Voar alto no horizonte e ver o vasto céu azul não é nada fora do comum para Song Chan-mi, a primeira piloto feminina da principal empresa de aviação da Coreia do Sul, a Jeju Air. O amor de Song por voar começou cedo, com inúmeros sinais que a levaram à sua profissão.

“É uma combinação de inúmeras coisas. Minha cor favorita é azul, então tornou-se natural amar o céu e o oceano”, disse Song. “Minha cidade natal é a ilha de Jeju. Eu costumava deitar no telhado e observar os aviões passando o tempo todo, nunca testemunhei nada mais maravilhoso, o que naturalmente me fez querer ser um piloto que voa livremente pelos céus.”

Em dezembro de 2007, Song iniciou sua carreira como co-piloto na Jeju Air, numa época em que não havia pilotos do sexo feminino no país. “Eu era a única co-piloto do sexo feminino na Jeju Air e não havia pilotos do sexo feminino no país. Na época, a Korean Air e a Asiana Airlines tinham de uma a quatro mulheres co-pilotos”, disse ela.

Foto: Jeju Air

Ela foi promovida a piloto em 2013. Ao longo de 11 anos, Song acumulou cerca de 9 mil horas de voo, mas diz que nunca temeu turbulências. No entanto, ela ainda acha voos noturnos difíceis. Mas não importa quais sejam as condições de voo, ela disse que faz o máximo possível dentro do cockpit tendo em vista que “o primeiro dever de um piloto é manter a segurança”.

O setor de companhias aéreas evitava posicionar duplas co-pilotos e pilotos do sexo feminino juntas em um mesmo vôo. No entanto, desde abril de 2018, a Jeju Air vem posicionando mulheres. Agora existem cinco pilotos do sexo feminino e cerca de dez co-pilotos lá.

“A Jeju Air não tem preconceito em relação a pilotos do sexo feminino e proporciona um ambiente amigável para funcionárias mulheres”, disse ela.

Muita coisa mudou desde que ela começou sua carreira na Jeju Air, mas mais notavelmente, seu assento no cockpit. “Quando comecei a trabalhar como co-piloto, sentei-me no lado direito do cockpit. Desde 2013, quando me tornei piloto, sento-me à esquerda.”


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.