Meio Dia no Brasil, Meia Noite na Coreia! Para os coreanos e para os estrangeiros e brasileiros que lá vivem, já é 2021!!

Mas, pera aí, eles não celebram o ano novo chinês, em Fevereiro? Sim, também!! A Coreia, celebra os dois e no texto abaixo, explicamos um pouco mais como isso acontece!

As celebrações do Ano Novo no Leste Asiático variam de acordo com o país. Enquanto o Japão segue a data de 1º de janeiro do calendário gregoriano ocidental, a China celebra o ano novo chinês entre o final de janeiro e fevereiro com base no calendário lunar. A Coreia do Sul, no entanto, combina o melhor dos dois mundos com duas celebrações de Ano Novo separadas, mas semelhantes.

Na Coreia Já É Ano Novo! Bom, Pelo Menos Um Deles...
Imagem: kimchi cloud

Para os coreanos, o Dia de Ano Novo, comumente conhecido como Seollal, ocorre duas vezes durante o ano. Um ocorre no primeiro dia do ano no calendário lunar e o outro em 1º de janeiro no calendário gregoriano. O Ano Novo lunar coreano é um feriado de três dias para voltar para casa e visitar parentes, junto com a realização de cerimônias para homenagear seus ancestrais. Com base no calendário lunar, o Seollal lunar é geralmente celebrado no mesmo dia do Ano Novo Chinês.

Embora o Ano Novo Chinês tenha permanecido uma tradição inabalável na China, o feriado lunar foi celebrado de forma inconsistente na Península Coreana. Na Coreia do Norte, o Ano Novo lunar foi abolido em 1953 após a Guerra da Coreia e não foi revivido até 1967. Foi designado como feriado de três dias em 2003.

Da mesma forma, a Coreia do Sul abandonou o Ano Novo lunar após a Guerra da Coreia, pois impactou a tributação e foi visto como um resultado direto da influência chinesa. Apesar da falta de reconhecimento oficial, muitas famílias continuaram a celebrar o Seollal e a realizar rituais relacionados com base no primeiro dia do calendário lunar. Em 1985, o governo coreano reconheceu essas comemorações com um feriado público, o “Dia do Folclore”. Quatro anos depois, o governo substituiu o Dia do Folclore com o restabelecimento do Dia do Ano Novo lunar, oficialmente nomeando-o como feriado de três dias.

Na Coreia Já É Ano Novo! Bom, Pelo Menos Um Deles...
Mandu é algo que não pode faltar no ano novo coreano. Aqui, mandus de kimchi. Imagem: best of vegan

O ano novo do calendário ocidental era comumente chamado de Yaang-rek-soul após sua introdução durante a ocupação japonesa no século XX. Após a declaração do feriado de três dias, o 1º de janeiro no calendário gregoriano tornou-se um feriado mais casual, passado com a família imediata.

Semelhante aos cartões de Natal nos Estados Unidos, as famílias enviam cartões de ano novo (Yeon-ha-jhang). O dia 1º de janeiro também merece comemoração generalizada, pois serve como aniversário de todos. Não importa a data de nascimento real da pessoa, todos os coreanos completam um ano a mais em 1º de janeiro. Isso vem de uma combinação da importância da idade e da coletividade na sociedade coreana, onde a idade determina a hierarquia social relacional. Os coreanos também comemoram aniversários individuais, então o aniversário coletivo de Ano Novo se tornou mais simbólico.

Muitas famílias coreanas se reúnem para celebrar os Seollals como feriados voltados para a família, repletos de comida, presentes e tempo de qualidade passao em família. O dia 1º de janeiro em ambos os calendários é um dia especialmente auspicioso, pois as resoluções feitas naquele dia, entram em vigor imediatamente uma vez que representam o tipo de ano que você deseja ter.

Se você quiser comer mais saudável no ano novo, coma o mais saudável possível no dia 1º de janeiro (mas permitindo leniência para festejar). Isso também pode incluir ter o melhor comportamento possível, ser respeitoso e gentil, ficar seguro e evitar imprudências e até usar roupas novas. Para demonstrar generosidade, os anfitriões dão a todos os convidados os alimentos mais comuns para a data.

Embora o Seollal possa ter mudado no último século em termos de presença e prática, os coreanos mantiveram com sucesso essas tradições nos dois feriados. Quer seja celebrado ao longo de três dias no coração de Seul com uma família extensa ou no 1º de janeiro nos subúrbios do meio-oeste americano ou no Bom Retiro, em São Paulo com amigos, o Seollal é uma extensão facilmente compartilhada da cultura coreana e seus aspectos mais importantes: comida, tradições e família.

O Koreapost aproveita o último texto do ano, para agradecer aos nossos leitores por mais um ano junto conosco. Temos muitas novidades para 2021.

Fiquem ligados!!


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.