Tigre Siberiano no Zoológico do Uchi Park, em Gwangju Imagem: Reprodução

De acordo com o zodíaco chinês, existem doze animais diferentes que representam cada ano. Entre eles estão o rato, boi, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, ovelha, macaco, galo, cão e porco. Como há doze animais diferentes, há um ciclo que leva doze anos para uma rotação completa.

2021 foi o Ano do Boi, o que faz de 2022 o Ano do Tigre. Mas para ser mais exato, este é chamado o Ano do Tigre Negro, o qual tem origem no termo “iminnyeon”. A palavra é uma combinação de dois símbolos chineses, “im” e “in”, com a palavra coreana “nyeon”. Assim, “im” significa preto, “in” tigre, e “nyeon” ano, daí o “Ano do Tigre Negro”.

2022: O Ano do Tigre
Tigre Siberiano no Zoológico do Uchi Park, em Gwangju
Imagem: Yonhap

Muitas pessoas acreditam que ver o animal que representa o novo ano lhes trará sorte e fortuna, crença que se tornou uma tradição comum, de visitar os jardins zoológicos e fazer desejos.

Para começar bem 2022, o Ano do Tigre, os tigres siberianos foram fotografados num jardim zoológico no Parque Uchi, localizado em Gwangju. Os tigres siberianos são frequentemente chamados “tigres coreanos” ou, mais comumente, “tigres do Monte Baekdu”.

2022: O Ano do Tigre
Tigre Siberiano no Zoológico do Uchi Park, em Gwangju
Imagem: Yonhap
Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.