Revolutionary Love / Foto: Netflix

Nome: Revolutionary Love | Hangul: 변혁의사랑(O Amor de Byun Hyuk) |Gêneros: Negócios, Comédia, Romance, Drama | Episódios: 16

Eu demorei a me decidir a assistir esse drama, e me surpreendi com um enredo que me fez pensar muito sobre os problemas enfrentados pelos jovens que estão começando a vida e tem que tomar decisões tão importantes.

A história é centrada em 3 protagonistas, que se entrelaçam em um enredo sobre amizade, amores e diferença de classes. Mostra como um encontro inesperado muda o rumo da vida de um rapaz rico, mimado e bastante alienado.

É um drama que conta a história de um rapaz que vem se uma família muito rica, dona de uma grande empresa do ramo alimentício, que  é mimado e só faz o que quer da vida. Apesar de ter vivido até aquele momento como um playboy, ele é um cara sensível e até puro. Não temos muito acesso sobre como exatamente se passava sua vida antes, mas ele parece estar sempre metido em apuros até então, comprometendo sua reputação perante a família.

Revolutionary Love [Drama]
Byun Hyuk / Foto: Netflix

Baek Joon (Kang So-ra de Secret Zoo/2020), é uma protagonista que representa uma boa parcela da população que luta pela sobrevivência numa sociedade extremamente capitalista, e o fato de ser mulher aguça ainda mais o espírito heróico da personagem. Ela fez faculdade, é inteligente, habilidosa e competente,  poderia ter um bom emprego, mas por questões pessoais prefere assumir trabalhos de meio periodo e bicos pra se sustentar. Portanto, ela tem que trabalhar muito pra pagar suas contas.

Byun Hyuk (Choi Si-won de Work later, drink now/2021, e também cantor da banda Super Junior), é um rapaz rico, mimado e bem alienado, que tem todas as vontades satisfeitas. No momento em que se passa a história ele está com o coração partido por uma desilusão amorosa … Na verdade pode-se dizer que o que vamos acompanhar é a transformação de um playboy para um cara maduro e consciente. Algumas cenas parecem bastante exageradas, mostrando um rapaz que não conhece muito da vida, uma pessoa que não sabe o que é ‘trabalho de meio período’, ‘demissão sem causa justa’, etc…  é muito caricatural, mas é apenas para dar um toque cômico ao personagem.

O primeiro encontro com a Srta Baek é muito impressionante para ele, pois fica encantado com a personalidade e atitude da moça em uma cena que presencia, na qual ela é acusada injustamente de roubo por uma hóspede, no hotel onde trabalha (um dos muitos trabalhos que ela tem). Ela se defende brilhantemente aos olhos de Hyuk, e não tanto na percepção da gerente da moça, que a humilha e a despede após a ocorrência.

Revolutionary Love [Drama]
Baek Joon / Foto: Asian viki

Hyuk vive uma relação bastante conturbada com o patriarca da família, e apesar de todos acharem que ele tem a vida ganha por ser filho de uma família rica, ele sofre muitos abusos, inclusive físicos por parte do pai, que o espanca sem dó quando algo não sai como ele espera. Ver a Srta Baek se defendendo lhe foi muito prazeroso, pois era exatamente como gostaria de agir em relação ao pai, que considera tão injusto com ele. Hyuk gostaria de poder se defender e dizer o que pensa, pois segundo ele, seu pai nunca lhe escuta, e muitas encrencas nas quais se envolve são apenas mal entendidos.

Revolutionary Love [Drama]
Foto: Netflix

Acontece que o episódio da acusação de roubo se passa com a ex namorada de Hyuk, e aí ele descobre que sua amada não é tão legal quanto ele pensava… a cena toda mexe com ele.

É importante notar que a transformação que vamos assistir talvez não tivesse lugar se eles se encontrassem em outro momento que não aquele de sua decepção.

Após ver toda cena da Srta Baek com a ex namorada, ele faz uma declaração para si mesmo:

Digo adeus às minhas noites passageiras. Digo adeus à paixão que não me pertence mais.”

E o destino se encarregou de colocá-lo em um vagão rumo a mudança e a sua completa auto transformação.

Revolutionary Love [Drama]
Hyuk é expulso de casa / Foto: mydramalist

Para dar um pontapé literal nessa reviravolta, a sua vida muda drasticamente quando ele é expulso de casa completamente sem roupa! É isso mesmo! Pode acreditar! Essa foi mais uma das maldades insanas de seu pai… mas que nos rende boas risadas e também muita pena. A partir daí ele vai morar com seu amigo de infância que é quem sempre limpa sua barra, Kwon Jae-hoon, vizinho e amigo de Baek Joon.  Hyuk passa então a viver uma vida totalmente diferente de tudo o que já havia conhecido, e mesmo passando por algumas dificuldades, ele está anestesiado pela  fascinação por sua nova amiga, Joon.

