Clichês – alguns estão cientes deles, outros simplesmente não ligam. Muitas vezes, ficamos tão acostumados a ver clichês nos dramas que, no momento em que um cara começa a andar em direção à garota (que acontece de estar falando com ele), já estamos esperando uma “segurada no braço”. Mas e se fosse a garota que estivesse andando em direção ao garoto? Eu não sei sobre você, mas eu ficaria surpresa e curiosa para ver o que ela faria em seguida.

Algumas são sutis e algumas são mais perceptíveis, mas sempre que um clichê comum de K-drama é executado com os papéis trocados entre os personagens femininos e masculinos, parece um sopro de ar fresco. Felizmente, como os K-dramas estão crescendo em diversidade em termos de enredos e personagens, também estão os clichês (no bom sentido).

Aqui estão sete momentos em que K-dramas executaram clichês comuns, mas com os papéis invertidos entre os personagens femininos e masculinos!

AVISO: Há alguns spoilers pequenos nos comentários sobre os dramas abaixo.

1. Mad Dog

Foto: noona meroyan, Mad Dog

No início dos anos 2000, os personagens femininos raramente faziam aquela clássica “encurralada na parede” no mundo dos dramas. E hoje em dia, sempre que personagens femininos são vistos fazendo isso, a ênfase geralmente é em quão engraçado ou fofamente romântico ele é, e sempre esperamos que o personagem masculino acompanhe com uma encurralada de parede ‘de verdade’.

Mas essa cena em particular de “Mad Dog” é como uma sopro de ar fresco porque Jang Ha Ri (Ryu Hwa Young) não está nem romanticamente interessada em Kim Min Joon (Woo Do Hwan) quando ela o imprensa na parede. Ela está realmente irritada e não confia nele, e a batida na parede deve ser levada mais como um aviso. E enquanto o clichê da parede nos dá sentimentos mistos em geral (até como demonstração de agressividade indesejada), é revigorante ver uma cena em que a garota é quem está dando a “imprensada na parede”.

GIF: Soompi, Mad Dog

2. Strong Woman Do Bong Soon

Foto: KOREAPOST, Strong Woman Do Bong Soon

Não é segredo que tantos de nós amamos Bong Bong (Park Bo Young) e Min Min (Park Hyung Sik) como um casal: eles não são sua combinação típica de personagens femininos indefesos e líderes masculinos. Em vez disso, Bong Soon é uma garota com força sobre-humana, enquanto Minhyuk é um CEO que nunca se contenta em expressar sua personalidade peculiar. E para completar, eles se amam como são, superpoderes e tudo mais.

“Strong Woman Do Bong Soon” não se esquiva de retratar Minhyuk como a “donzela em perigo” que precisa ser salva, então enquanto há muitos momentos em que Bong Soon está lá para ajudar seu protagonista, esse momento é possivelmente o mais engraçado. Logo após um momento surpreendente, quando Minhyuk leva um tiro no braço, Bong Soon leva-o para a segurança em verdadeiro estilo “guarda-costas”, complementado com a famosa trilha sonora “I Will Always Love You” (do filme O Guarda Costas, estrelado por Kevin Costner e Whitney Houston, sucesso dos anos 80). O tempo todo você cai na gargalhada, mas não podemos deixar de admirar como Bong Soon aparece para resgatar o seu homem.

3. Coffee Prince

Foto: addicted to korean drama, Coffee Prince

Go Eun Chan (Yoon Eun Hye) é apenas uma garota comum: ela adora comer, precisa de um emprego e tem preguiça de vestir-se bem com mais frequência e não é porque ela está ocupada cuidando de sua família. Então, quando ela tem a chance de trabalhar na cafeteria de Choi Han Gyul (Gong Yoo), ela esconde sua verdadeira identidade, já que a cafeteria só contrata homens de boa aparência.

Como o drama apresenta tecnicamente uma trama de gênero, há muitos momentos em que o comportamento deselegante de Eun Chan é visto como normal e aceito porque ela está fingindo ser um garoto. Mas deixando de lado esse ponto, ainda é hilário quando Eun Chan é quem dá ao Han Gyul uma carona das costas quando ele fica bêbado. É divertido, especialmente porque “a bêbada nas costas” era um clichê comum a quase todos os dramas na época em que “Coffee Prince” estava no ar. Mas neste caso, Eun Chan é o único a dar Han Gyul uma carona nas costas quando ele se embebeda de soju!

