Quando decidimos aprender uma nova língua, geralmente somos levados pelo excitamento de descobrir algo novo, mas nem sempre essa vontade de aprender dura muito. É assim com pelo menos a maioria das pessoas que conheci ao longo desses 20 anos aprendendo outras línguas. Para ajudar você que, como eu, quer aprender coreano e não desistir no meio do caminho, venho com essa nova coluna para apresentar uma forma simples e descomplicada de aprender coreano! Muito Prazer, meu nome é Suzani Fernandes, do Suz Hangul!!

Como todo início, quero brevemente falar sobre como o Hangul se chamava no início. O “som correto para instruir o povo”, 훈민정음 [run min jóng um], foi construído de forma que pudesse abranger os sons da língua coreana de forma simples e fácil de aprender. Por isso, os caracteres coreanos foram criados usando como símbolo partes do corpo onde o som é produzido, assim como o céu, a terra e o ser humano como referência. Uma forma bastante fácil de compreender os sons é prestando atenção onde eles acontecem dentro da sua boca. Assim, quando pronunciar cada uma das “letras”, observe como sua boca inteira se move, facilitando assim a assimilação dos sons.

Vamos começar falando sobre as consoantes, cujo nome em coreano é 자음 [dja ûm].

Desmistificando O Hangul
Pontos de articulação das consoantes coreanas. Fonte: sejong korean livro 1

Como se pode ver na imagem acima, cada som é reproduzido de acordo com onde ele se forma em nossa boca. Os sons que se parecem com o nosso K e G são produzidos quando a língua se levanta paralelamente ao céu da boca. É como se a parte do fundo da sua língua fosse tampar a entrada da garganta. Esses sons são representados pela consoante (기역ki-iôk), enquanto sons parecidos com nosso N, T e D são produzidos quando a ponta da língua bate no céu da boca. Todos esses sons têm início a partir da consoante (니은ni-ûn). Todas as letras cujo som sai ao aproximar os lábios, sendo elas representantes do nosso M, P e B, fazem com que nossa boca pareça um quadrado. Esse quadrado dá a forma da consoante (미음 mi-ûm).

Enquanto isso, S, Sh, J, TCH são sons do encontro da nossa língua com a parte interior dos dentes. Se reparar na imagem acima, o (시읏 shi-ût) parece exatamente com o caminho que o ar faz ao passar por nossa língua, subir os dentes e sair pela boca. Os sons do Ng e do H (parecido com o R em iniciais), acontecem em nossa glote, por isso seus caracteres se parecem muito com uma bolinha. Este é o (이응 i-ûng).

Estas, ㄱ,ㄴ,ㅁ,ㅅ,ㅇ, são as consoantes básicas e a partir delas conseguimos construir as demais consoantes usadas no alfabeto coreano. A construção das demais consoantes se dá ao adicionar traços a elas. Por exemplo, (디귿 ti-gut) nada mais é que o ㄴ com um tracinho sobre ele. Já percebeu que alguns coreanos pronunciam palavras que começam com ㄴ de uma forma tão nasalada que parece que estão pronunciando ㄷ? Já o ㅁ aceita traços na vertical para formar o (비읍 pi-up) e traços horizontais para formar o (피읖 pi-up).

Todas essas consoantes transformadas por traços adicionais se formam no mesmo ponto de articulação, ou seja: língua encostando inteira no céu da boca, ou só a ponta… ou então os lábios se juntando para formar o som, ou o ar passando pelos dentes. Quando temos essa imagem da articulação em nossa mente, tornamos mais fácil a memorização. Falando nisso, um traço horizontal pode transformar o ㅅ em (지읒 ji-ut). Dois traços podem transformá-lo em (치읓 chi-ut) e o mesmo vale para o ㅇ que se transforma em (히읗 hi-ut). É simples e maravilhoso como as consoantes saem todas da mesma base e transformam os sons.

Agora que você já sabe onde esses sons se formam, experimente colocar a língua nos pontos de articulação e tente formar um som. Não precisa de muito esforço para perceber o som da consoante. Com este exercício, você pode aprender as consoantes sem precisar de romanização! Não seria incrível não precisar de letras romanas para aprender o coreano?

No próximo post, apresentarei todas as consoantes e seus nomes, além de explicar o porquê de ser tão importante saber o nome e a ordem de cada uma!

Para mais dicas, sugiro uma visitinha na página do instagram @suzhangul.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.