O que vem à sua cabeça quando pensa no termo “diário”? Para alguns, a palavra refere-se a um caderno utilizado para escrever suas reflexões diárias. Para outros, o termo abrange uma ordem maior do que apenas cadernos: planners, agendas, calendários – até cadernos em branco podem ser chamados de diários, desde que as pessoas possam registrar seus dias neles.

Mesmo com o aumento do interesse em aplicativos digitais de planejamento e de agendas, a popularidade de diários de papel parece não ter diminuído na Coreia do Sul.

Imagem 2

A procura por eles é maior quando vai chegando ao final do ano. Mais de 40 empresas de papelaria produzem centenas de diferentes tipos e estilos. Redes de cafeterias distribuem diários como brindes de final de ano e livrarias montam espaços só para exibir seus planners.

Nos últimos anos, a venda de diários sofreu aumentos. De acordo com a papelaria “10×10”, os diários bateram um recorde de 25 por cento de aumento nas vendas em 2017, e tudo isso tende a continuar.

Por que os coreanos ainda continuam com o modelo antigo de diários?

“Claro, seria mais fácil registrar meus dias se eu utilizasse um aplicativo”, disse December, uma usuária do Instagram, para o The Korea Herald. “Mas eu ainda uso o diário de papel, já que posso preencher as páginas em branco quando quiser. Eu amo esse sentimento de escrever minhas memórias e registros do dia com minhas próprias mãos. ”

Toda noite, ela senta em uma cadeira e abre seu diário. Com sua caneta favorita (uma Uni-ball Style Fit 0.28 mm), escreve o que aconteceu no dia. Então, ela vai até sua escrivaninha, onde estão suas canetas coloridas, fitas decorativas (washi tapes) e adesivos e preenche os espaços em branco com as cores que refletem seu humor no dia.

O ritual de 40 minutos acaba quando ela termina sua última tarefa – tirar uma foto do diário e postar em sua conta no Instagram. Já são 259 posts até agora e mais de 7 mil seguidores que acompanham suas atualizações diárias.

Imagem 1December não é a única que dispõe seu tempo e esforço na criação dessas páginas.

Na última contagem feita, havia mais de 400 mil postagens com tags relativas à “diário” em coreano, no Instagram. Se pesquisar com a hashtag #decoratingdiary (#decorandodiário), centenas de fotos aparecem, mostrando as habilidades de decoração dos usuários do Instagram.

Os estilos de decoração podem ser diferentes de pessoa para pessoa, mas a maioria foca em caligrafias ou em desenhos de personagens fofos. Os materiais utilizados importam muito para os que confeccionam diários. Essa mania levou a um boom nas vendas de produtos como adesivos, fitas decorativas, papéis estampados e canetas especiais.

Além dessa moda, o surgimento dos “bullet journals” também contribuiu para a popularidade dos diários. Bullet Journals, ou também chamados de “BuJo”, são um simples método de organizar uma lista de afazeres e visualizar metas pessoais.

Imagem 5

O sistema de journaling pode parecer complicado para iniciantes, porém mais de 3 mil vídeos no YouTube oferecem tutoriais passo a passo em coreano de como montar e usar um bullet journal.

Nam Woo-min, uma estudante universitária de 24 anos, considera o bullet journal uma maneira perfeita de planejar compromissos e acompanhar suas tarefas.

“Eu costumava escrever na primeira página de um planner todo mês de Janeiro e acabava desistindo de usá-lo após alguns meses”, Nam disse. “Diferente dos agendas já prontas, eu posso customizar os espaços em branco, separar e usar mais páginas de acordo com as minhas necessidades e fazer com que minhas tarefas fiquem organizadas de acordo com símbolos que eu invento”.

Além disso, Nam enfatizou como se sente bem ao escrever. “O incrível sentimento de marcar com uma caneta uma tarefa que completei”, ela disse, “isso nunca será comparado com usar um aplicativo de lista de afazeres no celular”.

Com o objetivo de atingir esses amantes de diários em uma era digital, empresas de varejo lançaram vários modelos de smart planners (“diários inteligentes”), que misturam formatos antigos e novos.

O último smart planner da Moleskine, por exemplo, manda as notas escritas pela pessoa diretamente para um aplicativo de celular. Então, o software automaticamente as lê e sincroniza com outros aplicativos de planejamento, como iCal ou Google Calendário.

Moleskine Smart Planner
Moleskine smart planner

O Lockbook da marca FPlife é outro bom exemplo. Esse caderno de alta tecnologia garante a privacidade do usuário com um sensor biométrico. Podem ser adicionadas até duas digitais através desse sensor.

“Comprar uma nova agenda é um dos eventos anuais mais importantes para mim”, December disse. Ela costuma começar a procurar por um novo diário em Outubro para ter tempo de tomar sua decisão até o final do ano, já que o produto se tornará sua companhia em uma jornada de um ano. Para 2018, ela adquiriu folhas de tamanho A4 e um fichário.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.