Lançado no Brasil como um dos vários contos selecionados para o livro Contos Contemporâneos Coreanos, traduzido pela professora Yun Jung Im pela editora Landy, em 2009, o conto Chuva de Verão (publicado originalmente em 1953), do autor Hwang Sun-Won, conta o encontro de duas crianças. O menino vê a menina pela primeira vez no caminho de volta da escola, em um riacho. A curiosidade dela chama a atenção do menino desde o primeiro encontro. Ele logo a identifica como bisneta de um dos moradores da vila, Sr. Yun, que havia se mudado da capital; isso explica o porquê de ela parecer tão encantada em brincar no riacho. Eles não se falam na primeira vez em que seus caminhos se cruzam. Eles só vão realmente conversar dias depois, quando a menina faz uma pergunta ao garoto.

– Ei. – Chamou a menina.
Ele fez que não ouviu até chegar à outra margem.
– Ei, que tipo de ostra é esta aqui?
Sem querer, volta-se. Os seus olhos encontram-se com os dela, negros e límpidos. Rapidamente, abaixa o olhar para ver o que tem nas mãos.
– É ostra-de-seda.
– Que nome lindo!

Eles, então, resolvem explorar as redondezas. Passeiam por plantações, entre o gado, até que uma forte chuva de verão começa a cair. Eles procuram abrigo e acabam encontrando uma casinha de tocaia, que acaba não sendo de muita ajuda. Vendo a garota com frio, o menino constrói rapidamente um abrigo de varas de sorgo, onde a chuva quase não entrava. Os dois dividem o abrigo improvisado até a chuva passar e voltam para suas respectivas casas. O menino passa a ansiar o encontro com a garota no riacho.

Com ar bucólico, o conto retrata de forma delicada a inocência do primeiro amor, assim como a vida simples das pessoas do campo. É um dos contos mais famosos do autor e leitura obrigatória nas escolas coreanas. Chegou até a ser transformado em musical, contando inclusive com a atuação de Seungri, integrante do grupo Big Bang.

Capa do livro "Contos Contemporâneos Coreanos"
Capa do livro “Contos Contemporâneos Coreanos”

Sobre o Autor

Hwang Sun-Won nasceu em Taedong, território que hoje pertence à Coreia do Norte, no ano de 1915, durante a ocupação japonesa. Sua primeira publicação foi o poema “Meu Sonho”, em 1931, com apenas 16 anos. Formado em literatura inglesa pela Universidade Waseda, no Japão, Hwang Sun-Won publicou sete romances, mais de cem poemas e uma centena de contos, além de outros escritos. Foi um dos escritores que continuou a escrever em coreano, desafiando a proibição do uso da língua pelo governo japonês.

doodlefinder.org
doodlefinder.org

Depois de sua morte, em 2000, a Universidade Kyunghee (onde o autor trabalhou até a aposentadoria) criou uma parceria com o município Yangpyeong-gun para a criação de um lugar em que as pessoas pudessem entrar em contato com a literatura de Hwang Sun-Won. Assim nasceu a Vila Sonagi (서나기, significa “chuva de verão” e é o título original do conto apresentado acima), em 2003. Para saber mais sobre o lugar, assista este vídeo (legendas em inglês).


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.