Em setembro de 2020, numa apresentação para o programa da NBC, “The Tonight Show Starring Jimmy Fallon“, os meninos do BTS dançaram seu hit ‘Idol‘ no palácio Gyeongbokgung, em Seul. Apesar da beleza do palácio tradicional coreano, fãs de todo o mundo tinham os olhos nos 7 meninos – primeiro por sua performance noturna hipnotizante, e depois por seus trajes pretos, inspirados nos trajes tradicionais coreanos, chamados de hanbok.

O Estilista Por Trás Dos Hanboks Dos Ídolos
Jimin com o traje (esq) e o traje em exposição (dir). Fonte: la republica

Os ternos elegantes com detalhes de elementos coreanos, imediatamente criaram um burburinho nas mídias sociais. Fãs logo descobriram quem era o jovem estilista coreano por trás das roupas vestidas por Jimin, Suga e J-Hope.

Naquela época, mais de 100.000 fãs tinham assistido o show. Eu estava rolando os comentários e descobri que muitos deles estavam falando sobre as roupas dos integrantes. Os comentários naturalmente fluíam de BTS a Hanbok, perguntando que tipo de roupas eram aquelas. Naquele momento, eu fiquei imaginando o hanbok como assunto de refeição entre os estrangeiros“, disse o estilista de 28 anos, Kim Ri-eul, durante sua entrevista mais recente para o The Korea Herald. Kim, cujo verdadeiro nome é Kim Jong-won, está no sexto ano desenhando hanbok modernos sob sua marca, ‘Rieul‘.

O Estilista Por Trás Dos Hanboks Dos Ídolos
Kim ri-eul, responsável pelo look do bts, na apresentação no palácio gyeongbokgung. Fonte: the korea herald

Era uma tarde ensolarada num studio tradicional coreano, e não era coincidência que Kim naturalmente se misturou ao ambiente. À primeira vista, Kim parecia um menino educado da cidade, com cabelo puxado para trás, num elegante terno cinza e voz gentil. Mas o estilista nasceu no interior, numa cidade chamada Namwon, na Provincia de Jeolla do Norte, e cresceu em Jeonju, uma cidade histórica que abriga Jeonju Hanok Village, um ponto turístico de casas no estilo coreano. Por causa da educação rigorosa dos seus pais, ele lembrou, ele era um menino estudioso, que ganhou muitos prêmios na escola. Ele também possui muitas patentes.

O Estilista Por Trás Dos Hanboks Dos Ídolos
Comércio em jeonju hanok village. Fonte: etourism korea

Nos últimos 20 anos, o comércio de aluguel de hanbok virou uma febre. Crescendo em Jeonju, vi surgir muitas lojas de aluguel, muito procurado pelos turistas. Como o mercado foi crescendo, problemas começaram a surgir, pois as lojas começaram a usar tecidos chineses baratos ao invés de tecidos coreanos autênticos“, disse Kim. É por isso que ele se sentiu atraído pelo mundo dos hanboks.

Mais tarde, quando ele estava viajando por Paris, conversando com amigos estrangeiros, o assunto Jeonju Hanok Village veio à cabeça: eles contaram que visitaram a Coreia e experimentaram hanbok nas lojas de aluguel e acharam as roupas lindíssimas, embora um comentário o aborreceu: “Mas vocês não usam essa roupa desconfortável diariamente, né?

Sempre criativo e habilidoso, Kim teve a ideia de incorporar o hanbok aos trajes do dia a dia, apesar de ter quase zero de experiência em moda. De fato, quando criança, ele gostava de futebol e seu armário estava repleto de roupas esportivas casuais.

O Estilista Por Trás Dos Hanboks Dos Ídolos
Estilista de hanbok, kim ri-eul. Fonte: the korea herald

Naquela época, quando eu comecei o negócio, não existia essa coisa de terno estilo hanbok. Eu fui rejeitado por quase todos os fabricantes e fabricas de hanbok, não só porque era um trabalho intenso, mas também porque a textura do hanbok era realmente difícil de manusear“, explicou ele.

O mercado da moda não estava receptivo à ideia de Kim, mas ele estava disposto a enfrentar isso.

