O cenário pet na Coreia está em crescimento, com 1 animal de estimação em cada 4 famílias, somando mais de 10.5 milhões de empresas no setor animal, de acordo com dados obtidos do Ministry of Agriculture, Food, and Rural Affairs.

Acompanhando esse crescimento, uma despedida apropriada para os últimos momentos dos animais tem se tornado parte da cultura. Vários tipos de serviços funerários para animais de estimação têm ganhado a atenção dos donos de pets, sendo a empresa 21gram, um deles. A 21gram administra o processo funerário não só de gatos e cachorros, mas também de pequenos animais, tais como hamsters, papagaios, ouriços e iguanas.

A Korea Herald conversou com o diretor da funerária pet, Jake Kim, que também está a frente da 21gram em Gwangju, Gyeonggi Province, para falar sobre essa tendência atual e o futuro dos serviços funerários para pets na Coreia do Sul.

Kim começou sua carreira trabalhando em abrigos para pets, onde sua função era de toda manhã verificar se algum pet tinha morrido ao longo da noite. Em dias de sorte, os donos achavam seus pets perdidos. No entanto, depois de 2 semanas que nenhum dono se manifestava com respeito aos animais, eles viravam propriedades do município, e a eutanásia se tornava inevitável em algum momento.

Serviço Funerário Para Animais De Estimação, A Nova Mania Da Coreia
Entrevista de jake kim, diretor da 21gram, para a the korea herald. Fonte: the korea herald.

Tendo experiências com eutanásia animal e me sentindo mal pela perda, eu achei que eu me daria bem nesse ramo, então eu escolhi trabalhar na indústria funerária para animais de estimação“, disse Kim.

Conforme a lei de proteção animal, quando um animal morre, o corpo do animal deve ser jogado num saco plástico padrão, ou deve ser enviado para um hospital veterinário, onde será feito o processo de descarte de lixo hospitalar. A terceira e última opção é ter um funeral pet, onde o animal pode ser cremado.

Serviço Funerário Para Animais De Estimação, A Nova Mania Da Coreia
Serviço prestado na empresa 21gram: urna para as cinzas junto com a foto do pet. Fonte: site oficial da 21gram.

Kim disse que os donos de animais de estimação na Coreia do Sul ainda são mal informados com relação a essas diferentes opções, já que a maioria não pensa na morte de seu companheiro animal.

A pergunta mais frequente que os donos de animais fazem é, ‘Não podemos enterrar o corpo?’, A resposta é ‘não’. É ilegal. Mas você pode enterrar os restos dos pets depois de crema-los, contanto que você não espalhe as cinzas no mar. Você pode espalha-los perto de montanhas ou campos“.

No passado, a cultura de manter uma parte dos restos mortais dos pets em casa não era regulamentada na Coreia, mas atualmente tem se tornado uma tendência. “Além dos caixões e urnas, atualmente um número crescente de donos de animais encomendam Lucite, mantendo eles no formato de pedras“, disse Kim, se referindo ao processo onde as cinzas são transformadas em pedras cristalizadas.

Serviço Funerário Para Animais De Estimação, A Nova Mania Da Coreia
Cinzas de pets são transformadas em pedras, por meio de processos químicos. Fonte: 10 magazine korea.

Funeral de animais bem pequenos são o que diferenciam a 21gram de outros serviços funerários de animais de estimação. Entre reservas diárias, aproximadamente de 2 a 3 são animais bem pequenos, como hamsters, coelhos e papagaios. Mas no passado, faltavam caixões e pano para que pudessem ser usadas exclusivamente para pequenos animais, então as reservas eram frequentemente canceladas.

Serviço Funerário Para Animais De Estimação, A Nova Mania Da Coreia
Lembrança memorial de um hamster. Fonte: the korea herald.

Além da falta de material, era necessário ter um especialista que entendesse de animais pequenos, e que pudessem compartilhar experiências informativas e emocionais aos donos. Felizmente, a 21gram tem essa pessoa, então inauguramos oficialmente o primeiro serviço funerário de pequenos animais de estimação na Coreia“, disse Kim para o The Korea Herald.

Kim compartilhou sua experiência recente com uma cliente da França. Ao contrário de outros clientes estrangeiros com quem Kim havia trabalhado, a cliente pacientemente permaneceu durante todo o serviço memorial.

Na saída da cerimônia, a cliente me disse, ‘Essa cultura de serviço funerário para animais de estimação não é regulamentada na França, por isso apenas cremamos. Estou impressionada que aqui na Coreia, eu posso me despedir do meu querido amigo de uma maneira decente e formal’. Eu fiquei muito comovido com o comentário dela“.

Kim complementa que ele acredita que a cultura do serviço funerário pet pode se tornar um padrão na Coreia do Sul, e ele deseja que, num futuro próximo, se espalhe globalmente para as comunidades.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.