E não vamos esquecer que já que ele carrega um grande sofrimento pelos maus tratos do pai, qualquer das situações estranhas pelas quais precisa passar a partir desse momento, lhe parecem bastante favoráveis até, além de quase tudo ser novidade. Um mundo novo se descortina, e ele ganha novos amigos com histórias interessantes, muita ralação e muito aprendizado de vida.

Revolutionary Love [Drama]
Kwon Jae-hoon / Foto: Netflix

O terceiro protagonista é Kwon Jae-hoon (Gong Myung de A Noiva de Habaek/2017), um jovem altamente inteligente que trabalha na empresa pertencente à família de Byun Hyuk. Eles cresceram juntos, e apesar de Hyuk gostar muito do amigo, não parecem ter uma amizade, mas sim uma relação de mestre-servo. Jae-hoon e Joon também já eram amigos antes dos três passarem a conviver, a aproximação deles rende boas cenas, num triângulo amoroso de amizade e amor.

Revolutionary Love [Drama]
Da esquerda para a direita: Hyuk, Joon e Jae-hoon / Foto: Rakuten Viki

Jae-hoon é um rapaz ambicioso, que cresceu sofrendo com a gritante diferença entre a sua vida e a de Hyuk, pois seu pai é o motorista da família. Ele cresce vendo seu pai agir de forma submissa e sem o mínimo de amor próprio. Mesmo assim, Jae-hoon se rende ao sistema trabalhista de forma devotada também, já que tem a oportunidade de trabalhar na empresa da família onde cresceu. Também aceita, não de bom grado, a função de protetor do herdeiro. O retrato dessa relação mostra que, para Hyuk, Jae-hoon é um grande amigo que sempre está pronto para lhe ajudar. E para Jae-hoon, Hyuk é uma pedra no seu sapato, que vêm a todo instante lhe mostrar a real condição de sua vida.

Revolutionary Love [Drama]
Foto: Netflix

O drama também aborda o importante tema de como muitos profissionais se anulam pra viver praticamente uma escravidão em seus trabalhos, expor essa situação pode ser transformador para uma sociedade com tantos abusos de poder, é um assunto pesado, mas que as pessoas preferem não pensar muito à respeito. Claro, que a versão do tema tem a tônica da cultura coreana, onde as pessoas são workaholic (viciadas em trabalho) e parecem achar normal trabalhar muito, e muitas horas por dia, mesmo que sacrifiquem seu sono e sua saúde, e tratam seus superiores como autoridades incontestáveis. Mas podemos fazer um paralelo com o que acontece em outros países, e no nosso. As histórias dos personagens ligados aos protagonistas e até a deles, mostra bem como isso é real e pode engolir toda a vida de uma pessoa.

Revolutionary Love [Drama]
Foto: Netflix

Uma particularidade que gostei bastante é que em alguns momentos, Hyuk lança alguma narração (em seus pensamentos) nos acenando o que pensa sobre si mesmo e sua vida, e sempre com mensagens profundas num tom poético, mostrando uma natureza sensível, observadora e triste. E para ilustrar o que eu digo, lhes trago uma dessas declamações, no exato momento em que seu pai lhe espancava na frente de inúmeras pessoas durante uma reunião da grande empresa da família. Minutos antes, Hyuk tentava se explicar ao pai sobre um ocorrido, e pedia que lhe permitisse arrumar a situação, que estava prejudicando a imagem da empresa, mas o pai ignora o pedido e lhe humilha diante de todos:

Cada ferida é como uma flor. Flores são coloridas. O aroma das flores penetra em feridas tocadas pela chuva. O coração que cheira a flores abriga uma ferida profunda, e feridas antigas cheiram a flores”, ele pensa… mostrando uma natureza sensível e com uma incrível auto consciência. Gosto muito dos seus pensamentos no desenrolar da trama.

Mas não pense que o personagem é depressivo, não, ele é muito bem humorado e mostra uma grande vontade de viver e ser feliz.

Uma curiosidade: Revolutionary Love, que em hangul tem o título de ‘O Amor de Byun Hyuk’ (tradução), marca o primeiro projeto de atuação de Choi Si-won após cumprir seu serviço militar obrigatório.

Então, estão prontos para rir bastante e se emocionar com virada do Hyuk? Uma coisa eu posso garantir: é uma história inspiradora.

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.