Ele levou seis meses para costurar seu primeiro terno hanbok, mas Kim teve a sorte de encontrar apoio em mestres do hanbok, mentores de negócios e amigos estrangeiros que cordialmente modelaram suas criações. As fotos que renderam mais de 20.000 curtidas no Instagram em uma semana, o levaram ao estrelato.

Se meu objetivo tivesse sido ganhar dinheiro, eu teria feito hanbok com tecido chinês barato e vendido em grandes quantidades. Mas eu não queria que o hanbok fosse desvalorizado. Senti uma responsabilidade e decidi trilhar um caminho diferente, lançando  uma marca de hanbok que pudesse representar a Coreia“.

Ele começou sua própria marca, ‘Rieul’, que significa o quarto caractere do Hangul, o alfabeto coreano. Como o caractere (rieul) parece esteticamente o número 2, Kim achou que poderia ser uma maneira inteligente de iniciar uma conversa sobre o Hangul, Hanbok e a Coreia.

Kim logo se tornou um dos nomes mais procurados entre os estilistas locais e celebridades, graças a sua arte e visão. Ele já vestiu estrelas como Tiger JK, Zico, Monsta X e a estrela de Volêi, Kim Yeon-kyung, para citar alguns. O desejo de Kim em promover o hanbok era mais importante do que o sucesso comercial – ele fez todo o traje, arcando com todos os custos materiais e emprestou para as estrelas.

O Estilista Por Trás Dos Hanboks Dos Ídolos
Kihyun do monsta x, vestindo um terno inspirado em hanbok. Fonte: página oficial do instagram de kim ri-eul

Em 2018, antes do show histórico do BTS no palácio, sua carreira foi para um outro nível quando a Big Hit Entertainment o procurou. Mais recentemente ele participou de um evento na Dongdaemun Design Plaza no centro de Seul, onde os ternos usados por Suga e J-Hope no show de ‘Idol’ estavam em exibição.

Mantendo a sequência de vitórias, Kim apareceu no comercial ‘Fashion Stage‘ da Samsung para o Galaxy S21 em janeiro desse ano.

Perguntado sobre qual era sua definição como estilista, Kim disse, “Eu me defino como um planejador de muitas ideias. Para mim, desenhar é ver o mundo com meu ponto de vista e me expressar da minha maneira”.

Eu sempre peço para as pessoas definirem o hanbok do seu jeito, mas poucas pessoas conseguem dar respostas. Como estilista, eu também tenho minhas próprias definições. Eu acredito que a beleza verdadeira do hanbok vem de sua linha e de tecidos exclusivos, e eu vou continuar valorizando-o e torná-lo parte de nossa cultura. Eu chamo isso de ‘Dressing Hanbok on Top of Culture'”, disse ele.

Mesmo agora, a cabeça de Kim está transbordando com ideias inovadoras. Recentemente, ele estava trabalhando próximo à embaixadores de mais de 20 países. Alguns dos projetos incluíam fazer ternos hanbok sob medida, além de adicionar toques tradicionais nos vestidos de casamentos para pessoas de diferentes países. A visão de Kim engloba diversas possibilidades para o hanbok, como saia esportivas, jaquetas de couro e mesmo roupas de banho.

O Estilista Por Trás Dos Hanboks Dos Ídolos
Paquistanês vestindo um terno hanbok com detalhes de elementos coreanos. Fonte: página oficial do instagram de kim ri-eul

Se eu tivesse mergulhasse no negócio de aluguel como os demais, eu poderia dizer que este tipo de mundo, onde o hanbok se torna cultura, não teria chegado. E eu me sinto honrado e sortudo por ter assumido o controle. Estou quebrando as barreiras do hanbok“, disse ele.

Talvez seu fanatismo pelo futebol tenha tido um papel no seu sucesso. Kim disse que ele espera que seu próximo ídolo seja o Son Heung-min, jogador do Tottenham Hotspur.

No passado, eu sempre dizia que meu próximo objetivo era vestir o G-Dragon, mas esse sonho já foi realizado. Meu próximo objetivo é trabalhar com a Adidas e entregar um par de chuteiras especial para Son. Está em andamento agora“, disse Kim, timidamente insinuando o que vem a seguir.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.