The World Of the Married | Hangul: 부부의 세계 | Exibição: 27 de março – 16 de maio de 2020 | Episódios: 16 + 2 (especiais)| Duração: 75-93 minutos

Olá olá! Como estão? Primeiramente irei me apresentar, pois integrei o time de reviews de dramas agora, mas já trabalho com o time de traduções de matérias pro Koreapost há um tempo! Sou a Luiza, já estou nesse mundo dos dramas há 8 anos e sigo firme, forte e sofrendo por esses maravilhosos frutos do audiovisual!

Sou da área de audiovisual e cinema, então os meus reviews serão sempre focados não só na estética e trama do drama, mas em um trabalho audiovisual como um todo, fazendo review da direção, roteiro, direção de arte, trilha sonora, etc etc e etc. O audiovisual é rico em todos os aspectos e se pudesse faria um review de cada área de uma produção, mas ficaria dias escrevendo e vocês leriam por horas kkkkkk.

Enfim, hoje pra começar com tudo vim trazer pra vocês esse drama – um dos, se não for, o meu drama favorito de todos os tempos – e por mais que eu esteja nesse mundo de dramas há quase 10 anos, poucos me marcaram e me trouxeram o mais próximo da realidade o quanto “The World of the Married” o fez.

Atenção! Pode conter spoilers!

ENREDO

The World of the Married [Drama]
Fonte: Soompi

“Ji Sun Woo (Kim Hee Ae) é uma médica especialista em medicina familiar, muito respeitada em sua área e diretora associada do Family Love Hospital. Ela é casada com Lee Tae Oh (Park Hae Joon), com quem tem um filho adolescente, Lee Joon Young (Jeon Jin Seo). Sun Woo parece ter tudo, desde uma carreira de sucesso a uma família feliz, mas sem o conhecimento dela, ela é traída pelo marido e pelos amigos.

Enquanto isso, Tae Oh sonha em se tornar um diretor de cinema famoso. Ele administra uma pequena empresa de entretenimento e cinema com o apoio de sua esposa. Mesmo que ele ame e cuide de Sun Woo, Tae Oh se coloca em uma posição perigosa com um caso extraconjugal.”

The World of the Married [Drama]
Fonte: Como.ph

“The World of the Married” tem inspiração na série britânica “Doctor Foster” que na versão sul coreana foi escrita por Joo Hyun e dirigido por Mo Wan-il e Kim Sung-jin e foi recorde de audiência. É um drama com uma protagonista forte, apesar de ter os seus momentos de angústia, frustação e até questões psicológicas que a colocam em situações de vida ou morte, ela sempre pensa no filho em primeiro lugar e está disposta a batalhar por ele até nas horas de fraqueza.

Retrata a desconstrução de uma mãe e mulher bem sucedida aparentemente com a vida perfeita, mas que na verdade vivia em uma ilusão que apenas a mesma não enxergava. O roteiro nos guia para uma trama envolvente, com alguns diálogos expositivos (que aqui não nos atrapalham) fazendo com que o público consiga, a partir disso, captar e interpretar as pistas que mais pra frente serão fundamentais para o desenrolar do drama.

The World of the Married [Drama]
Fonte: Story Kpop

Tanto a antagonista como os coadjuvantes não só possuem um papel fundamental para a trama, como também são interessantes o suficiente para terem a sua própria história explorada e destrinchada para conhecermos melhor as motivações e personalidades dos mesmos. Normalmente os roteiristas optam por deixá-los apenas como um elemento que gera ação e reação na trama, aqui por outro lado, conhecemos um pouco da essência de algum deles, o que enriquece a narrativa.

The World of the Married [Drama]
Fonte: hype my
The World of the Married [Drama]
Fonte: Chingu to the world

ELENCO

O elenco, sem sombra de dúvidas, fez um ótimo trabalho interpretando seus personagens, dando um destaque a mais para a atriz Han So Hee que me surpreendeu positivamente, mesmo sendo o primeiro trabalho que me apresentou a ela. Kim Hee Ae, interpretou a nossa maravilhosa Ji Sun Woo, que de 3 indicações das duas maiores premiações do país, ganhou duas delas e não é pra menos, a atuação da atriz foi uma das que mais se destacaram no drama!

Park Hae Joon, viveu o personagem Tae Oh e nos mostrou um lado incrível de sua atuação! Além dos atores e atrizes que empenharam o papel de coadjuvantes tão perfeitamente que nos fizeram ter uma certa conexão com alguns deles. Todos tiveram uma ótima atuação e um tempo de tela bom para o que o roteiro propôs!

The World of the Married [Drama]
Fonte: Kdramapal
The World of the Married [Drama]
Fonte: NPOMV

CONSIDERAÇÕES PESSOAIS

Na maioria dos dramas, a sensação que temos é que eles querem nos transportam para um mundo fantasioso de amor, nos colocando no lugar da protagonista para viver aquele amor difícil, muitas vezes proibido, mas que no fim das contas, dá tudo certo e o desenrolar da trama é mais previsível.

Mas este não é o caso de ‘The World of the Married’. No começo do drama, ele nos dá essa primeira prévia de “queria estar no lugar da personagem com o mundo perfeito, carreira consolidada, etc”, mas com o passar das revelações, o público tende a não se ver mais na personagem, mas sim torcer positivamente pelas motivações que a levam a tomar certas decisões, porque é uma realidade que nenhum telespectador gostaria de viver, portanto ele (o público) passa a ter essa quebra de fantasia que a maioria dos dramas nos sugere, captando que esta sim é uma narrativa que pode acontecer na vida real e que nem sempre os acontecimentos de um drama são fantasiosos, principalmente esses de questão mais cabeça/adulta.

The World of the Married [Drama]
Fonte: Drama in the Rain

Por mais que tenha questões e ações de alguns personagens que são irreais na nossa perspectiva de mundo real, a produção consegue unir esses elementos perfeitamente, dando a possibilidade de que realmente poderia acontecer no nosso mundo, (SPOILER) por exemplo, a morte de um dos personagens coadjuvantes que após descobrirmos quem o matou nos leva a lembrar que é um drama e não o mundo real (pois no mundo real a chance de terem essa ligação, é menos provável), mesmo eles conectando peça por peça colocando na nossa mente que sim, talvez, pudesse acontecer na nossa realidade.

The World of the Married [Drama]
Fonte: Doramas

Portanto, se você está querendo sair um pouco da realidade dos dramas mais fantasiosos, ‘The World of the Married’ é o drama perfeito pra você! Mas lembrando que, esse drama é para maiores de 18 anos de idade! Se você for menor de idade e se for sensível em assuntos mais adultos, deixe para assistir mais pra frente!

The World of the Married [Drama]
Fonte: tumgir

Por mais que eu adorasse escrever mais e mais sobre essa obra, eu gostaria que você, caro leitor, tivesse a experiência por conta própria e assistisse ao drama para ter suas reflexões mais detalhadas também! E depois não esquece de vir aqui e me contar nos comentários! Até o próximo review! 😀


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

3 × um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.