O prefeito de Seul, Park Won-sun está levando a sério sua tentativa de proteger as crianças da obesidade – através de freios nas vendas de refrigerante nas escolas e outras instalações para estudantes.

Park Won-sun anunciou nesta quarta-feira que apresentará um regulamento específico na cidade para limitar as vendas de refrigerantes em 62 instalações públicas para estudantes de escolas primárias, secundárias e superiores.

Como não há lei proibindo as vendas de refrigerantes, a cidade juntamente ao regulamento que Park Won-sun criou, espera encorajar as instalações e as escolas a apoiar seu objetivo, de acordo com informações de um funcionário do governo metropolitano de Seul.

Park Won-sun planeja estender a restrição do refrigerante às escolas. O movimento reflete a visão da capital coreana de que o alto nível de calorias e a baixa nutrição dessas bebidas causam obesidade e outros problemas de saúde para os estudantes.

Nesta foto de 2008, as crianças bebem leite de uma máquina de venda automática nas instalações esportivas da Escola Primária Bulgwang de Seul. Foto: Korea Times

A guerra de Seul contra os refrigerantes começou em novembro de 2015, quando recomendou que cerca de 240 escritórios governamentais e clínicas deixassem de vender as bebidas em 550 máquinas de venda automática em seus edifícios. Também recomendou que as estações de metro da cidade os substituíssem por bebidas saudáveis em máquinas de venda automática. Mas a guerra falhou depois que o conselho foi amplamente ignorado.

Alguns legisladores também estavam propensos a proibir lojas  que vendem refrigerantes e fast food como hambúrgueres e copos de lámen perto de escolas. Mas a Assembléia Nacional manteve o plano inicial, dizendo que prejudicaria as vendas das lojas.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.