Olá meus dorameiros e leitores de plantão! Tudo bem com vocês?! Espero que sim…

Bem, eu decidi dar mais uma chance aos dramas épicos e encarei um de 28 episódios. Já fui preparando meu coração para grandes sofrimentos mais esse até que foi leve, hahaha…

No entanto, nunca detestei um rei em drama como aconteceu nesse. Sério, ele me me decepcionou por não ficar do lado do bem na história. Mas o restante, foi muito lindo, intenso e poético. Me inspirou bastante e espero que aconteça o mesmo com cada um que assistam.

A recomendação de hoje é:

Saimdang: Light’s Diary (사임당, 빛의 일기)

Estrelado por Lee Young Ae e Song Seung Hun, este drama histórico nos fala da história não contada da artista que desafiou os limites da sociedade e se tornou uma lenda. Tem aquele estilo entre vida atual e vida no passado que amo assistir. E cada episódio tem o poder de encantar com palavras profundas, poéticas e nos envolver em seus mistérios.

De início, na parte atual do drama conhecemos Seo Ji Yoon (Lee Young Ae). Ela é uma ótima e bem sucedida professora de história da arte coreana, mas que estará prestes a sofrer algumas decepções e calúnias por parte do seu professor, que antes era uma referência para ela, além de ser seu mentor.

SAIMDANG

De repente, o professor coloca em suas mãos um quadro que será uma grande descoberta histórica, mas como boa profissional, Seo Ji Yoon diz não ter certeza da autenticidade daquela obra de arte quando a estuda e examina. Mas visando lucros e reconhecimento, o professor resolve expor e anunciar o tão valioso patrimônio histórico e começa a hostilizar Seo Ji Yoon e a tirar tudo o que ela antes havia conquistado como profissional quando passa a ser o reitor da universidade em que ela trabalha.

Seo Ji Yoon, vê seu mundo e seus sonhos desmoronarem, e tudo que ela tinha planejado parece não ser mais possível. Em uma viagem à Itália, ela é literalmente abandonada, chutada e humilhada por seu professor. Mas, também será neste momento que ela recebe em suas mãos um livro, um diário, que mudará sua vida e destino.

Seo Ji Yoon percebe então que tem em suas mãos um verdadeiro tesouro e que poderá desmascarar as farsas do professor e ser reconhecida novamente. Entretanto, o que ela não sabia, é que os mistérios e segredos dentro daquele valioso diário também lhe pertenciam. Quando ela começa a estudar e se aprofundar na leitura, eis que ela começa a ver-se como a protagonista e escritora daquele diário e como surgiu a história do verdadeiro quadro pintado por Saimdang.

SAIMDANG 6

Shin Saimdang (também interpretada por Lee Young Ae) era e é uma figura histórica, uma artista e mãe de Yulgok, um famoso erudito confucionista do séc. XVI (veja o texto da coluna de História do Koreapost, para entender um pouco mais sobre esta figura importante da história da Coreia).

No mundo de Seo Ji Yoon, Saimdang é tão famosa que está até na nota de 50 mil wons . Na era Joseon, porém, essa fama ainda estava em desenvolvimento, e Saimdang era simplesmente conhecida como uma artista, poetisa e calígrafa talentosa e ousada. Daí, Seo Ji Yoon começa a lembrar de sua vida passada como a famosa Saimdang, e consegue encontrar o verdadeiro quadro e os misteriosos segredos que este quadro traz consigo. Fazendo-a descobrir uma linda história de amor, que jamais fora contada.

SAIMDANG 1

Agora, na parte épica do drama, conheceremos Saimdang e como sua história de amor com Lee Gyeom começa.

Lee Gyeom (Song Seung Hun), é um polímata (homem renascentista) da dinastia Joseon, talentoso na escrita, música e dança. Desde o momento em que conheceu a jovem Saimdang, as qualidades dela foram suficientes para deixar uma forte impressão e arrematar seu coração. Ele passa a viver a vida unicamente em função de seu amor por ela.

