontra em estado de vigília relaxada (ondas alfa cerebrais) são registradas na memória profunda de longo prazo.

Lozanov constatou também que algumas músicas têm a propriedade de facilitar a memorização de informações a longo prazo. E eu estava fazendo isso instintivamente com a ajuda de uma vizinha para aprender o Português, através da música.

Por isso aconselho a usar a música para aprender o Coreano.

musica

Dicas de música coreana que devem evitar:

  • Evitem músicas muito barulhentas cujos instrumentos dificultem a compreensão do que o cantor está cantando;
  • Músicas cujo cantor tem um sotaque difícil de ser compreendido;
  • Músicas cantadas muito rapidamente;
  • Músicas com excesso de gírias e RAP;
  • Músicas com letras muito repetitivas.

No próximo Post darei sugestões de músicas e como usar essa técnica.
Infelizmente não dá para me aprofundar no tema mas quem quiser pode pesquisar mais na Internet.

Se você gostou ou tiver alguma dúvida, pode deixar registrado que retornarei.

 


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



15 COMENTÁRIOS

  1. Wow…Ju como colunista,sempre me surpreendendo… Adorei o post, otimas dicas.Apesar de meu motivo para aprender a língua coreana não ser devido a dramas nem kpop, mas é através deles a quais estou aprendendo muito.

  2. Ola! Estou tentando aprender hangul… estou me familiarizando com o alfabeto.. mas o basico do basico essencial para uma viagem eu sei.. o complicado é passar para o papel..
    Sobre aprender sozinha é muito ruim.. desanimador… mas gostaria de saber algumas técnicas agradáveis para quem só pode estudar em casa sozinha.
    Sou do Rio de Janeiro.. entao aqui não tenho opção.
    Obrigada.

  3. Olá Juliana como a senhorita está. Bem eu começei a aprender Hangul a pouco tempo e estou gostando muito. Bem meu único problema é meu pai que Fica implicando comigo por querer aprender esse idioma tão lindo, eu costumo usar alguns aplicativos pra isso e as músicas de Kpop e doramas. Como eu tenho a intenção de enriquecer o meu currículo com vários outros idiomas, quero uma dica pra poder estudar sem medo de encomoda o meu pai, pode me ajudar?

  4. Juliana,

    Sem dúvidas seus posts serão muito proveitosos e motivadores. Somente sua experiência de vida já é algo inspirador pra gente. Pois com certeza a língua portuguesa (gramática) é muuuito mais complexa que o hangul (gramática) e você está dominando muito bem! Parabéns por ser uma inspiração e por contribuir conosco, amadores do coreano. 😀

  5. Que show Juliana.
    Acho muito lindo e admiro quem é tradutor(a), pois só vocês para nos inserir em outro mundo, nos trazendo o desconhecido e o tornando conhecido. rs
    Um dia quero também conseguir traduzir, como amo ler, já quero também conseguir ler livros coreanos e em outras línguas também, mas o foco tem sido a língua coreana, pois a cada dia que ouço fico mais apaixonada.
    E suas dicas de como aprendeu o inverso nos ajudará muito, tenha certeza que nada que você passou para aprender, foi em vão, e hoje você poderá nos ensinar com as lições aprendidas com o que houve desde pequena.
    Parabéns pela coluna e já estou ansiosa pra ver as próximas dicas. 🙂
    Seja muito bem vinda e obrigada por ter esse desejo e iniciativa de nos aproximar da língua coreana. Beijo da outra Jul. rs

  6. Ansiosa pelas próximas dicas! Escuto muito um cantor solista coreano. Acho que dá para entender bem, ou porquê já me acostumei, KKKK… Enfim, meu maior problema é a questão de ler. Mas com mais treino, consigo avançar um pouco.

  7. Nooosssaa! Muito bom! Meu nível em coreano está um pouco fraquinho, mas se for contar algumas palavras que sei dizer (mesmo sem saber muito ou não a tradução) é por causa das musicas! A musica nos transfere para um sentimento diferente, e ainda se soubermos o alfabeto coreano, podemos ler as musicas em hangul mesmo para exercitar mais ainda! Gostei da matéria! E gostei da sua história! hehehehe ^..^

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.