O primeiro bar “doméstico” de Park Na-rae, que existia até ano passado, era decorado com várias coisas que a comediante juntou de brechós ao longo de anos. No chão havia um tapete com a bandeira do Reino Unido, no teto, um globo de discoteca pendurado. As paredes tinham uma cor laranja brilhante, pintadas pela própria Na-rae. Ela criou este espaço para poder receber amigos e divertir-se em casa, mas com estilo.

No passado, coreanos com casas alugadas tinham receio de decorar ou fazer alterações, pois não viam o local como deles, diz ela. Seu apartamento atual também é alugado, com um contrato de mais dois anos. “Mesmo assim, isso significa que por dois anos este é um espaço valioso onde eu irei comer, dormir, crescer e ficar mais velha,” escreveu Park Na-rae em seu livro “Bem-vindo Narae Bar!”, publicado em dezembro de 2017.

O sentimento reflete uma mudança na atitude dos coreanos em relação ao espaço onde vivem. Se o lar costumava ser um lugar apenas para conforto, agora ele está se tornando uma área para atividades e prazer estético. A comediante e seu lar de decoração original se tornaram ícones do estilo “você só vive uma vez” de vida de solteira e do lar vibrante na Coreia.

“As pessoas dizem, ‘vou decorar minha casa quando eu tiver a minha própria’. Mas quando você finalmente comprar uma casa, já vai estar ficando velho. E talvez você nunca consiga comprar uma casa na sua vida” diz Park Na-rae em seu livro.

A comediante expandiu seu bar caseiro em sua nova casa, que agora consiste em vários andares inspirados por cidades famosas. Um canto está decorado no estilo do Soho de Nova Iorque, e serve champagne e cerveja artesanal. Outra área foi decorada como um salão francês, completa com um set de DJ. O último andar remete a um bar de cobertura de Bangkok ou a um terraço em Guam, explica Park.

“Se você vê sempre as mesmas coisas em sua casa enquanto bebe, acaba ficando cansativo e sufocante,” ela diz.

Park Na-Rae E O Letreiro Luminoso De Seu &Quot;Bar Doméstico&Quot;. Imagem: Mbc
Park na-rae e o letreiro luminoso de seu “bar doméstico”. Foto: mbc

Se antes coreanos iam até os cafés ou bares alternativos para aproveitar o ambiente moderno, agora eles estão trazendo o design de interiores para seus lares. Decorar a casa com itens além do essencial se tornou um hobby bastante popular na Coreia nos últimos anos. Mais e mais pessoas estão montando pequenos cafés, bares, home theaters e até mesmo galerias dentro de casa.

O recém-casado Kim Joon-seok faz visitas semanais com sua esposa a lojas de móveis como Ikea ou Casamia. Escolher molduras, colchas, colheres e garfos para sua casa é uma forma de investimento para uma vida doméstica feliz, ele diz.

Perto da janela de sua sala Joon-seok colocou uma mesa redonda com tampo de mármore e duas cadeiras antigas com estofado vermelho, no estilo dos cafés franceses. A cafeteria doméstica é equipada com grãos de diversas origens, folhas de chá, uma cafeteira, uma pequena máquina de Espresso e muitas, muitas xícaras. Kim costuma escutar jazz enquanto ele e sua esposa provam diferentes tipos de café.

“Relaxar em casa depois do trabalho é a melhor hora do dia,” diz Kim, que também faz um curso de barista. “Para realmente aproveitar esse momento, eu gosto de ter todos os itens necessários à disposição dentro de casa. É um espaço precioso onde eu posso recarregar as energias. Por isso eu tive tanto cuidado e atenção em tornar esse espaço o mais agradável possível.”

Cada Vez Mais Coreanos Buscam Móveis Diferentes E De Cores Fortes Para Suas Casas. Foto: Wie Ein Kino
Cada vez mais coreanos buscam móveis diferentes e de cores fortes para suas casas. Foto: wie ein kino

Park Ji-Young, 27 anos, investiu em um projetor para assistir filmes em casa. Ela os projeta na parede branca de seu apartamento de um quarto onde vive sozinha. Decorado com um estilo ecológico, seu espaço é cheio de plantas, móveis de madeira e estatuetas.

Tons Pastéis Também São Procurados Neste Novo Estilo De Decoração. Foto: Wie Ein Kino
Tons pastéis também são procurados neste novo estilo de decoração. Foto: wie ein kino

“Eu vou ao cinema todo fim de semana de qualquer forma, então não achei que seria um desperdício comprar um projetor,” disse Park. “Assistir a filmes no conforto de casa, cercada pelas coisas que eu arrumei do meu jeito, trazem uma sensação de relaxamento muito melhor do que ir o cinema, onde tem tanta gente.”

Outros decidem agradar seus olhos colocando pinturas em seus lares. Lee Won-mi, 35 anos, frequentemente visita leilões online atrás de peças baratas para sua casa. “Eu não entendo muito de arte, e não estou interessada em investir quantias astronômicas em obras de arte,” ela diz. Mas de vez em quando ela encontra uma peça de seu gosto, normalmente feita por um artista desconhecido.

Todo mundo tem suas próprias razões para exibir arte em suas casas, diz Jo Min-jeong, ex-jornalista de uma revista de decoração e escritora do livro de autoajuda “Pinturas em Minha Casa (tradução não oficial).”

Pinturas Que Agradem Aos Olhos E Ao Senso Estético Encontram Seu Lugar Nos Lares Coreanos. Foto: Wie Ein Kino
Pinturas que agradem aos olhos e ao senso estético encontram seu lugar nos lares coreanos. Foto: wie ein kino

Pinturas não precisam necessariamente ser caras ou famosas, diz Jo. “Cada vez mais as pessoas estão procurando por trabalhos de artistas novos, que chamem sua atenção.” Ela acrescenta que não há uma forma correta quando se trata de decorar a casa com arte. “Se uma pintura te atrai, se ela é bonita para seus olhos e causa algum tipo de emoção, isso é tudo.”

Os coreanos cada vez mais querem trazer cores para suas casas. De acordo com Ko Jung-hyun, diretora de marketing da companhia de móveis e design WIE EIN KINO, a tendência de 2018, em particular, é fugir do “seguro”, das cores neutras que por tanto tempo foram padrão nos lares da Coreia, ela diz.

“Estamos vendo muitas peças com cores fortes ou em tons pastéis,” diz Ko. “Adicionar cor em um espaço pessoal pode trazer alegria e um senso de vivacidade para a vida das pessoas.”


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.