Mas o amor deles não será somente flores. Quando Saimdang e Lee Gyeom resolvem se casar e unir seus talentos e amor. O rei, que era como um irmão para Lee Gyeom, resolve mandar matar o Pai de Saimdang e para salvar a vida de Lee Gyeom e do restante de sua família, ela é obrigada a casar com outra pessoa (e é aí que a história começa a ficar tensa e o rei vai parar na minha lista negra!).

Mesmo Saimdang tendo se casado, Lee Gyeom não consegue esquece-la e nem entender as atitudes de sua amada. Então, ele resolve tentar viver uma vida de viajante e abandonar seu talento que também o fazia lembrar de Saimdang. Mas quando o rei faz Lee Gyeom voltar a sua a terra natal, ele reencontra sua amada, e se depara com uma realidade que não esperava.

Saimdang tem filhos, mas não é uma mulher feliz e tão pouco está vivendo de maneira confortável, socialmente falando. Seu atual marido é imprestável e só a mete confusões e humilhações, fazendo-a a abandonar seus talentos e sonhos para viver uma vida quase que miserável.

Lee Gyeom sem entender e aceitar aquela realidade, passa a tentar ajudá-la de alguma forma. E descobre as verdadeiras razões que o separou de sua amada. Ele descobre que Saimdang jamais o esqueceu e que ainda lhe ama como primeiro e único amor que ela teve. E então, ele tentará fazer de tudo para que ela possa viver melhor e mais feliz, mesmo não podendo ama-la como gostaria.

Saimdang mesmo vivendo uma vida que não planejava, aceitou viver daquele modo para garantir a vida de seu verdadeiro amor e o simples fato dele respirar, já era o bastante para ela continuar vivendo e amando-o em seus pensamentos e guardando-o em seu coração. Mas reencontra-lo e saber que ele abandonara seus talentos a deixou bastante aflita e triste, pois ela vê que ele não está bem.

Mesmo tendo condições sociais e consideração do rei, isso não importava mais para ele porque não tinha sua amada ao seu lado e isso cada vez mais o consumia. Saimdang então o enfrenta e o acorda pra realidade, e eles passam a expressar seu amor através das pinturas e poesias.

No entanto, isso será percebido por Whieumdang Choi (Oh Yoon Ah), uma moça de origem simples que desejava derrotar Saimdang como artista e mulher, culpando a rival pela rejeição sofrida por Lee Gyeom. Whieumdang começa a traçar planos para acabar com a vida de Saimdang e faz chegar ao conhecimento do Rei sobre o reencontro e união de Lee Gyeom e Saimdang (e então, a saga de “sofrências” começa mais uma vez).

Bom, os segredos entre a realidade e o passado vão ficando mais interligados e só assistindo pra saber como termina essa linda história de amor. Eu só posso dizer que amei a forma que eles conseguiram expressar tão grande e intenso amor, mesmo em uma época que não podiam ficar juntos por causa de tantos obstáculos e impossibilidades.

SAIMDANG 5

Acredito que não irão se decepcionar e entender tudo o que aconteceu. Então, corram e assistam essa incrível história pois Saimdang foi uma mulher que virou lenda e ainda é importante na história da Coreia. Vale a pena conhecer sua história e sua suposta história de amor.

Até a próxima, grande beijo pra vocês!!!!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



23 COMENTÁRIOS

  1. Olá, estou quase no final deste maravilhoso drama, nota 10! Esses amores dificultados pelas castas sociais, bastante peculiares nas novelas coreanas, realmente nos prendem desde as primeiras cenas.
    O cenário bastante rico, nos leva a conhecer a exuberante Korea e sua história! Nota 10!!!!
    Saudações cearenses, Dolly

  2. Estou no vigésimo episodio e simplesmente amando a série. Uma história de amor, exemplo de caráter, um aprendizado! Podes indicar mais series nessa linha!

    • Lidiane linda, obrigada! Vou voltar a escrever mais nessa linha, antes tenho que preparar meu coração para os dramas épicos . HaHa
      Mas realmente é um drama muito lindo.