Imagem relacionada
Foto: Confessions of a Dramaholic, Coffee Prince

4. Ma Boy

Foto: AsianWiki, Ma Boy

Este é bem raro. Cross-dressing é um tema que não é tão clichê quanto era quando estava na moda em dramas (estou pensando em “To The Beautiful You”, “You’re Beautiful”, “Coffee Prince” e outros). A maioria desses dramas de gêneros apresenta uma personagem feminina que finge ser um menino, mas você já viu um drama onde acontece o contrário? O drama adorável de Kim So Hyun, “Ma Boy”, faz exatamente isso, já que o novo colega de quarto de sua personagem acaba sendo um garoto chamado Hyun Woo (Sun Woong), que finge ser uma aluna para poder ficar em sua escola dos sonhos. É incrível ver um garoto se vestir de mulher para o bem dos sonhos dele. E ele arrasa!

5. I Do I Do

Foto: Soompi, I Do I Do

Histórias de amor de “garota pobre/cara de sucesso, rico” tem aos montes, e honestamente, elas nem se sentem mais como um clichê, mas apenas a norma quando se trata de dramas. Mas sempre que há uma história sobre um cara da classe trabalhadora e uma mulher de carreira bem-sucedida, bem, é aí que as coisas ficam interessantes.

Este é o caso do drama romântico “I Do I Do”, que tem a liderança feminina em uma posição de carreira mais alta do que seu protagonista. A maioria dos romances tem uma mulher de sucesso se apaixonando por um homem mais jovem que não está necessariamente no mesmo local de trabalho, mas esse drama é refrescante porque Hwang Ji Ahn (Kim Sun Ah) é na verdade uma diretora da empresa onde Park Tae Kang (Lee Jang Woo) acaba trabalhando. E sua alta posição não os impede de se apaixonar!

6. Witch’s Court

Foto: Dramabeans, Witch’s Court

Se você está se sentindo frustrado com os eventos atuais que estão acontecendo na indústria de entretenimento coreana ou apenas quer ver algumas personagens femininas realmente ‘intimidadoras’, então você precisa assistir “Witch’s Court”. Ma Yi Deum é inteligente, implacável e rápida em seus pés, que é uma combinação que não é comumente vista em personagens do drama feminino.

Cenas de perseguições criminais são bastante comuns em dramas jurídicos e criminais, e muitos kdramas apresentam um detetive do sexo masculino demonstrando sua inteligência “genial” para pegar o criminoso, enquanto as personagens femininas estão mais em papéis de apoio. Mas em uma cena em particular, quando Ma Yi Deum (Jung Ryeo Won) e sua equipe legal tentam ir atrás de um cafetão, o drama traz Ma Yi Deum para a linha de frente da ação.

Em vez de Yeo Jin Wook (Yoon Hyun Min) mergulhar para pegar o criminoso, o drama mostra Ma Yi Deum usando seu cérebro e rapidamente pegando um carro que gera na cena o elemento surpresa.

7. Fight My Way

Foto: HelloKpop, Fight My Way

Choi Ae Ra (Kim Ji Won) pode estar cheio de aegyo, mas as declarações de seus sentimentos a Dong Man (Park Seo Joon) rivalizam com as de qualquer personagem masculino. O que é ótimo em “Fight My Way” é que Ae Ra confessa honestamente seus sentimentos a Dong Man de uma maneira que muitas vezes não vemos em personagens femininas.

Uma cena em particular que se destaca é quando Ae Ra revela que sinceramente estaria disposta a levar dois (de três!) tiros por Dong Man, surpreendendo a ele e a nós, espectadores também. É legal ver personagens femininas em K-dramas serem mais sinceras e honestas sobre o quanto amam seus protagonistas e isso definitivamente faz de Ae Ra uma personagem muito incrível.

Foto: Soompi, Fight My way
Foto: Soompi, Fight My Way

BÔNUS: Weightlifting Fairy Kim Bok Joo – Nam Joo Hyuk usando Lee Sung Kyung como escudo contra água

Quem poderia esquecer esta jóia de cena? Tenho certeza de que eu não fui a única que pensou que Joon Hyung (Nam Joo Hyuk) salvaria o Bok Joo (Lee Sung Kyung) do jato de água do carro. É por isso que precisamos de mais clichês do K-drama com papéis invertidos!

Existem outros kdramas que executam clichês de maneira diferente? Fale para a gente nos comentários abaixo!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.