Dona de casa nos seus 30 anos, Choi Seo-young se descreve como influenciadora digital no YouTube. Ela faz avaliações de produtos e eletrônicos através de seus vídeos.

Com mais de 94 mil seguidores, várias empresas oferecem produtos de teste para que ela faça reviews em seu canal. Mas no começo, alguns questionaram sua credibilidade, citando seu gênero e profissão.

“Alguns acharam que era estranho para uma mulher e dona de casa fazer reviews de produtos eletrônicos,” disse Choi em um evento de imprensa no Google Campus, no sul de Seul.

Choi sempre se interessou por produtos de tecnologia. Percebendo a ausência de avaliações em coreano sobre um laptop que ela gostaria de comprar, criou um canal no Youtube em abril de 2017.

“Como tecnologia pode ser difícil, não use gírias, facilite para os espectadores. Entre tantos avaliadores desta área, minha força está na habilidade de comunicação. Seguidores me falam que eu transmito bem as informações” disse Choi. Antes de se casar, ela trabalhou como âncora em um canal de tv a cabo (Canal A) por 5 anos.

As YouTubers Park Smi, Cho Seong-ja e Choi Seo-young no Evento realizado pelo Google Campus (Imagem: KPR)
As YouTubers Park Smi, Cho Seong-ja e Choi Seo-young no Evento realizado pelo Google Campus (Imagem: KPR)

Choi não é a única dona de casa no Youtube. Mais donas de casa procuram formas de se expressarem, recorrendo a mídia social com os seus próprios conteúdos criativos. Mais duas Youtubers estavam no evento – Park Smi e Cho Seong-ja, com canais de exercícios e culinária caseira, respectivamente.

Park Smi mora nos Estados Unidos com seus dois filhos. Ela começou mostrando sua rotina de exercícios no Instagram e mais tarde foi para o Youtube, postando vídeos mais longos.

Hoje, a dona de casa com mais de 100 mil seguidores gerencia um negócio relacionado à saúde, com itens para quem faz treinamento em casa e alimentos específicos para dietas.

“Muitos acham que as celebridades retornam em forma para o centro das atenções após o parto rapidamente, pois tem outros para cuidar de seus filhos e treinam com preparadores físicos particulares” disse Park. “Mas após me verem, criando meus filhos de dia e me exercitando à noite, os espectadores ganham confiança, pensando que eles também podem conseguir”.

O Youtube ajudou Park a recuperar sua auto confiança. “Ao criar duas crianças, eu era apenas uma mãe e não Park Smi. Me comunicando com o mundo através dos vídeos no Youtube, estou me reencontrando”, disse Park. “Aprendi que posso ajudar outras pessoas”.

Outras Youtubers do ramo compartilham o mesmo sentimento. Cho, uma dona de casa em seus 60 anos ama se comunicar com o mundo através da mídia social. “Lendo os comentários no Youtube, vou dormir após a meia-noite. Atualmente, não consigo dormir o suficiente” disse Cho, fazendo a audiência rir.

Cho é casada há 39 anos. Vivendo em uma aldeia rural, ela é fazendeira e apicultora. Seu filho lhe sugeriu compartilhar suas receitas em um blog. Depois de administrar o blog por três anos, Cho foi para o YouTube compartilhar suas habilidades culinárias com mais pessoas.

“Uma das espectadoras comentou que chorou muito após assistir meu canal, pois lembrou de sua mãe que sofre de Alzheimer. Ela sentiu como se sua mãe estivesse cozinhando para ela quando assistiu aos vídeos. Nunca me esquecerei daquele comentário”, disse ela.

Como Cho não é familiar com a tecnologia, seu filho a ajuda. Não seria possível se tornar uma Youtuber com cerca de 79 mil seguidores sem a ajuda dele, Cho acrescenta.

“Meu filho grava, edita e posta os vídeos. Eu o agradeço demais. Como sou uma dona de casa, os espectadores confiam em minha culinária. Minha idade e anos de experiência também são importantes”, disse ela.

A Youtuber de tecnologia, Choi Seo-young concorda com a influência positiva no Youtube.

“Ao envelhecer, sua rede de comunicações se torna menor. Conversando com os seguidores, faço amizades com várias pessoas. Sou uma curiosa sobre tudo e todos agora” disse Choi.

Para as donas de casa que estão considerando se juntar ao Youtube, Choi tem uma dica: Seja ambiciosa.

“Não há necessidade de se limitar a cozinhar e realizar tarefas domésticas só porque você é dona de casa. Você pode diversificar, não se contenha ao conceito do que deve ser uma dona de casa”.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.