  3. Olá! Esse kDrama foi realmente muito lindo e poético me prendeu do inicio ao fim, assisti tudo em 3 dias com muita empolgaçao!!! Mas o final me decepcionou! Elesnao ficaram juntos? Foi o espírito deles que se uniu no casarao da italia? Eles morreram de que? Ataque cardíaco? Ela foi embora deixou as crianças com o pai? Nao me conformei com a historia do Marido da Saimdang do futuro e também achei que a Saimdang do passado foi mto má com o Lee Gyum nao aceitando De NoVo a proposta dele! Caramba! Ela teve muitas oportunidades!!!! Eu to decepcionada com o final,e gostaria de expressar minha indignaçao em algum lugar! Rs Se tiver alguem que possa me explicar o que aconteceu fico agradecida!

    • Huahua! Amei o Indignada do fim. Kk
      Então, como você acompanhou tudinho, viu que o amor de ambos era bem mais o contato físico e sim o de espirito, respeito e admiração. Mesmo se amando do inicio ao fim, eles não se atreveram a manchar o nome que cada um construíram e conquistaram perante a sociedade. Naquele tempo a mulher não teria como lutar com grande honra por um amor. E ambos sabiam disso, por isso usaram sua arte para declararem-se. Enfim, foi isso que consegui entender do final. E como ela também foi e é um ícone na historia da cultura coreana, acho que o povo não quis tirar o foco da arte e da bravura dela como mulher que lutou para alcançar um reconhecimento por seu talento.

  4. COMO um trabalho TÃO lindo, tão detalhista, tão de alto nível pôde ter um final TÃO atabalhoado como esse???
    Problemas de roteiro, de continuidade e de edição…. Será que faltaram recursos bem no fim-zinho? Só isso mesmo pra explicar o ocorrido!

  5. Hahah entendi! Amor espuritual! Mas nem na vida futura eles ficaram juntos… Le Gyum coitado falou q eles eram linhas paralelas e foi exatamente o que aconteceu… Tipo a história é bonita mas acho que o final ficou um pouco mal contado… Tem alguns livros que tem finais assim, em que o leitor precisa imaginar o final… Seria tipo isso? Pq eles nao disseram do que eles morreram e nem se ficaram juntos realmente… E ainda colocaram eles separados no futuro! Estou frustrada! Rsrrs Obrigada Pela Resposta!!!

  6. Aí amei mto a história, mas q.raiva do final poxa que que custava eles ficarem juntos na outra vida.. um amor tão lindo e forte. Aí ela continua casada com aquele marido lá .. me estressei com o final de uma odisseia koreana …

  7. Também gostaria de uma segunda temporada para eles poderem desfrutar desse amor tão bonito no futuro. Eles nem se reencontraram de verdade, não gostei desse término e espero que tenha outra temporada para fechar melhor a história.

  8. Amei a história de Saimdang Shin e seu triste amor por Lee Gyeon. Tudo tão delicado, as vezes demonstrando um autodomínio extraordinário, a expressão facial da atriz nos momentos de dor e tristeza foram incríveis. Até mesmo a turma do mal, da Academia foram super. Mas aquele rei deveria morrer, um idiota perfeito. Vale ressaltar aquele general do rei que liberta o Gyeon e se suicida. Enfim, foi excelente em todos os sentidos.

  9. Sim, sim. Muito bem detalhado por você Maria. Eu amei muito também. Aquele rei contribuiu muito para o fim do relacionamento néh? Merecia um fim mais trágico sim. haha
    Excelente e merecia um final lindo. Mas sabemos que nem todas as lindas histórias terminam bem na vida real. E o que nos resta são as belas memórias, e creio que ficaram muitas nas pinturas. Obrigada pelo comentário e continue nos acompanhando. :*

  10. Acabei de assistir a essa linda, porém triste história de amor. Não conhecia os filmes Coreanos, porém a Netflix está com uma seleção de dramas, não só atuais como épico. Estou amando. Tomara que venham muito mais.

    • Olá Sonia!
      Muito obrigada pelo comentário, desculpa responder um pouco tarde, pois acabo não vendo os posts antigos com frequencia. Bem vinda ao mundo dos kdramas e kfilmes. Essa caminho não tem volta. haha
      Sim, a Netflix vem trazendo muitas novidades da Coreia e muitas histórias incríveis. Vou tentar fazer resenhas de dramas que estão surgindo por lá. Bju e continue nos apoiando.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.