Reprodução: Okonomi Kitchen

A comida coreana é conhecida por oferecer uma grande diversidade de pratos. Uma das comidas mais populares, que é apreciada por todo o mundo, é o Churrasco Coreano (Korean BBQ). Embora a culinária coreana seja essencialmente conhecida por acrescentar carne em quase todos as receitas, houve uma recente mudança em sua industria alimentícia.

”Mais pessoas estão interessadas em dietas saudáveis; e a conscientização acerca dos direitos animais e de um meio ambiente mais limpo vem crescendo bastante”, disse Lee Won-bok, fundador do The Korean Vegetarian Union (KVU), ao The Korea Herald.

Mesmo não sendo possível saber o número exato de veganos na Coreia do Sul, a KVU estima que existam cerca de 500 mil veganos em 2020.

Em qual cenário o veganismo recai na alimentação sul coreana?

Tradicionalmente, muitos pratos coreanos eram naturalmente veganos. Mas, ao longo dos anos, comidas à base de plantas foram aos poucos sendo substituídas por receitas que levavam carne. Mesmo os pratos com carne sendo hoje muito presentes na cozinha coreana, vem havendo também um crescimento na demanda por comidas veganas.

Agora, pessoas estão buscando comidas que não possuem qualquer origem animal em suas composições. Em grande parte, isso vem acontecendo por causa do desejo das pessoas em viverem de forma consciente e sem causar dano aos animais. Mas essa é a única razão do porquê as pessoas estão cada vez mais se voltando para opções veganas? De maneira alguma.

O que conduziu a mudança para o veganismo?

Há uma mudança global na demanda de consumo populacional em se tratando de sua alimentação. As pessoas estão tentando encontrar formas mais saudáveis para saciarem seus corpos. E é aí que entra o veganismo. As pessoas acreditam que o veganismo é o caminho que as levará para um estilo de vida mais saudável. Dessa forma, sua demanda vem crescendo desde de sua origem.

Os coreanos estão seguindo o mesmo exemplo. Há uma crescente procura por itens alimentícios apenas à base de plantas. Ainda que nem todo mundo siga essa onda, há um número relativamente grande de pessoas que estão se tornando veganas em 2020.

Mas existe outro fator importante. Dado o surgimento da Covid-19, o hábito alimentar das pessoas mudou. Um vez que o vírus teve início por causa do consumo de animais, a procura por alimentos desse setor diminui muito.

Além disso, as pessoas estão receosas em relação ao consumo de carne, em geral. Isso conduziu em uma mudança para o veganismo entre muito coreanos. Enquanto esses são dois dos maiores motivos, outros foram além. A população está tentando garantir de que haja menos dano aos animais e tentando assegurar que estão prejudicando menos o meio ambiente.

O setor alimentar coreano está pronto para mudanças?

Agora, chegou o momento de entendermos como o mercado coreano reagiu à essa mudança. Uma vez que produção e a demanda de carne na Coreia sempre foram expressivas, a queda repentina na procura desse alimento não caiu bem para o setor alimentício.

Atualmente, ainda existem muitos amantes de carne, mas mais e mais pedidos por comidas veganas estão surgindo. Restaurantes, cafés, e todos os tipos de locais que servem refeições estão sendo obrigados a considerar essa dieta, dada a grande demanda.

Mas há o lado positivo nisso tudo, havendo muito evolução no mercado alimentício coreano para que comidas à base de plantas sejam incluídas na dieta da população. As empresas estão tentando garantir que comidas veganas estejam disponíveis para oferta.

Você encontrará uma grande variedade de opções veganas que prometem sabores incríveis. Pesquisadores, chefs e outros profissionais estão se unindo para trazer uma nova alternativa para a carne, e tudo parece muito promissor para os veganos da Coreia.

DICA BÔNUS: Quais são as comidas veganas coreanas mais fáceis de encontrar?

Se você está procurado por alguma comida tradicional coreana e sem carne, então tudo o que você tem que fazer é pedir. Quase todos os restaurantes em que você for irão atender os seus pedidos, tudo o que você precisa é ter certeza de que está pedindo certo.

Aqui estão alguns pratos que entram na proposta vegana. Assim, fica mais fácil ter certeza de que você está fazendo o pedido correto.

  • Bibimbap

Bibimbap é um clássico na Coreia e praticamente todo mundo ama esse prato. Normalmente, a receita é uma mistura com arroz, que pode trazer carne e ovos. Mas tudo o que você precisa fazer é deixar claro que não quer esses itens no seu pedido.

A versão vegana inclui arroz, vegetais e uma pasta apimentada que da um toque especial no prato como um todo.

  • Hobajuk

Hobajuk é mais uma das diversas formas de pedir o básico prato coreano “juk”. Essa é uma opção vegana que pessoas de diferentes idades gostam de pedir. Normalmente, é um mingau dado de comer, especialmente, para crianças ou pessoas mais velhas.

Esse delicioso e saboroso mingau doce de abóbora é o prato perfeito para ter durante o dia ou em qualquer outra hora. Além disso, também é facilmente encontrado em diversos locais. Você também acabará achando diferentes versões da receita em lojas coreanas.

  • Hotteok

Hotteok é uma panqueca doce que você encontrará em quase toda esquina durante o inverno da Coreia. A melhor coisa sobre ela é ser inteiramente vegana. Então você não precisa se preocupar na hora de pedir uma.

O único detalhe que você precisa considerar é que alguns dos vendedores podem acrescentar mel sobre as panquecas prontas. Então, tenha certeza de dizer que não quer. Então você estará pronto para comer o delicioso prato doce e quentinho, sem preocupações.

Conclusão

A Coreia está se voltando para o veganismo assim como o resto do mundo. Ainda existem muitos apreciadores de comidas à base de carne; mas com o aumento contínuo de pedidos por comidas veganas, tenha certeza de que mais e mais opções dessa nova dieta alimentar surgirão.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.