Cena do comercial da empresa Seul Milk Imagem: Reprodução AllKpop

Seul Milk, a principal marca de lácteos da Coreia do Sul encarou recentemente uma enorme reação do público por conta de um comercial online controverso que parecia comparar mulheres a vacas e mostrava um homem filmando-as secretamente, o que lembrou o público dos crimes ilegais de spycam que têm assolado a Coreia no últimos anos.

O anúncio, transmitido pela conta oficial da Seul Milk no YouTube no dia 29 de novembro e agora já fora do ar, mostrava um homem caminhando por uma floresta até encontrar um grupo de mulheres e homens vestidos em roupas brancas e praticando yoga ao ar livre. O homem então os filma secretamente, ao passo em que uma mulher do grupo começa a beber água de uma folha, de maneira sensual.

Neste momento, o homem acidentalmente pisa em um graveto e as mulheres desaparecem, se tornado vacas leiteiras num piscar de olhos.

O anúncio atraiu uma onda de intensas críticas do público, que dizia ser “repugnante” como eles compararam mulheres a vacas e como o homem com a câmera lembrava os crimes desenfreados de spycam que vem acontecendo no país.

Em outras palavras, o anúncio é uma prova de que o sensibilidade sul-coreana sobre gêneros ainda se encontra em níveis baixos. A Seul Milk tirou o vídeo do ar e postou um pedido de desculpas em seu website no dia 8 de dezembro.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

1 × dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.