No último post, aprendemos sobre a primavera durante a dinastia Joseon e importantes festivais que os coreanos costumavam fazer. Hoje vamos aprender mais sobre o verão e como as pessoas agiam na época mais quente e também mais produtiva do ano em questão de crescimento das plantações!

Casas Da Vila Tradicional De Yongin. Fonte: Pinkist
Casas da vila tradicional de yongin. Fonte: pinkist

단오 5/5

O Verão Em Joseon
Mulheres se lavando no dia do 단오. Fonte: tistory

Antigamente acreditava-se que dias com números repetidos eram cheios de energia. Por isso o 단오, quinto dia do quinto mês no calendário lunar, é um dia especial. As pessoas costumavam lavar os cabelos em água perfumada e se arrumar para que bons espíritos as visitassem. Também era um bom dia para ver pés de cereja, que do contrário do que imaginamos, não são as flores que desabrocham na primavera.

Por ser o dia em que se finalizava a plantação do ano, era também como uma forma de aliviar a fadiga do trabalho e do verão. As pessoas faziam 비녀, aquele acessório que as mulheres da dinastia usavam no cabelo. Também faziam e presenteavam leques para afastar o calor. Havia também apresentações feitas por palhaços com máscaras em seu rosto. O festival do 단오 ainda é feito hoje em dia, em Gangneung! Outras atividades eram fazer carimbos, colher artemísia entre as 11 da manhã e 1 da tarde, lutar Shireum, praticar arco e flecha, etc. As mulheres se balançavam e aproveitavam para sair de casa, já que as aristocratas não tinham o costume de sair de suas casas.

칠석 7/7

O Verão Em Joseon
Fonte: xinhuanet

Este era o dia de oferecer sacrifício às estrelas. Essa tradição tem origem da cultura chinesa e o calor começa a sufocar, deixando o tempo bastante úmido. De acordo com uma lenda coreana, um rei celeste teve uma filha chamada Jingnyeo. Um dia quando ela olhou pela janela, viu um jovem chamado Gyeonwoo através da Via Láctea e se apaixonou por ele. O pai permitiu que os dois se casassem, mas o casal se recusava a trabalhar. O rei ficou furioso e ordenou que ambos vivessem separados, podendo se encontrar apenas uma vez ao ano. No sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar, eles se encontravam, mas não podiam atravessar a Via Láctea. Mas corvos e pegas trabalhavam formando uma ponte para que eles pudessem se ver.

Outros Festivais

Além do 5/5 e 7/7, durante o verão também haviam outras datas especiais, como o 토왕일, ou dia em que o solo está mais forte. Por ser um dia de sol alto e muita energia solar, acreditava-se que era o dia perfeito para a germinação das plantas. Havia também o 백중날, celebração onde os trabalhadores dividiam comida e bebiam juntos. Eles costumavam também celebrar o Buda neste dia, oferecendo refeições como forma de gradidão à divindade.

Apesar destas celebrações se tornarem escassas nos dias modernos, é interessante ver que algumas regiões da Coreia mantém sua tradição e relembra todos os anos estas festividades. Sem elas, pelo calor úmido e sufocante da penínsua coreana, talvez fosse bastante difícil sobreviver, mas juntos os camponeses compartilhavam o que tinham, seja comida, bebida ou sua companhia através destes jogos e atividades.

Você conhecia algum desses festivais? Conte pra gente nos comentários!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.