Estima-se que 80 milhões de pessoas falam coreano pelo mundo, e muitas outras estão interessadas em aprendê-lo. Como o coreano é uma língua isolada, ou um idioma que não possuí uma relação genealógica com outro, iniciantes podem ter dificuldades ao estudá-lo. A seguir, apresentamos quatro pontos sobre a língua coreana que podem facilitar sua aprendizagem.

4 Dicas para Lembrar ao Estudar Coreano
Rei Sejong, 4°  rei  da Dinastia Joseon e criador do Hangul. Estátua em sua homenagem no centro de Seul. Fonte: Revista Korea In.

A ORDEM DE PALAVRAS NO COREANO

Sujeito – objeto – verbo

A ordem das palavras é uma das distinções mais marcantes entre coreano e português. O português apresenta uma ordem de sujeito, verbo e objeto, enquanto o coreano é sujeito, objeto e verbo.

Português

Eu                    estudo            coreano

(sujeito)          (verbo)          (objeto)

Coreano:

eu            coreano         estudo

(sujeito)    (objeto)        (verbo)

O COREANO USA PARTÍCULAS DE OBJETO E SUJEITO

4 Dicas para Lembrar ao Estudar Coreano

Exemplos de partículas usadas na língua coreanaEm coreano, uma frase inclui partículas que esclarecem palavras como sujeito e objeto. O assunto é marcado pela adição de 이 (yi) ou 가 (ga) no final da palavra e os objetos são marcados com 을 (eul) ou 를 (reul). Como o português não tem partículas semelhantes para isso, esse recurso requer se acostumar, mas pode ser aprendido com tempo e esforço.

VARIEDADE DE DIALETOS

A topografia montanhosa da Coreia pode explicar por que a língua tem tantos dialetos, sendo o mais comum e padrão o de Seul. Dialetos regionais incluem aqueles nativos da região sudeste do país, como as províncias Gyeongsang-do, que possuem um tom diversificado e fácil reconhecimento. Outro é o dialeto da ilha de Jeju, que é altamente distinto do dialeto padrão na península coreana porque preserva a forma original de coreano usado no início da Dinastia Joseon.

FORMALIDADE NA FALA

4 Dicas para Lembrar ao Estudar Coreano
Fonte: Tenor

O uso do confucionismo da idade e da posição social para atribuir a posição social de uma pessoa necessitou o uso de honoríficos na língua. Dependendo da idade e do relacionamento com a pessoa com quem se fala, o coreano tem diferentes níveis honoríficos.

O nível mais comum em K-dramas e canções K-pop é informal para o diálogo com pessoas de idade semelhante ou em situações casuais. Uma declaração casual geralmente termina em -ji ou -eo, embora isso possa variar um pouco dependendo do dialeto.

Quando se fala com pessoas mais velhas ou para mostrar cortesia, uma frase deve terminar em 요 (yo). A forma honorífica é usada mais frequentemente, então os alunos de coreano devem se sentir confortáveis com isso desde o início. Para uma versão mais formal, as formas honoríficas terminam em 니다 (nida). As frases terminam regularmente em -seubnida e -habnida. Isso fica mais fácil quando um estudante começa a pegar o jeito dos verbos, já que é preciso apenas usar o final formal.

Por exemplo, uma das maneiras de dizer “Obrigada”:

No formato informal: 감사해 (kahm-sah-hae-yo)

No formato formal: 감사합니다 (kahm-sah-ham-nida)

Alguma dica que merecia estar aqui? Deixe nos comentários!

Disclaimer

As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.