Faltam poucos dias para eu retornar ao Brasil. Sinto que ainda tenho muito mais para fazer na Coreia e estou lutando contra o tempo para poder aproveitar o máximo possível. Quarta-feira estava programada para eu voltar para a casa do meu pai para almoçarmos juntos e passar a tarde conversando. Pois à noite, novamente eu teria compromisso com uma amiga que conheço desde a minha infância no Brasil.

IMG_2294
Eu e minha amiga Diana Lee
Nós fomos à um Restaurante/Buffet Japonês
Nós fomos à um Restaurante/Buffet Japonês

IMG_2290

Passando alguns dias na casa de amigos, no caminho para a casa do meu pai recebi uma ligação. Era para uma reunião de urgência de meus interesses pessoais. Então, cheguei na casa do meu pai, almocei rapidamente e fui para esta empresa que fica localizada em Gangnam.

IMG_2298

A minha vinda na Coreia foi para realizar um sonho e se tivesse oportunidade, também tinha o intuito de fazer algumas parcerias e negócios em nome do Koreapost, mas, o mais importante era rever meu pai, tios e primos e conhecer meus sobrinhos que só conhecia pelas fotos de 20 anos atrás.

Enfim, encontrei muitas pessoas boas que me apresentaram mais pessoas… Conheci vários lugares que mesmo os próprios coreanos daqui não tiveram oportunidade de conhecer.

Para a quinta-feira estava programado eu encontrar uma pessoa que poderia me ajudar muito em alguns projetos para 2017. No dia acordei com indisposição, dor de garganta, febre e dor de cabeça, pois fazia dias que não conseguia dormir e andava o dia inteiro debaixo de Sol.

Mas a indisposição não venceu a minha vontade de conhecer mais e mais lugares e pessoas aqui na Coreia. Então, fui à luta. Me perdi pela primeira vez nas estações de metrô (realmente é complicado no começo), me estressei mas nem isso me fez desistir.

A novidade é que ontem eu tive reunião com um dos representantes de algumas empresas de entretenimento.

Muitos amantes da cultura coreana sonham em viajar ou morar na Coreia. O meu sonho sempre foi de um dia voltar para a Coreia… Sonho que foi realizado após 31 anos. Eu, sendo coreana legítima, fui educada pelo meus pais, dentro dos padrões da minha terra. Mesmo assim, havia muitas coisas que eu não entendia e nem concordava com os coreanos.

Então, resolvi esclarecer algumas coisas que senti nos 20 dias de experiência na Coreia. Como muitas pessoas imaginam, a Coreia não é tão perfeita!!! Em todo o lugar no mundo existem prós e contras.

IMG_2304

Comportamento das Pessoas  – Não é novidade dizer que nos transportes públicos há assentos preferenciais. Mas o que me indignou foi quando eu vi que os jovens também não cedem os lugares para os idosos quando estão sentados nos assentos comuns. Até existem algumas explicações para isso… Mas eu não concordo, de qualquer forma.

Violência – A taxa de criminalidade nas ruas é praticamente “zero”. Pessoas andam com o celular nas mãos, vendo novelas e programas de televisão pelo celular. Em todo o lugar, todo mundo está com o celular na mão e nada acontece.

IMG_2296

Estrutura Urbana – Todas as ruas… SIM!!! Todas as ruas da Coreia são de mão dupla!!!! Isso faz com que você obrigatoriamente tenha que obedecer o semáforo. Às vezes é muito complicado quando o pedestre quer atravessar a rua, tem alguns carros parados em uma mão e não tem carros vindo em outra. Muitas vezes me deu vontade de sair correndo como fazemos no Brasil. Mas, nas ruas de Seul sempre tem guardas de transito em todas as esquinas apitando para que o semáforo seja rigorosamente obedecido.

IMG_2300 IMG_2303

Tratamento aos Clientes em Comércios – Pelos doramas eu já sabia que quando as clientes mulheres vão as lojas, os comerciantes as chamam de “unnie”, independente de idade, mesmo que o comerciante seja mais novo ou mais velho que a cliente mulher.

IMG_2297

No metrô – Muito diferente do metro brasileiro, na Coreia existem varias placas sinalizando a estação em que se encontra e telas de informações sobre a localização do trem, com previsão de chegada etc. Por existirem muitas, mas muitas estações de metro MESMO, os próprios nativos se perdem ou se confundem ao utilizar esse transporte. Tem o mesmo numero de linha, mesma cor mas destinos diferentes e ninguém havia me falado que os trens do metro são diferentes, ou seja, passa um trem para um destino e em seguida passa outro trem para outro destino. E dependendo da estação os trens demoram de 5 a 15 min, isso faz com que se perca a paciência pois, os metros do Brasil vem muito mais rápido.

Bom, por hoje é só pessoal!! Amanhã tem mais!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.