The Box | Hangul: 더 박스 | Direção: Yang Jung Woong | Ano: 2021 | Duração: 92 minutos | Disponível no Telecine Play

Sonhos são importantes, mas para serem realizados, planejamento e execução são sempre fundamentais. Só talento nem sempre é o suficiente, muito esforço e mais um pouco, pode trazer bons resultados. Para isso, às vezes, é necessário sair da zona de conforto, colocar a cara no sol e trabalhar duro. Porém, nem sempre é fácil enfrentar os medos mais profundos e limitantes. E é sobre isso que se trata, The Box – No ritmo do coração.

The Box, A Música Na Superação De Traumas
Foto: studio take. Jo dal hwan e park chanyeol

Em The Box, um ex-produtor de sucesso fracassado, Min-Soo, ouve Ji Hoon, um jovem cantando e tocando violão. Enxergando potencial no jovem. Min-Soo, tenta convencer Ji Hoon a assinar com ele e eles partem em uma turnê.

Min Soo, interpretado por Jo Dal Hwan (The Road: The Tragedy of One), já foi um sucesso, mas ao longo dos anos, após decisões imprudentes, se tornou um homem com dívidas e um fracasso para a indústria da música. Enquanto Ji Hoon, interpretado por Chanyeol (do grupo de Kpop, EXO), é um jovem com medo de palco, que carrega várias inseguranças e traumas de infância, que ele nunca conseguiu superar.

The Box, A Música Na Superação De Traumas
Foto: studio take. Jo dal hwan e park chanyeol

Em um determinado momento, eles se encontra e Min Soo faz um contrato, provavelmente pensando que faria de Ji Hoon uma estrela. Mesmo quando descobre que ele tem um trauma, ele não desiste e encontra uma solução. E assim, os dois começam uma viagem pela Coreia do Sul para divulgar o nome de Ji Hoon, que se apresenta dentro de uma caixa de papelão. De início, Ji Hoon não se adapta, mas logo começa a mostrar seus talentos. E por um tempo isso funciona, até que tentam quebrar o hábito.

A caixa pode ser vista como uma metáfora, Ji Hoon está dentro de uma caixa que o protege, uma zona segura, longe de seus medos, traumas e inseguranças, mas que em algum momento a caixa se torna uma barreira entre o indivíduo e o mundo. É necessário coragem para sair da caixa e viver verdadeiramente.

The Box, A Música Na Superação De Traumas
Foto: studio take. Park chanyeol

Ao longo de The Box, acho que os personagens se equilibram muito bem e têm um grande desenvolvimento ao longo da história. No início, o personagem de Chanyeol, não fala, tem ansiedade e é inseguro, mesmo sendo talentoso. Já o personagem de Dal Hwan está lamentando seu fracasso no ramo da música e foge de suas responsabilidades. Ambos têm lições a ensinar um ao outro e se esforçam ao máximo para melhorar, ou abraçar suas falhas.

É difícil enfrentar nossos medos mais profundos e sombrios e, embora para alguns isso possa parecer patético, esconder-se dentro de uma caixa para evitar os holofotes enquanto sonha em se tornar um músico, para muitos por aí é um grande negócio e um problema que precisa ser reconhecido.

O enredo de The Box não explora o passado dos personagens, mas evidencia que o medo de palco de Ji Hoon vem de traumas da infância turbulenta, por seu pai ser alcoólatra. A atuação de Chanyeol é um destaque positivo, já que ele incorpora e transparece as fobias do jovem artista, o que só afirma a personalidade e atitude do personagem.

The Box, A Música Na Superação De Traumas
Foto: studio take. Jo dal hwan e park chanyeol

A fotografia do filme é incrível, mostra pontos turísticos da Coreia do Sul, além de apresentar a culinária local de modo que o telespectador fique com água na boca. É como se o diretor estivesse mostrando os prazeres e belezas do país, quase um incentivo ao turismo.

O filme traz alguns rostos conhecidos da indústria da música coreana, como por exemplo, Rothy, cantora conhecida por fazer trilhas sonoras de dramas. No filme, Rothy foi uma artista produzida por Min Soo. Além disso, tem a breve aparição de Gaeko, rapper integrante do Dynamic Duo e ex-produtor do Show Me the Money. No longa, ele é apenas um motorista que dá início a uma performance, da faixa ‘Bad Guy’, da Billie Eilish. Ao decorrer de The Box, temos diversos covers de músicas famosas, com números musicais grandiosos, como ‘Bad Guy em um estilo entre jazz e bossa nova. Também vemos performances de ‘A Sky Full of Stars’ do Coldplay, ‘Happy’ de Pharrell Williams e ‘What a Wonderful World’ de Louis Armstrong.

Outro ponto positivo é o talento de Chanyeol, que mesmo sendo um rapper, desempenha bem o papel de um cantor, mostrando todo seu talento vocal durante a performance dos covers e durante a faixa oficial do filme ‘Break Your Box’.

The Box é um filme musical, com tom inspirador, que acerta em apresentar uma mensagem de superação de traumas e barreiras.

Veja o trailer de The Box:


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.