No domingo, 11 de Setembro, com a programação já combinada, saímos cedo para o cemitério onde meus avós paternos e meu tio estão enterrados. E ali, eu fiquei sabendo de mais histórias da minha família.

Yi Hwang foi um estudioso, mestre e poeta do século 16 (ele está na nota de 1.000 Won, como você pode ver nesta matéria – Quem é Quem no Won Coreano) e descobri que sou da décima sétima geração depois dele! Sim!!! Vim de uma família nobre e tradicional.

Também descobri que meus avós e tio estão enterrados nas terras do meu tatara tatara (não sei quantos tataras) avô Yi Hwang, e a extensão das terras chega ao tamanho de uma cidade!

 

Como está chegando o feriado do Chuseok (acompanhe ainda esta semana no Koreapost uma matéria especial sobre o Chuseok) há um ritual que deve ser cumprido (semelhante aos rituais do Seollal que você pode conferir na matéria Seollal, o Ano Novo Lunar Coreano). O ritual começa com saudações aos espíritos ancestrais (na forma de reverências) e prossegue com oferendas e orações antes de terminar com a despedida aos espíritos. O ritual é realizado para expressar respeito e gratidão para com os ancestrais e para orar pelo bem-estar da família.

Nas fotos abaixo vocês podem ver mais ou menos a sequencia de eventos do ritual, protagonizada pelos meus primos:

IMG_2168 IMG_2169 IMG_2170 IMG_2171

Depois fomos visitar uma aldeia de casa tradicionais que chamamos de hanoks, que são as casas tradicionais coreanas (saiba mais neste texto – Na sua próxima viagem a Coreia fique em uma Hanok).

O interior de uma Hannok.
O interior de uma Hannok.
No caminho, ainda passamos por uma lojinha de souvenirs tradicionais.
No caminho, ainda passamos por uma lojinha de souvenirs tradicionais.

Amanhã tem mais!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



1 COMENTÁRIO

  1. Carolinda, que emociante deve ter sido para você saber um pouco mais sobre seus antepassados neh? o máximo que conheço é meus avós materno, mas talvez seja um boa tentar saber mais sobre nossos antepassados neh? Espero que continue aproveitando muito. Bjoooooos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.