Oi gente! 😀

Sim, sim! Hoje é dia de KP Travel!

Depois da gente conhecer a cidade de Incheon na KP Travel anterior, hoje a gente vai para um destino que agrada aos amantes da natureza e da tranquilidade: a Ilha Gaudo.

Quando a gente pensa em ilha e Coreia do Sul, geralmente vem a mais conhecida de todas, Jeju. Mas a Coreia do Sul tem várias ilhas, e uma delas é a Ilha Gaudo.

Gaudo Island
Vista aérea da ilha gaudo / foto: visit korea

‘Fabi vai ter aula de história hoje? Mudança de nome?’

Hm, hoje tá mais tranquilo! ;D

A Ilha Gaudo é uma das oito ilhas da Baía de Gangjinman, também, é a única dessas oito ilhas que é habitada! Ela está localizada na província de Jeollanam-do. Mas, ela foi parte de Daegu-myeon até 1789 e depois foi incluída em Boam-myeon (hoje Doam-myeon) em 1914, por causa da reorganização administrativa.

O nome faz referência a Montanha Boeunsan, localizada em Ganjin-eup, que tem a forma semelhante a cabeça de uma vaca. Isso mesmo, uma vaca. A ilha inteira parece com um tipo de vareta que era usada no pescoço das vacas, para puxá-las. Dai surgiu o nome Gaudo, onde ‘Ga’ vem dos caracteres chineses que davam nome para esse tipo de vareta usada em volta do pescoço das vaquinhas.

Para chegar lá, é necessário viajar cinco horas de ônibus (olha, cinco hora se você estiver em Seul, tá?). Ou no trem KTX (que mesmo assim você vai ter que pegar ônibus para lá) Mas, essa longa viagem vale a pena viu?

Daí, surge aquela mesma pergunta de sempre: ‘Fabi, o que podemos ver lá? O que tem para fazer nessa ilha?

Ama a natureza? Pois é o lugar certo!

Foto: Visit Korea
Foto: visit korea

Da Ilha Gaudo, você pode ver toda a Baía de Gangjinman e as ilhas desabitadas de todas as direções. Várias espécies lindas de plantas como a magnólia e  pinheiros pretos do Japão crescem na ilha.

Cruzar a ponte que liga a cidade de Gangjin a Ilha Gaudo

Foto: Visit Korea

Chulleong Dari / Foto: Visit Korea

A ilha está situada no ponto mais ao Sul da península coreana e sua ligação com ela é uma ponte sobre as águas da baía, chamada de ‘Chulleong Dari’ que  significa ‘ponte que balança’. É uma caminhada de aproximadamente 15 minutos (para a colunista, seriam uns 20 talvez), para quem gosta de fotografar é o lugar certo, pois há áreas maiores ao longo da ponte onde você pode aproveitar a brisa sem atrapalhar a galera.

Comer!

Foto: Philippine Kpop Convention
Foto: philippine kpop convention

As ilhas são o paraíso para os amantes de frutos do mar, e na Coreia então… Olha, no fim da ponte há um restaurante que serve estas delícias. Mas, sabe qual é a especialidade? Polvo vivo. Exatamente, polvo vivo. Interessante, mas eu ia preferir uma panqueca de frutos do mar mesmo. Sem emoção demais!

Trilha

Foto: Visit Korea
Foto: visit korea

Comeu demais? Quer começar logo a gastar umas calorias? Então opte pelo Hamggeahe-gil! Uma trilha de 2,5 quilômetros em meio as belezas naturais da ilha esperando que você vá explorá-la.

Tirolesa

Tirolesa Igaudo

Sabe aquela lógica de ‘foi para tal lugar e não fez/foi tal coisa? Mesmo que não ter ido’? Exato, se aplica se você não aproveitar a tirolesa da ilha! (A gente entende quem tem medo de altura, aí ok, não vá) São 25 metros, a tirolesa vai da Torre Cheongja, passa pela ilha até o fim da baía. Pela experiência e vista, vale muito!

A Ilha Gaudo é uma daquelas ‘belezas escondidas’, não é um destino muito conhecido para quem já tem umas ideias de lugares bonitos da Coreia. Mas, não tem como dizer não para a Ilha. Também, vale a visita na cidade de Gangjin, que existe desde o século 15 e é a casa de mais de 40 mil habitantes.

Agora, nossas informações mais do que úteis:

1330 – O famoso ‘Atendimento ao Turista’ que a gente já conhece! (Disponível em inglês, de qualquer telefone)

Visit Korea (aqui) (Disponível em Inglês)

Até tem o site da região de Gangjin, mas ele só está disponível em Coreano. Mesmo assim, a gente disponibiliza para quem quer ir e já está com o coreano preparado! (aqui)

Eu fico por aqui e espero vocês para acompanhar o próximo destino da KP Travel! Annyeong! o/


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.