Titulo: Flower of Evil | Hangul: 악의 꽃 | Genero: Suspense, Melodrama
Episodios: 16 | Duração: 1h e 15m | Canal: TVN | Distribuição: Viki

Hey delícias… Como Vocês estão?!

Cheguei trazendo mais uma indicação MARAVILHOSA pra quem curte um THRILLER!
Sabem a frase “Mantenha seus amigos por perto, e seus inimigos mais pertos ainda”? Se encaixa perfeitamente aqui!

Como a Ana Duarte aqui do KP diz “dorameiros e dorameiras assim como eu” já devem ter notado que os dramas vêm cada vez mais abordando doenças e/ou distúrbios psicológicos em suas temáticas.

“FLOWER OF EVIL” não fugiu desse conceito. Seu diferencial está em seu enredo viciante, atuações fenomenais e sua produção MUITO BEM FEITA.

O retrato de uma família feliz com a sombra de um psicopata me prendeu os 16 episódios e eu tenho certeza que com vocês não será diferente.

Imagem: Amusings

A “família feliz” é composta pela detetive Cha Ji-Won (Moon Chae-Won) esposa dedicada e uma profissional excelente. Inteligente, perspicaz e ética, ela dá o melhor de si para investigar homicídios e prender os culpados.

Casada com o doce e gentil Baek Hee-Sung (Lee Joon-gi) artesão, que ama (ou finge amar) sua esposa e faz o papel de pai exemplar e cidadão do bem, mas que guarda segredos obscuros que nem sua esposa (detetive!) poderia imaginar.

(Quem assistiu “Criminal Minds” já deve ter visto eles dois atuando juntos por lá)

Imagem: Dramabeans. Baek Hee-Sung treinando suas emoções

Com dificuldades em expressar suas emoções, ele diariamente se esforça para atuar e mostrar-se um homem de bem para as pessoas que o rodeiam.

Para que vocês entendam melhor o que houve no passado precisamos voltar alguns anos, quando Do Hyun-soo (nome de nascença do Baek Hee-Sung) era adolescente e vivia em uma pequena aldeia com sua irmã mais velha. Depois de descobrirem que seu pai, Do Min-seok (Choi Byung-mo) era um psicopata assassino, eles passam a viver sobre a guarda do “chefe da vila”.

Do Hyun-soo é um jovem calado, sem amigos e com uma personalidade um pouco violenta, seu único apoio vem da sua irmã que tenta ensiná-lo quais comportamentos são toleráveis pela sociedade. Seu acompanhamento psicológico é precário, realizando assim um diagnóstico errado das suas atitudes.

ALERTA DE SPOILER

Mais à frente no drama, notamos que Do Hyun-soo é portador de TPE “Transtorno de Personalidade Esquizóide” que é caracterizado por um padrão generalizado de distanciamento e desinteresse geral pelos relacionamentos sociais e uma gama limitada de emoções nas relações interpessoais. A pessoa é incapaz de sentir ou de demonstrar suas próprias emoções. Um dos fatores que contribui para o desenvolvimento dessa doença é ter tido cuidadores insensíveis e negligentes quando criança, e logicamente, ter um pai psicopata.

Ainda na sua adolescência e com o diagnóstico (errado) de violento e perigoso, ele é forçado a fazer parte de cultos religiosos com a finalidade de “expulsar os demônios” que habitam dentro dele. Isso chega ao fim com a morte do seu guardião (Chefe da Vila). Após o crime, ele foge da cidade e em sua fase adulta, assume outra identidade, ganhando inclusive pais bem sucedidos e um plano de esconder seu passado atrás de um casamento “afortunado” com uma policial.

Imagem: Dramabeans

⚠️ FIM DO SPOILER

Já no trabalho da Cha Ji-won, ela e sua equipe, enquanto investigam homicídios, descobrem que o famoso psicopata Do Min-seok (já morto) sempre teve um cúmplice, e que agora executa suas vítimas com os mesmos traços de crueldade do seu “mestre”.

Todas as provas levam a crer que o cúmplice é seu filho, foragido da polícia há 18 anos. Com esse caso nas mãos ela agora fará de tudo para prendê-lo.

Imagem: Metro.style

Com o psicopata fazendo novas vítimas, o jornalista investigativo Kim Moo-Jin (Seo Hyun-Woo) também procura informações sobre o caso afim de publicar o furo. Ele que também vivia na mesma aldeia, tem interesse em ganhar fama relatando ao público sua convivência com o filho e “cúmplice” do psicopata. Mas como nem tudo são flores, e nem todas as flores são do bem, (trocadilho bem ruim eu admito) ele acaba encontrando digamos que uma certa dificuldade em executar seu trabalho.

