An employee arranges bundles of South Korean 50,000 won banknotes at the Counterfeit Notes Response Center of KEB Hana Bank in Seoul, South Korea, on Monday, Aug. 14, 2017. Photographer: SeongJoon Cho/Bloomberg

Desde que eu era adolescente eu sempre sonhei em me tornar rica. Para mim, ter 10 bilhões de wons (8,43 milhões de dólares) em bens poderia ser considerado rico mas um objetivo como esse é quase impossível de alcançar com um salário anual” disse Park Jee-Hye, 33 anos.

Determinada a economizar pelo menos 100 milhões de wons antes dos seus 30 anos, Park decidiu trabalhar em uma grande empresa, onde ela já economizou 200 milhões de wons até agora. O verdadeiro problema é onde por toda essa quantia, além de investir em ações e fundos. O velho sonho de se tornar rica, ela admite, parece estar escapando pelos dedos.

Quanto de dinheiro alguém realmente precisa para ser considerado rico?

Enquanto “rico” é um conceito relativo, uma pesquisa recente mostra que, em média, os sul-coreanos consideram alguém rico quando ele tem 4,65 bilhões de wons em bens. De acordo com essa pesquisa conjunta entre os sites de recrutamento JobKorea e Albamon, dos 2.020 adultos entre 20 e 40 anos, homens e mulheres responderam que o mínimo para ser considerado rico era a partir de 5,23 bilhões de wons (para homens) e 4,26 bilhões de wons (resposta das mulheres).

Cerca de 85% dos entrevistados descreveram a si mesmos como integrantes da classe trabalhadora, pobre, enquanto 11,3% disseram que eles pertenciam à classe média. Ademais, os entrevistados citaram seu baixo salário como o maior obstáculo para atingir esse sonho dourado. Apenas 1,1% disseram que eram ricos.

Park Jee-Hye, 33 anos, já conseguiu economizar 200 milhões de wons até hoje, como parte do seu sonho de se tornar rica. Fonte: The Korea Herald

Alguns culpam a administração de Moon Jae-in com suas rígidas regulações imobiliárias e o constante aumento no custo de moradia como obstáculo para o aumento de seus ativos financeiros.

 

O número de sul-coreanos com bens de valor maior que 1 bilhão de wons aumentou 4,4% ao ano, totalizando 323.000 pessoas em 2018. Esses por sua vez mantinham 54% dos seus ativos em imóveis e 40% em ativos financeiros, de acordo com o relatório de riqueza da KB de 2019.

Esse aumento anual foi muito abaixo do índice de 14,4%. O total de bens financeiros detidos pelas pessoas que tem mais de 1 bilhão de wons também diminuiu 1,7%, para 201,7 trilhões de wons no citado período, registrando a primeira queda em 5 anos.

Diversificar o portifólio de investimentos

Ao se deparar com tantas regulações no mercado imobiliário e a longa queda na taxa de juros, um número maior de pessoas da 4ª maior economia da Ásia tem se voltado para o mercado de ações.

Como os investidores varejistas locais se reuniram para procurar altos retornos, o saldo das operações de crédito contratadas por pessoas físicas para aplicação em ações alcançava perto de 16,03 trilhões de wons até o último dia 19 de agosto, de acordo com dados da Associação de Investimentos Financeiros da Coreia.

Esse número subiu para perto de 6,83 trilhões de wons, ou 74,13%, do último levantamento observado no começo desse ano. O número também subiu para mais de 9,62 trilhões de wons, ou 150,21%, desde o último levantamento que sinalizava 6,41 trilhões de wons em 25 de março.

Gangnam, bairro de classe alta de Seul. Fonte: Metrópoles.

Essa mudança no mercado refletiu o desejo de alguns investidores por ativos de alto valor para diversificar seu portfolio, como uma medida de distribuição de riscos em meio a ese período de prolongadas incertezas. De acordo com Seo Jae-yeon, diretor executivo do Mirae Asset Daewoo’s Galleria WM:

Devido à pandemia do COVID-19, um número cada vez maior de clientes estão tendendo a investir em mercados globais, ao invés do mercado local” disse Seo ao The Korea Herald em recente entrevista. “Seus investimentos não são apenas em ações mas também investimentos alternativos como ouro, prata e óleo.

O gerente de um banco privado e especialista em gestão de fortunas possui atualmente 300 clientes, e administra um patrimônio acumulado de cerca de 200 bilhões de won.

Eu sempre acreditei que estabilidade era mais importante do que taxa de retorno” disse Seo”. Aqueles que aspiram a ser tornar ricos tendem a se agarrar à ideia de quanto vão lucrar de cada rendimento, mas isso não é o caminho mais rápido. Ironicamente, quanto mais rápido você abandonar essa obsessão, mais rápido você se tornará rico“.

O especialista também incentiva a paciência e cautela na volatilidade do mercado de ações afetado pelo coronavírus.”Uma decisão irrefletida sobre um investimento pode trazer algum retorno às vezes, mas é mais provável que traga resultados indesejados ou até mesmo contrários.” disse o especialista.

O segredo é manter a paciência. Leve o tempo que você precisar para ver a situação como um todo.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.