Você provavelmente já conhece o dia dos namorados que é uma data comemorada praticamente em todos os lugares do mundo, com diversas datas diferentes. Embora esse maravilhoso dia também seja comemorado na Coreia, por lá existe o chamado “Black Day”, que é o dia daqueles que não têm um compromisso ou está envolvido em algum relacionamento.

O Black Day em hangul, 블랙데이 (que se lê “bulraekdaei”), é um feriado popular, portanto não reconhecido oficialmente. Porém o dia do Black Day é 14 de abril, todos os anos.

Mesmo que alguns Coreanos não tenham um par para dedicar seu carinho, durante o “White day” e o dia de São Valentim, as pessoas e principlamente os casais, se presenteiam. Durante a ocasião do Black day, os solteiros e solteiras que não receberam se quer uma bala de alguém, se reúnem para se alimentarem em conjunto com o famoso Jajangmyeon (veja na coluna Taste Korea, a receita e a história deste famoso prato).

Além de se deliciarem com este prato, os solteiros e solteiras da Coreia, comem alimentos pretos e de cores escuras neste dia, como chocolates (amargos ou doces). Esse dia é um tanto compensador a logistas regionais, pois é um dia de grande consumo e as lojas fazem bons descontos no atacado, pois normalmente esse dia nunca é comemorado sozinho, mas sim entre amigos e conhecidos (ou não!). Para alguns, é um dos melhores dias para se sair na Coreia.

BLACK DAY 1

No Black Day, que foi inventado realmente pelos coreanos, todos aqueles que não encontraram seu par, ou estão sem um relacionamento se vestem com roupas pretas e escuras, o que faz com que todos que se trajem da mesma sintam-se à vontade para compatilhar os momentos de solidão uns com os outros. É uma maneira de assumir os sentimentos dos que estão partilhando da mesma refeição escura.

 

Muitos dos solitários sem par vão ao cinema em conjunto, pois é muito triste ir só ao cinema, especialmente no Black day. Os descontos nos cinemas e outras atrações nesse dia costumam ser os maiores da Coreia do Sul.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.