Imagem: Metro.syle

A polícia começa assim uma caçada ao psicopata, que continua fazendo vítimas. Até que a detetive Cha Ji-won começa à suspeitar que seu marido possa estar ligado a todos os crimes. Com essa desconfiança ela passa a trabalhar sozinha, enquanto em casa finge não saber de nada, afinal, ela também é uma esposa apaixonada que está envolvida em escolhas complicadas. Nós conseguimos sentir o quão preocupada ela fica e como é profundo seu amor pelo marido. Desde o início, o espectador saberá qual é o segredo mortal do marido e suas razões para escondê-lo.

Também não conseguimos ficar divididos em ralação ao coração do Baek Hee-Sung, ele é um ótimo pai (isso é fato) e um marido maravilhoso. Mas então o que o fez levar a cometer tais crimes?

Imagem: Soompi

Ele então continua fingindo ser quem não é, permanece escondendo sua identidade tentando assim encontrar o verdadeiro cúmplice do seu pai.

Imagem: Soompi

Procurando por provas para entender o motivo do crime ou que possa inocentar seu marido, Cha Ji-Won segue a Do Hae-soo (Jang Hee-Jin) irmã mais nova do Do Hyun-soo, que guarda o segredo do irmão cosigo e se sente culpada pelo ocorrido no passado.

Preciso falar que apesar ter esse conceito mistério e suspense, há episódios que carregam um tom de sofrimento de partir o coração, essa cena (o reencontro dos irmãos) é uma delas. O drama tem um ritmo perfeito, cada episódio é repleto de desenvolvimento, ação e revelações suficientes para acalmar sua curiosidade, mas também mantê-lo envolvido e interessado.

Imagem: Soompi

Vemos a história tanto pela perspectiva da esposa quanto do marido, quando um tenta esconder sua identidade, o outro tenta desvendá-la.

Uma das coisas que me prenderam ao drama foi o fato da Cha Ji-Won não ter condenado o marido sem descobrir primeiro o que levou a fazer isso, e após a descoberta ela fez de tudo para protegê-lo.

Voltando para o suspense do drama (QUE É PERFEITO) e tem o tom certo (se é que vocês me entendem). Não posso deixar de falar aqui na família “adotiva” dos horrores.

Imagem: Amusings

Se toda família guarda um segredo, essa aqui guarda o seu acamado e monitorizado em um quarto. Segredo esse que fez o Do Hyun-soo ganhar uma nova identidade.

Como disse acima, as atuações do drama são fenomenais, portanto não posso deixar de fora dessa resenha o ator Kim Ji-hoon que dará todo sentido ao drama.

Imagem: JazmineMedia

Ao contrário de certos dramas, esse nos deu o retrato adequado de como um psicopata poderia estar vivendo entre nós, suas características e traços, são perfeitamente vivenciadas em cena.

Imagem: Idntimes

“Cada pessoa tem uma semente do mal. A maneira como essa semente se mostra é o que determina se essa pessoa é boa ou má”. (Kim Chul Gyu, diretor do drama)

Depois de passar por tantos traumas, será que Baek Hee-Sung é realmente uma flor do mal? Mesmo com a ligação em alguns assassinatos ele tem o direito de ser feliz?

Outro ponto positivo nesse drama pra mim é que não podemos prever nada nesta história, muitas vezes ficamos sem palavras com as cenas.

Imagem: Koreandrama.org

“As coisas que você acha que são importantes acabam se tornando menos importantes com o passar do tempo, mas quando algo é precioso pra você… Isso te machuca com o passar do tempo”

Baek Hee-Sung usou o amor da sua esposa para se esconder, o que ele não esperava é que esses segredos encontrariam um caminho de volta pra casa, e agora eles dois iram buscar pela verdade incessantemente, enquanto confrontam o questionamento se em algum momento houve AMOR?

Enfim… Fazia tempo que não assistia um drama tão bom assim. Nenhum episódio decepcionou, não via a hora de traze-lo pra vocês aqui!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

2 COMENTÁRIOS

  1. Meninaaa que arraso de resenha (pulei os spoilers). Ainda não assisti ele, mas muitas pessoas realmente curtiram o conteúdo e o ator também rsrs. Parabéns!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.