Pessoas atravessam um cruzamento em Seul em 24 de março de 2020. Imagem: Yonhap

23Liderado pelo Professor de Psiquiatria Hong Jin-pyo, no Centro Médico Samsung, um grupo de pesquisa analisou o estado de saúde mental de participantes de um estudo (1.700 respondentes, no total) de quase todas as idades, para que pudessem servir de comparativo da população em geral.

Uma análise profunda das respostas dos sujeitos, que tinham entre 15 e 75 anos, revelou que homens seriam 44% mais propensos a se isolarem socialmente, enquanto que mulheres seriam 51% mais acometidas pelo sentimento de solidão.

Em comparação às mulheres, os homens tendem a ter relações relativamente mais fracas com amigos e familiares, o que os faz se sentirem mais socialmente separados.

O isolamento e a solidão entre homens e mulheres na Coreia
Foto: FreePiks

A maior proporção de respondentes que relataram esse isolamento foi encontrada entre a faixa etária de 30 a 44 anos (34,1% destes), seguido pelo grupo de maior faixa etária, com respondentes entre 45 e 59 anos (com uma proporção de 30,7%).

“Estes grupos etários (da meia idade aos grupos mais velhos) estão ansiosos para terem relações mais profundas e diversas com outras pessoas, mas as circunstâncias os levam a terem o oposot. Além disso, as relações que eles mantém sempre tem alguma relação com seus empregos, o que os fazem se sentirem ainda mais isolados”, observaram os pesquisadores.

A proporção crescente de pessoas que moram sozinhas parece ter contribuído para o aumento dos níveis de isolamento social, acrescentaram.

Em relação à solidão, pessoas mais velhas são mais vulneráveis do que pessoas mais jovens. O divórcio e o luto, o nível de escolaridade, condição financeira e condições de saúde atestadas são algum parâmetros que amplificam o sentimento de subjetividade e solidão.

O isolamento e a solidão entre homens e mulheres na Coreia
Parque Tapgol, localizado no centro de Seul, é um destino popular para os idosos que moram nas proximidades. Imagem: Yonhap

Solidão e isolamento social são diferentes, mas correlacionados. Enquanto que o primeiro é o sentimento angustiando de se estar sozinho ou separado, o isolamento social é a falta de contato social e o fato de haver poucas pessoas com quem interagir regularmente.

Você pode viver sozinho e não se sentir só ou isolado, da mesma forma que você pode se sentir só e isolado mesmo estando cercado por pessoas, de acordo com o Instituto Nacional sobre Envelhecimento nos Estados Unidos.

O grupo de pesquisa pontuou que o sentimento de solidão e isolamento não se limitam necessariamente a problemas individuais. As consequências adversas à saúde resultantes deste estado mental estão associadas a um maior nível de ansiedade e até mesmo às taxas de suicídios.

Diversos estudos mostram que aqueles que se sentem socialmente isolados ou sozinhos tem mais chances de morte prematura, em razão de todas essas causas e problemas cognitivos.

O grupo de pesquisa ainda descobriu que 52,4% dos respondentes que sentiam solidão admitiram ter “pensamentos suicidas”, número cinco vezes maior do que aqueles que não relataram tal sentimento.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

2 × 2 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.