FOTO: Viki

Chip-In | Hangul: 십시일반 | Episódios: 8 Emissora: MBC | Ano: 2020 | Classificação indicativa: + 15 | Disponível no Viki

Olá habitantes do KDramaworld, tudo bem por aí? Sem dramas para assistir? Não aguenta assistir dramas muito longos?

O drama de hoje me lembra os livros de Agatha Christie e o filme Entre Facas e Segredos, ou seja, um mistério atrás do outro. O que me lembra, por que os melhores dramas ou são longos demais, ou curtos demais?

Chip-In [Drama]
Foto: mbc

Em Chip-In, um famoso pintor, é diagnosticado como doente terminal. Quando ele completa 58 anos, ele decide reunir a família para uma cerimônia e para revelar seu testamento. Seu legado e sua grandiosa riqueza acabaram revelando a ganância de sua família, causando uma grande briga entre eles. Dessa forma, ele percebe que existem muitas pessoas ao seu redor que estão apenas atrás de seu legado e riqueza.

Chip-In [Drama]
Foto: mbc

Yoo In-ho, interpretado por Nam Moon-chul (conhecido por Live, Age of Youth e More than family), é um famoso, porém excêntrico pintor, que maltrata a todos em sua família, mas sabe que pode mantê-los por perto e manipulá-los com seu dinheiro.

Bit-Na, interpretada por Kim Hye-Jun (conhecida por Goedam, Green Fever e Kingdom) é a filha bastarda do pintor, In-ho, que nunca foi amada pelo pai, nem aceita pela madrasta, mas ela não faz questão disso.

Kim Ji Hye, interpretada por Oh Na-ra (conhecida por Sky Castle, Man to Man e My Mister), é a ex-amante do pintor e mãe de Bit-Na. Ela é uma atriz e modelo, que está falida, só pensa em dinheiro e usa a filha para consegui-lo.

Chip-In [Drama]
Foto: mbc

Ji Seol Young, interpretada por Kim Jung Young (conhecida por The King: Eternal Monarch, Born Again e Do You Like Brahms?), é a ex-esposa de In-ho, mas que ainda vive como se fosse casada com ele, cuidando dele, aguentado a sua excentricidade e os erros do passado.

Yoo Hae Joon, interpretado por Choi Kyu Jin (conhecido por Avengers Social Club, Class of Lies e The Pure Memories of My Heart), é o sobrinho do pintor, que o acolheu após a morte do pai. Ele parece sempre suspeitar de todos e estar à espreita.

Dok Go Cheol, interpretado por Han Soo Hyun (conhecido por Psychopath Diary, Nobody Knows e Ordinary People), é o irmão mais novo de In-ho, um golpista condenado 5 vezes, que está sempre pensando em dinheiro e seu próximo crime.

Chip-In [Drama]
Foto: mbc

Dok Go Seon, interpretada por Kim Shi Eun (conhecida por When Time Stopped e Run On), é a filha de Go Cheol e sobrinha de In-ho, que vive com o tio, por seu pai entrar e sair da cadeia.

Park Jin Sook, interpretada por  Nam Mi Jung (conhecida por Night Song), é a “fiel” empregada de In-ho, que mesmo sendo maltratada durante 20 anos, continua trabalhando para o pintor.

Moon Jeong Wook, interpretado por  Lee Yoon Hee (conhecido por Bad Guys: City of Evil e Save Me 2), é o agente e melhor amigo de In-ho, e que mora na casa do pintor. É “leal”, quase como um cachorro de estimação, não deixa o amigo, e nem deixa de fazer qualquer coisa que ele peça.

Um dia após seu aniversário, o pintor In-ho, é assassinado – isso não é spoiler -, dando início a diversos mistérios, reviravoltas, intrigas e revelações. Personagens culpando uns aos outros, já que, aquele que tiver envolvimento na morte do pintor, não receberá a herança, e assim, começa a batalha pelo que restou do legado do In-ho.

Chip-In [Drama]
Fotos: harpercollins e paris filmes

A cada episódio surgem mais mistérios, pistas que deixam qualquer um com uma pulga atrás da orelha, outros lados dos personagens são revelados, assim como, seus jogos e manipulações. O enredo similar ao de livros da Agatha Christie e filmes como ‘Entre Facas e Segredos’, prende atenção do telespectador, que cria suas próprias teorias sobre quem e o porquê. Mas ao longo do drama, essas perguntas não são respondidas tão facilmente, já que é algo complexo e precisa de uma análise mais ampla.

A família decide investigar, cada um do seu jeito, a morte de In-Ho e o desaparecimento do testamento, já que sem ele, não são todos que receberão a sua parte da herança. Além disso, a polícia não parece tão empenhada em fazer o seu trabalho, nem mesmo com o surgimento de provas e tentativas de assassinato. No meio tempo ocorrem tentativas de incriminação, prisões, interrogatórios, e segredos são revelados. Os diferentes supostos culpados são revelados a cada episódio, mostrando o quanto cada personagem é capaz de fazer por ganância, inveja, ódio, ou simplesmente, por ego, e isso alimenta as teorias sobre o possível culpado, que admito, pode mudar em menos de 10 minutos.

O mistério é bem executado, por ser comparado a filmes, mas não traz nada de tão novo, nem mesmo sua grande reflexão final. O drama é bem construído, não deixando tantas pontas soltas, mas pode parecer meio previsível. O roteiro é bem escrito e executado, apresentando as reviravoltas, as mudanças e sutilezas das camadas de cada personagem.

Algumas atuações deixam a desejar, sendo um tanto robotizadas e rígidas, porém alguns atores sabem executar muito bem o seu papel, além de expressar bem as mudanças de cada personagem, já que a maioria começa como antagonista e se mostra completamente diferente no final.

Chip-In [Drama]
Foto: mbc

De início, Chip-in representa um documentário/interrogatório, onde os membros da família são entrevistados contando as suas versões da história e seu possível álibi. Parece que todos estavam interessados em resolver os mistérios, exceto a polícia, Bit-na e sua prima, Go Seon, postam todo o ocorrido na internet e algumas fotos, para receber ajuda com novas pistas e pontos de vista e resolver o mistério de uma vez por todas.

Mesmo se esforçando muito com pistas e suspeitos falsos, o drama não consegue deixar de ser previsível, no quesito culpado, ou culpados, mas acredito que o culpado não seja importante, e sim, o porquê. Os questionamentos sobre fama, dinheiro, ganância, culpa, ódio, ego e dor, são a parte central do drama. O que leva alguém a matar outra? O que leva alguém a aguentar tratamentos desumanos por tanto tempo? Quanto tempo leva para a dor e o ódio consumir a alma de alguém? Por que algumas pessoas são, simplesmente, essencialmente, más? E acima de tudo, quando alguém é realmente culpado e quem decide isso?

Sem pensar para o lado emotivo e “justo”, o drama tem um final ético, usando da justiça para punir os “culpados”, baseando-se no conceito de que ninguém tem o direito de tirar a vida do outro e que assassinato é crime.

Chip-In [Drama]
Foto: mbc

Chip-in é um drama sobre família, relacionamentos, empatia, cheio de mistérios e questionamentos éticos, diferente de outros dramas focados em assassinato, é focado no motivo, não em quem e isso é o grande diferencial do drama.

Chip-in está disponível no Viki.

Veja o trailer do drama:


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.