O Rei de Porcelana | Hangul: 연모 | Ano: 2021 | Gênero: Histórico, Romance, Ficção e Comédia | Episódios: 20 | Distribuição: KBS2, Netflix | Classificação Indicativa: 16

Olá dorameiros e dorameiras que acompanham o Koreapost, como vocês estão? Maratonaram muitos dramas nesse feriadão? Vamos falar sobre eles, hoje?

Confesso que estava aguardando ansiosamente para o lançamento desse drama e escrever sobre ele. Foi lançado entre Outubro e Dezembro de 2021 na plataforma de streaming, Netflix. O drama possui 20 episódios de até 70 minutos. Um drama que alcançou o top 10 da Netflix Brasil, após o sucesso de outras produções coreanas. E para os fãs de Kpop, temos dois idols no elenco principal: Rowoon (SF9) e Choi Byung Chan (VICTON).

O Rei de Porcelana ou The King’s Affection (título em inglês) é um drama, baseado em um manhwa com o título do drama em hangul “Yonmo”, publicada de 2011 até 2014, escrita por Lee So Young. O drama foi dirigido por Song Hyun Wook e o roteiro escrito também por Han Hee Jung.

O REI DE PORCELANA [DRAMA]
Via: chosun.com

A história se passa na Dinastia Joseon, e apesar de ser um sageuk 사극 (drama histórico), não se remete fielmente aos acontecimentos históricos coreanos, ou seja, é uma ficção. O foco, gira entorno da personagem principal e dos sentimentos recíprocos, mas proibidos dela e do seu amado.

Aqui você pode experimentar um pouco de O Rei de Porcelana:

A trama se inicia, quando a princesa, esposa do príncipe herdeiro Kang Hye Jeong (Lee Pil Mo) dá a luz a gêmeos, sendo um homem e uma mulher, mas o nascimento de gêmeos na família real era considerado um mau presságio e por isso, o pai da princesa, Lord Sangheon (Yoon Je Moon) resolveu matar a menina gêmea e todos aqueles que estavam no momento do parto. A princesa não permitiu que seu bebê recém-nascido fosse assassinado e implorou para que a deixassem viva, mas sem sucesso. Porém, ela foi ajudada e a filha gêmea é levada embora secretamente para fora do alcance do palácio.

A criança abandonada cresce conhecida pelo nome de Dam-Yi (Choi Myung Bin/Park Eun Bin) sem os pais e depois volta ao palácio sem saber da sua origem, como uma dama da corte do palácio. Por consequência do destino, ela conhece o irmão gêmeo Lee Hwi (Choi Myung Bin) – ambos desconheciam esse fato – e começam a trocar de lugar para que o jovem príncipe possa sair do palácio.

Entretanto, descobrem que a gêmea Dam-Yi está viva e fazem uma caçada para captura-la. Mas quando a criança é capturada, não era Dam-Yi e sim o príncipe Lee Hwi, disfarçado e ele é morto por engano. Consequentementente, a irmã Dam-Yi assume o lugar do irmão e se torna Lee Hwi (Choi Myung Bin/Park Eun Bin).

O REI DE PORCELANA [DRAMA]
Foto: slist.kr

Os anos se passam e Lee Hwi se torna o príncipe herdeiro e torna-se muito mais difícil de manter o disfarce. Agora a mãe de Lee Hwi está morta e o pai, agora Rei, está casado com outra pessoa e tem um filho que é considerado uma ameaça ao trono. Por isso, ele afasta todo mundo, esconde seus sentimentos e emoções e só mantém as pessoas de confiança como a dama da corte Lady Kim (Baek Hyun Joo) e o Eunuco Hong (Ko Kyu Pil), para não ter esse segredo descoberto.

Durante esse tempo, (re) aparece na vida de Lee Hwi, Jung Ji Un (Rowoon) por um acaso e logo após se torna o professor real (por um determinado motivo) do príncipe herdeiro. Ele é um personagem carismático, engraçado, otimista e principalmente, leal. Não deixa os princípios e valores serem corrompidos, diante de tanta corrupção no palácio.

Ao longo da aproximação dos dois, ambos começam a desenvolver sentimentos um pelo outro, e por ironia do destino, Jung Ji Un, especialmente, nunca se esqueceu de Dam-Yi o primeiro amor de infância, de quem teve que se separar. Porém, Dam-Yi não existe mais, então, o que será do futuro dos dois? Ambos estariam correndo o risco de vida, caso tentassem vivenciar esse romance e se descobrissem que Lee Hwi é uma mulher.

O REI DE PORCELANA [DRAMA]
Foto: Tem alguém Assistindo?

Ao passo dos acontecimentos de idas e vindas desse romance, há também os planos de Lord Sangheon (Yoon Je Moon) e os planos maléficos para fazer com que Lee Hwi – contra vontade – alcance o trono e ele consiga o que quer. A partir daí, Lee Hwi que sempre foi contra o avô, com a ajuda de Jung Ji Un e os apoiadores, tentam desmascará-lo. Daí nós nos questionamos: Será que eles vão conseguir? Porque demora bastante para termos essa conclusão.

Não posso deixar de lado, outros personagens importantes nessa trama. Lee Hyun (Nam Yoon Soo), o braço direito de Lee Hwi, Kim Ga On (Choi Byung Chan), que torna-se o segurança real de Lee Hwi, mas que tem uma particularidade na história de vida, No Ha Kyung (Jung Chae Yeon) e Shin So Eun (Bae Yoon Kyoung), que nutre um amor unilateral por Jung Ji Un, mas que é uma jovem da nobreza que possui um coração bom e uma pitada de modernidade. Os personagens secundários, também, são de suma importância para o andamento da trama.

A história particularmente é cativante, a trilha sonora nem preciso comentar, nos faz viajar no drama. Os cenários e figurinos como todo drama histórico são belíssimos, mas os episódios são muito extensos e os desfechos são bem demorados, mas não considero a trama previsível, talvez um pouco confusa e o final, incerto (o que pede uma segunda temporada). A atuação do elenco é impecável e o destaque fica para Park Eun Bin, por ter que se passar por um príncipe, apesar de todo sofrimento na infância e na vida adulta – sem dúvida, um personagem marcante no drama.

Você já assistiu? O que achou?

Espero que tenham gostado! Até a próxima!

[MV] OST: 

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.