Fonte: Netflix
Fonte: Netflix

안녕, 난 마누야!

Nossa, faz tempo que não trago uma resenha aqui pro KP.
Mas tudo bem, porque o dorama de hoje vai super compensar!

Hoje vamos falar de Possessed, dorama original Netflix com a OCN.
No elenco estão Song Sae Byuk e Go Joon Hee.

Song Sae Byuk é um grande ator de cinema, mas este é apenas seu segundo dorama. Ele está no elenco de My Ahjussi.

Go Joon Hee é veterana nos doramas e é a atriz principal de She Was Pretty, um marco de 2015.

Fonte: Wiki Drama
Song Sae Byuk | Go Joon Hee — Fonte: Wiki Drama

Possessed conta a história de Kang Pil Sung (Song Sae Byuk), um detetive policial que é tão excêntrico quanto competente.

Ele tem um estilo de trabalho um pouquinho fora dos padrões. Ele costuma trabalhar na base do instinto. E por mais que alguns companheiros da delegacia riam da cara de Pil Sung, eles fazem isso só para provocar. No fim, mesmo trabalhando com seu instinto, Pil Sung é respeitado dentro da delegacia porque seu instinto nunca falha.

De uma forma bastante peculiar, um dia ele conhece a sensitiva Hong Seo Jung (Go Joon Hee). Ele e os outros detetives estão no meio de uma perseguição a pé. O trambiqueiro que os detetives estão perseguindo está quase escapando quando Kang Pil Sung o alcança e os dois começam a se esbofetear no meio da rua.

De repente aparece Hong Seo Jung e os dois começam a gritar para ela. Óbvio que os dois querem que ela bata na cabeça do outro, e Hong Seo Jung resolve ajudar. Mas ajudar quem?

Ela pensa: temos um policial e um bandido, então provavelmente o bandido é o homem que está mal vestido, barba por fazer, cabelo que não se penteia há alguns dias.
Só que esse era Kang Pil Sung.

É assim que os dois se conhecem e em alguns encontros casuais (encontros de encontrar a pessoa na rua, não encontros amorosos), e passam a conviver. Um destes encontros (um dos primeiros) se deu quando Kang Pil Sung já tinha ficado sabendo dos poderes de Hong Seo Jung e resolveu pedir ajuda para resolver um caso de assassinato.

Está acontecendo uma série de assassinatos em Seul. Mulheres estão sendo encontradas mortas, nos mais diversos cenários, mas uma semelhança que une todos os casos é: todas as mulheres são achadas com espelhos próximo aos corpos. Só que isso não chega a ser “estranho” para a polícia. Não é estranho porque é exatamente o mesmo modus operandi de um antigo serial killer chamado Hwang Dae Doo.

O que é, sim, estranho é o fato de Hwang Dae Doo não poder ser o assassino destas mulheres pelo simples fato de que Hwang Dae Doo está morto. Na época que ele cometia os assassinatos desta forma, ele foi preso pelo policial Kim Nak Chun, foi condenado à morte e executado.

Só resta uma possibilidade: existe um imitador de Hwang Dae Doo por Seul e a polícia precisa encontrá-lo e prendê-lo antes que ele mate mais pessoas.

Fonte: Netflix
Fonte: Netflix

Como você já deve esperar, Possessed não é apenas um dorama policial, mas é um dorama com elementos sobrenaturais. Quer dizer, olha só a tradução do nome: Possuído. E olha só a personagem principal: Hong Seo Jung, uma sensitiva que vive vendos mortos durante toda sua vida e que odeia ser chamada de xamã. Porém, mais do que isso, Possessed também fala sobre o mundo dos mortos, almas, desenvolvimento espiritual, crenças e sobre o que se leva e o que não se leva desta vida.

Ao longo da história somos apresentados a Hwang Dae Doo, todo seu passado e, pasme: todo seu presente. Não se engane com o começo da história que se apresenta de forma leve e cômica. Muitas histórias de suspense e terror coreanas começam assim. É um estilo próprio deste tipo de obra coreana para prender a atenção do espectador e, antes que ele perceba, já está inserido num mundo de terror e desespero.

São 16 episódios de mais ou menos 1 hora cada, contando uma história sobre amor e ódio, desespero e esperança. E o final é bastante forte e agressivo, mas muito coerente para a história de Possessed.

Espero que minha resenha tenha te animado a assistir este ótimo dorama da OCN em parceria com a Netflix, que está disponível, claro, na Netflix.

Não se esqueçam de deixar seus comentários sobre o texto. Me digam se vocês se animaram a assistir Possessed e se conhecem outros doramas que falem do sobrenatural.

Até o próximo texto aqui no KP, vejo vocês nas minhas redes sociais e no meu canal no Youtube, o Coreanismo.

나중에 봐요!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



4 COMENTÁRIOS

    • Oi Lucy! Pode ficar tranquila, a resenha não tem spoiler, não.
      Parece muita informação, mas tudo isso é só o primeiro capítulo.
      O dorama é muuuuuito maior que o que mencionei. Pode ter certeza que assistindo você vai ver muita coisa que não contei aqui e vai se surpreender.
      É uma história incrível. OCN e Netflix estão realmente de parabéns!
      Muito obrigada por comentar. Fico feliz que tenha gostado da resenha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.