Olá! Aqui estamos para mais uma terça-feira de KP Travel!

Conhecemos um pouco das relíquias históricas da Coreia na coluna passada sobre o National Museum Of Korea. Continuamos em Seul, mas nosso destino de hoje é o Mercado Gwangjang e sua infinidade de sabores e produtos.

Há muitos mercados na Coreia, especialmente na capital, isso é fato. Mas, o Mercado Gwangjang tem aquela coisa especial. Dizem que ele é ofuscado pelos mercados Dongdaemun e Namdaemun (falei dele aqui), mas eu não concordo muito não! Cada um tem suas particularidades e o Gwangjang tem as suas especialidades.

O Mercado Gwangjang tem mais de 100 anos de história. Sua origem começou bem lá atrás quando a Coreia ainda estava sob o domínio dos japoneses. Naquela época os mercados na coreia eram temporários, mudavam-se para diversos lugares em certos períodos de tempo e além disso: só funcionavam em dias específicos, como algumas feiras livres aqui do Brasil.

isso mudou lá na Coreia, quando foi estabelecida a Gwangjang Corporation, em 1905. Com o propósito de reafirmar a soberania coreana frente aos japoneses, as tradições do país e para ser um mercado dirigido por coreanos o mercado foi erguido. Essa iniciativa também pensou em facilitar a vida dos coreanos, já que foi o primeiro mercado a abrir diariamente.

Mercado Gwangjang e suas instalações do passado. Foto: Gwangjang Market Official Site
Mercado Gwangjang e suas instalações do passado. Foto: Gwangjang Market Official Site

Sobreviveu depois de ter sofrido danos a sua estrutura durante a Guerra da Coreia (1950-1953). Depois, em 1962 o mercado foi dividido e uma dessas partes passou a ser o Mercado Dongdaemun. Prédios novos foram construídos e ambos passaram a funcionar  separadamente.

Gwangjang sempre está lotado de pessoas, e é mais popular entre os jovens e turistas curiosos que são atraídos pela variedade de comida, roupas, acessórios e vários outros produtos vendidos com bom preço. Os turistas estrangeiros também são atraídos pelos motivos citados anteriormente mais o fato de que o mercado é frequentemente mostrando em programas de variedades da TV coreana, como o programa Running Man. (Apareceu no episódio 186 do programa 😉 )

Também atrai os casais que já estão nos preparativos para o casamento! Lá é um dos lugares preferidos dos noivinhos para comprar itens de cama, mesa e banho por preços bons dentro de um único lugar.

O que tem de bom por lá Fabi? Olha, tem muita coisa. Mas, sendo turista eu iria atrás das seguintes coisas:

  1. Conhecer as coisas que são vendidas por lá
Passagem do Mercado Gwanjang em funcionamento. Foto: ladyironchef.com
Passagem do Mercado Gwanjang em funcionamento. Foto: ladyironchef.com

Sim. Isso mesmo! Conhecer as coisas que por acaso só sejam vendidas na Coreia, também saber as coisas que as pessoas compram diariamente para a suas casas, como vegetais e frutas. Seria interessante, pelo menos para mim. Também iria querer aprender com as pessoas que vendem Kimchi, até um tempo desses eu nem sabia que existiam vários tipos! Então seria uma boa oportunidade para aprender.

2. Provar os sabores da comida de rua

(Video: Theseoulguide.com)

Como ir num lugar conhecido por ter a melhor e maior variedade de comida de rua e passar reto pelas barraquinhas? De jeito nenhum! Só de ver esse vídeo já dá para imaginar que quando você chega lá, é aquela mágica de ficar com fome quase que instantaneamente!

A queridinha dos visitantes por lá é o Bindaetteok, que é uma panqueca feita de um tipo de feijões, e que os coreanos só fazem durante celebrações como o ano novo e o Chuseok. (Dá para imaginar o significado que essa comidinha tem não é?)

3. Compras!

Hanbok,  vestimenta tradicional coreana e peças de seda em uma das lojas do mercado. Foto:The Seoul Guide
Hanbok, vestimenta tradicional coreana e peças de seda em uma das lojas do mercado. Foto:The Seoul Guide

São aproximadamente 5 mil lojas esperando para serem visitadas! *-* Olha, vende de tudo mesmo! Muitos dos lojistas que estão estabelecidos por lá tem suas próprias fábricas e até fornecem produtos para os mercados vizinhos e lojas de departamento.

O Gwangjang é conhecido por vender produtos da indústria têxtil. Mas, a estrela de vendas são as peças de seda de ótima qualidade e o Hanbok, que é a vestimenta tradicional coreana. Também é a chance para você, que está turistando comprar aquelas lembrancinhas para os amigos e parentes hein?

Vamos as informações importantes para chegar até lá e aproveitar!

Endereço:

03195 88, Changyeonggung-ro, Jongno-gu, Seul.

Fachada do Gwangjang Market. Foto: Lady Iron Chef
Fachada do Gwangjang Market. Foto: Lady Iron Chef

Telefone:

+82 – 2 – 2267-0291 (Disponível apenas em coreano)

Site:

Gwangjang Market Official Site (Disponível em Coreano, Inglês, Chinês e Japonês)

Transporte:

Linha 1 do metrô de Seul para a estação Jong-no 5-ga. Saída 7.

Horário de funcionamento:

Geralmente as lojas e demais vendedores começam a funcionar/trabalhar das 09:00-18:00. (Algumas podem abrir das 07:00-19:00). O horário varia também por loja, mas usualmente a maioria funcioná no primeiro horário mencionado anteriormente. Fora as lojas de roupa e vendedores de comida, a maioria das lojas fecha aos domingos.

Entrada:

Livre de taxas adicionais.

 

Então, fico por aqui! Espero encontrar vocês na nossa próxima KP Travel. Até lá! :*


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.