Fonte: Hancinema

Argon | Hangul: 아르곤 | Ano: 2017 | Gênero: Drama, Política | Episódios: 8 | Emissora: tvN | Distribuição: Netflix

Bom Dia Brasil, Boa Noite Coreia! Essa semana o drama que trago para discussão é uma obra emocionante e sincera sobre o mundo do jornalismo investigativo. A sinopse promete a história de “verdadeiros repórteres que se esforçam para entregar os fatos em um mundo cheio de notícias falsas.”

Eu sou formada em jornalismo, então não preciso nem dizer que assisti de forma extremamente pessoal, né? Bateu diferente! Tocou feridas aqui e ali, não vou mentir, hehe. Eu sou bem chata com obras fictícias que representam o jornalismo e felizmente Argon passou lindamente no meu critério. Aprovadíssimo!

O drama mostra de maneira honesta como funciona os bastidores de um jornal – os lados bons, os ruins, os perrengues. A pressão, as brigas, traições, a correria o tempo todo e o trabalho que ocupa completamente sua vida pessoal.

A proposta do drama certamente é apresentar o dilema que qualquer repórter já chegou a refletir: ética VS. manter o emprego. Para o jornalismo investigativo, então, esse questionamento é recorrente, já que existe especificamente para futricar a vida e o trabalho de gente poderosa – tem até um ditado famoso sobre isso, “jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade”.

Argon [Drama]
Falando em perrengue… toma aí uma repórter levando ovada no drama. Fonte: hancinema

Argon conta a história de Lee Yeon Hwa (Chun Woo Hee), repórter temporária no jornal, que é chamada de “mercenária” pelos colegas justamente por ser temporária – o que ela odeia, porque trabalhar na redação de Argon é o sonho da vida dela. Idealista, novata e quieta, Yeon Hwa precisa se esforçar 10x mais para se provar e, principalmente, para conquistar o respeito de Kim Baek Jin (Kim Joo Hyuk), âncora do jornal e líder da sala de redação, que ela vê como ídolo (jornalistas e seus ídolos – os meus são José Marques de Melo, Eliane Brum, Caco Barcellos, heheh).

Kim Joo Hyuk interpreta o idealista, perfecctionista e frio Kim Baek Jin. Infelizmente, Baek Jin é um dos últimos personagens do ator que podemos ver hoje, pois ele faleceu em 2017 em um acidente de carro. A atuação dele demonstra muito bem um homem que busca a verdade e justiça, mesmo que isso coloque sua carreira em risco. Para mim, a palavra perfeita para descrever Baek Jin é coragem, porque é isso o que a posição e os ideais inquebráveis dele requerem.

Ainda na redação do Argon estão Shin Chul (Park Won Sang), produtor e repórter veterano que ajuda Baek Jin a comandar a redação, a advogada do jornal e amiga do âncora Chae Soo Min (Shin Hyun Bin), a escritora do roteiro do jornal que sonha em ser roteirista de dramas Yook Hye Ri (Park Hee Bon), entre outros.

Argon [Drama]
Redação do jornal argon. Fonte: tvn

Como nem tudo são flores, no ramo jornalístico também há aqueles que não são tão idealistas e que não prezam tanto pela verdade, como Yoo Myung Ho (Lee Seung Joon), âncora de outro jornal da emissora, e So Tae Seob (Kim Jong Soo), chefe da emissora.

Além dos empecilhos dentro do trabalho, os jornalistas ainda precisam lidar com o público, que não tolera erros e muitas vezes se deixa levar pelos sentimentos e não necessariamente pelos fatos.

Argon [Drama]
Yoo myung ho e so tae seob fofocando na sala de gerência da emissora. Fonte: hancinema.

Ainda trazendo também os tópicos liberdade de expressão e corrupção, não espere que o drama seja algo tranquilo de assistir. Em Argon, o ritmo é rápido, tenso e certamente com muitos enigmas, já que se tratam de investigações. Porém, é uma trama que te prende do começo ao fim e te faz sentir estar dentro da redação, se preocupando com o desenrolar das pautas e as consequências que elas trarão.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.