No mundo digital acelerado de hoje, marcado pela eficiência, simplicidade e conveniência, coisas como cartas feitas à mão, câmeras com rolo de filme e discos, são muitas vezes descartadas como relíquias de uma era passada.

Mas um número crescente de pessoas como Andrew Jeong, preferem produtos analógicos em busca de um estilo de vida lento e ainda mais “humano” – mesmo correndo o risco de ser zombado por não se manter a par das tendências contemporâneas.

Eu prefiro livros em papel, artigos e agendas diárias à livros e planejadores digitais, porque eu estou mais emocionalmente ligado a eles“, disse Andrew, 28 anos, jornalista do Mergermarket Group, um meio de comunicação financeiro de Londres, a Yonhap News Agency.

Sim, eu posso parecer estar ficando atrás de outros que estão mergulhados em tecnologias digitais, mas coisas análogas carregam o calor humano e mais significado. Por isso, eu posso ser mais meticuloso na manipulação de minha rotina diária, embora os gadgets digitais sejam muito mais rápidos.

A Nostalgia Analógica No Mundo Digital Da Coreia
Andrew jeong escreve seus compromissos em uma agenda. Foto: andrew jeong / yonhap.

Aqueles que favorecem o estilo de vida analógico sentem-se inseguros, particularmente sobre a escassez de elementos humanos na era digital – a individualidade única de cada pessoa, sinais de imperfeição e desleixo que dificilmente podem ser encontrados em máquinas, exceto em casos imprevistos.

É claro, é mais rápido, mais preciso e mais claro se você usar seu computador para escrever apenas um e-mail no lugar de uma carta“, disse Kim Su-hyun, um estudante de 16 anos de idade do ensino médio em Bucheon, a oeste de Seul. “Mas se você escrever (a carta), você pode adicionar algum valor emocional a ela e transmitir seus sentimentos profundos mais precisamente.”

Apesar da conveniência das câmeras digitais, Kim Hyun-ji, uma funcionária de 28 anos de Seul, ainda gosta de usar sua câmera de filme antiga, devido ao tom único de cor em fotos analógicas e sons de obturador. “Eu aprecio o som que recebo ao clicar no obturador. Ele é diferente do que da câmera digital“, disse Kim Hyun-ji.

Além disso ela gosta de imprimir todas as fotos tiradas com sua câmera analógica e colecioná-las, independentemente da sua qualidade. “Com câmeras digitais, você pode facilmente excluir as fotos que você não gosta, mas com câmeras de filme, você pode manter e valorizar cada foto como uma boa lembrança“, disse ela. “Também é interessante tocar nas fotos impressas.”

Especialistas dizem que as pessoas que já foram hipnotizadas por tecnologias de ponta, parecem estar se tornando cada vez mais nostálgicas pela era analógica, à medida que exploram maneiras de extinguir sua sede insaciável por algo “novo ou diferente“.

Produtos analógicos que costumavam ser considerados antiquados, agora se tornaram itens raros com atratividade recém-descoberta, que os diferencia da abundância de produtos digitais“, disse Kwak Geum-joo, professor de psicologia na Universidade Nacional de Seul. “Itens analógicos podem afetar diretamente os sentimentos básicos das pessoas que já não podem encontrar nada de novo nos aparelhos digitais.”

Percebendo a crescente nostalgia analógica, Kim Jae-geun abriu um café no centro de Seul em 2014. O café, Seochon Blues, possui uma coleção de cerca de 4.000 discos LP que ele comprou durante os dias de escola, nos anos 70 e 80.

Kim Jae-geun disse que os LPs remontam aos velhos tempos em que as pessoas passaram voluntariamente pelo longo processo de retirar um LP de sua fina capa de papel, verificando a agulha do tocador, colocando-o suavemente em uma plataforma giratória pesada e ouvindo música com frequência estática – agora agravante para os usuários de smartphones.

A Nostalgia Analógica No Mundo Digital Da Coreia
O interior de seochon blues, um café no centro de seul, que caracteriza uma coleção ampla dos lp dos anos 70 e 80. Foto: yonhap.

É tudo sobre as memórias da era analógica que atraem meus clientes“, disse Kim. “Quando eles vêm aqui para o meu café, eles relembram sobre aqueles dias em que trocaram LPs como presentes surpresa e felizmente ouviram seus sons.

Aproximando-se do mercado emergente de amantes analógicos, as empresas locais produziram relógios digitais, televisores, fogões elétricos e até mesmo carros com características analógicas especiais.

Entre eles está o relógio da Samsung Electronics, Gear S3. Após uma extensa pesquisa, a empresa fez o relógio de pulso digital parecer como um relógio analógico real em termos de sua forma geral, tamanho e material do corpo.

A Nostalgia Analógica No Mundo Digital Da Coreia
O relógio gear s3, que foi projetado cuidadosamente para parecer analógico e agradar os consumidores. Foto: yonhap.

Em primeiro lugar, o Gear S3 parece ser um relógio de verdade“, disse Lee Young-hee, vice-presidente executivo de marketing global e de negócios, durante um evento no ano passado para lançar o smartwatch. “De longe, você nunca saberia que o Gear S3 é um smartwatch, é apenas um relógio de aparência inteligente.

A LG Electronics também desenvolveu produtos com recursos analógicos. Um dos seus conjuntos de LED de 32 polegadas – baseado no modelo de TV de tubo Braun dos anos 70 – é equipado com mostradores de volume e de canal, bem como uma moldura de madeira.

A Nostalgia Analógica No Mundo Digital Da Coreia
A tv de led da lg electronics de 32 polegadas com mostradores de volume e canal, bem como uma moldura de madeira, para relembrar o analógico. Foto: yonhap.

O design clássico (da televisão) que envolve o sentimento analógico vem ganhando popularidade entre os clientes que pensam muito nos designs de interiores (de suas casas)“, disse um funcionário da LG.

No caso dos carros, as características analógicas foram adicionadas principalmente aos modelos luxuosos. O maior fabricante de automóveis da Coreia do Sul, a Hyundai Motor Group, que administra a Hyundai Motor Co. e a Kia Motors Corp. instalou relógios analógicos em um conjunto de seus sedans premium, como o K-7, o K-9 e o Genesis EQ900.

“Fizemos uma estratégia para adicionar à um interior luxuoso uma combinação de tecnologias de ponta e características analógicas“, disse Oh Ki-yong, vice-gerente geral da equipe de marketing de produtos domésticos do fabricante de automóveis.

A Nostalgia Analógica No Mundo Digital Da Coreia
O interior do sedan premium k-7, da hiunday, juntando a tecnologia ao analógico. Foto: yonhap.

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.