Uma exibição introduz as placas originais da matriz de uma máquina de gravura, a matriz do corpo tipográfico e uma máquina de tipografia, todas usadas para imprimir a fonte Batang em 1950.

Hangeul_museum_1950s

Quando se quer criar um documento em Hangul, é fácil encontrar fontes Batang e Dodum como padrões, especialmente no software “Hangul“. Estas fontes são organizadas e de fácil leitura, e até recebem o nome de fontes nacionais.

As fontes foram desenvolvidas por duas pessoas da primeira geração de designers de fontes: Jeong-Ho Choe (1916 – 1988) e Jeong-Sun Choe (1917 – 2016). Ambos designers passaram por dificuldades na década de 50 após a Guerra das Coreias, mas não desistiram, desenvolveram com dedicação as fontes do “Hangul

Para marcar o 100º aniversário dos dois grandes designers e para vislumbrar seus trabalhos e vidas, o Museu Nacional do Hangul e a Sociedade Memorial do Grande Rei Sejong se juntaram para uma exibição especial, “Wondo, História de Dois Designers“, que ficará aberta de 5 de outubro a 17 de novembro.

A primeira geração de designers de fontes Hangul: Jeong-Ho Choe (1916 - 1988) e Jeong-Sun Choe (1917 - 2016).
A primeira geração de designers de fontes Hangul: Jeong-Ho Choe (1916 – 1988) e Jeong-Sun Choe (1917 – 2016).

A exibição é composta de duas partes: Wondo, ou desenhos originais das tipografias, e a história dos dois grandes designers.  A primeira parte foca nos rascunhos originais, ferramentas e objetos deixados por ambos.  E também revela 57 trabalhos de Jeong-Ho Choe, incluindo rascunhos originais, plantas e filmagens pela primeira vez.

A segunda parte lança luz sobre os dois grandes designers, suas palavras, pensamentos e vidas, relacionados ao design de fontes. Além disso, introduz a fé de Choe Jeong-Ho, fazendo referência a ele com os dizeres: “Letras são um meio de demonstrar pensamentos e significados. Deveriam ser feitas de modo cansar as pessoas quando leem“.

Atualmente, podemos fabricar fontes novas e únicas mais rápido devido aos computadores.  No passado, no entanto, era necessário designs bem feitos para garantir que as impressões fossem bonitas.  Desenhos originais e elegantes faziam as impressões mais bonitas e mais legíveis, o que era responsável pela criação de harmonia entre letras e blocos de sílabas.

Tais desenhos originais tinham que ser feitos à mão por alguém habilidoso e bom com designs artísticos.  Nenhum erro era aceitável, já que mesmo a menor mudança de forma ou comprimento do traço poderia criar uma impressão completamente diferente.  Como o trabalho necessitava de extrema precisão, mesmo se um designer bem treinado trabalhasse mais de 15 horas por dia, eles podiam apenas completar cerca de 20 folhas de papel.

Mas nada disso parou os dois designers. Eles estavam bem conscientes da importância de suas fontes. Eles passaram a vida toda trabalhando em cada uma das fontes para todas as letras coreanas e combinações silábicas possíveis por meio de projetos, o que ajudou a produzir diversos materiais de impressão com fontes baseadas nos seus desenhos.

Jeong-Ho Choe criou a fonte Myeongjo (명조체) a pedido da companhia Morisawa com sede no Japão.
Jeong-Ho Choe criou a fonte Myeongjo (명조체) a pedido da companhia Morisawa com sede no Japão.

 

Jeong-Ho Choe criou a fonte Godik(고딕체)) a pedido da companhia Morisawa com sede no Japão.
Jeong-Ho Choe criou a fonte Godik(고딕체)) a pedido da companhia Morisawa com sede no Japão.

 

Jeong-Ho Choe criou a fonte Jeong-Ho Choe, com base em seu nome.
Jeong-Ho Choe criou a fonte Jeong-Ho Choe, com base em seu nome.

Jeong-Ho Choe completou o desenvolvimento das fontes Batang (바탕체) e Dodum (돋움체), ambas as quais são próprias para publicidade.  Suas fontes foram uma sensação na indústria de publicidade na década de 50. Visitantes do museu podem ver seus desenhos, projetos originais e dentro outros feitos por ele a pedido da companhia Morisawa.

Outro mestre designer, Jeong-Sun Choe, criou desenhos originais para fontes que se tornaram as raízes de livros e jornais.  Suas fontes podem ser encontradas em livros e publicações da Companhia de Impressão Pyeonghwadang (평화당) da década de 50. Ele também produziu fontes planas da década de 60 que abriram uma nova era para fonte de jornais.  A fonte da primeira edição do jornal JoongAng Ilbo foi feita por ele.  O jornal foi impresso com a fonte plana na vertical para poder conter mais informações no espaço limitado da página.  Cada fonte tinha espaço delimitado dentro das letras e blocos silábicos para parecer maior e legível.

O livro de língua coreana para ensino fundamental foi impresso em fonte Batang em 1959. Jeong-Sun Choe participou na produção da fonte.
O livro de língua coreana para ensino fundamental foi impresso em fonte Batang em 1959. Jeong-Sun Choe participou na produção da fonte.
Joongang_firstedition
Jeong-Sun Choe fez o design da fonte da primeira edição do jornal JoongAng Ilbo, publicado em 1965.

 

Jeong-Sun Choe participou no desenvolvimento de fontes para livros. Ele criou a fonte Batang (acima) e a fonte Dodum (ao meio) para livros, e a fonte Batang para títulos (abaixo) em 1991, 1992 e 1993, respectivamente.
Jeong-Sun Choe participou no desenvolvimento de fontes para livros. Ele criou a fonte Batang (acima) e a fonte Dodum (ao meio) para livros, e a fonte Batang para títulos (abaixo) em 1991, 1992 e 1993, respectivamente.

O Museu Nacional do Hangul homenageou os dois designers, dizendo que “podemos encontrar suas fontes vivas em livros publicados nos dias de hoje. Apesar dos períodos de turbulência logo após a Guerra das Coreias, elas são vistas em jornais que divulgavam notícias todas as manhãs, enciclopédias que contém todo o conhecimento do mundo, e romances com todo tipo de histórias.

Visitantes podem ver as obras, registros e ferramentas do designer Jeong-Ho Choe.
Visitantes podem ver as obras, registros e ferramentas do designer Jeong-Ho Choe.
Os visitantes também podem ver diversos jornais impressos com as fontes.
Os visitantes também podem ver diversos jornais impressos com as fontes.

Para mais informações sobre a exposição estão disponíveis no site do museu, disponível em coreano, japonês e chinês simplificado. http://www.hangeul.go.kr/


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.