O Ministério da Educação anunciou, nesta quinta-feira 7 de novembro, sua decisão de abolir as escolas de ensino médio de elite em todo o país em março de 2025, como parte dos esforços para melhorar a paridade no sistema educacional.

Em 2025, escolas privadas independentes, escolas de línguas estrangeiras e escolas globais serão transformadas em escolas regulares de uma só vez, e estabeleceremos as bases para um sistema de crédito do ensino médio e uma educação voltada para o futuro“, disse a ministra da Educação, Yoo Eun-hae em uma coletiva de imprensa no Complexo Central do Governo, no centro de Seul.

Levo a sério as preocupações públicas de que a disparidade na educação leva à disparidade nas classes sociais“, disse ela.

A qualidade do ensino médio público será aprimorada com currículos diversificados e um novo sistema de crédito que será implantado a partir de 2025.

A mudança drástica ocorre em meio a críticas de que as escolas de elite desempenham um papel no aumento da disparidade na educação entre “os que têm” e “os que não têm”.

As escolas foram criadas para atender às diversas necessidades dos alunos, mas têm sido cada vez mais criticadas por serem um meio de ingressar em faculdades de prestígio na sociedade sul-coreana, onde um diploma de faculdade é um fator importante na determinação do futuro – desde oportunidades de emprego a perspectivas de casamento.

Os críticos também apontaram que as escolas de elite, em grande parte frequentadas por filhos de pais ricos, reforçam hierarquias entre as escolas, incentivam a competição excessiva entre os estudantes e promovem gastos com educação privada.

O ensino nessas escolas é três vezes mais caro e os pais costumam gastar de 1,4 a 1,7 vezes mais em educação privada para que seus filhos sejam aceitos.

Até 2024, as escolas manterão seu status de instituições especiais e aceitarão novos alunos. A partir de março de 2025, elas admitirão alunos da mesma maneira que as escolas regulares, mas poderão manter seus nomes e currículos especializados existentes.

Em abril de 2019, o número de instituições para fins especiais era de 79 em todo o país, com cerca de 4% dos estudantes do ensino médio participando. Havia 1.555 escolas regulares frequentadas por 1,1 milhão de estudantes.

De acordo com o Ministério, o sistema do ensino médio será simplificado, a educação será mais adaptada às necessidades de cada aluno e diversos currículos – cobrindo assuntos que vão da arte ao treinamento profissional – estarão disponíveis nas escolas regulares.

A partir de 2025, um novo sistema de crédito será aplicado nas escolas de ensino médio, sob o qual alunos de segundo e terceiro anos podem escolher as disciplinas que desejam estudar, assim como na universidade.

Para aumentar a capacidade das escolas regulares, 2 trilhões de Won serão alocados no orçamento do estado para o período de cinco anos.

A decisão foi saudada por superintendentes progressistas de grandes cidades, incluindo Seul, mas denunciada por instituições de elite e pais de crianças que frequentam essas escolas.

Acho que hoje é o dia (o país está) começando a mudar para um sistema horizontal diversificado de ensino médio“, disse o superintendente de Seul Cho Hee-yon, que há muito faz campanha contra essas escolas.

A Federação Coreana de Associações de Professores chamou a decisão de “uma declaração para desistir da diversidade escolar“.

Não está de acordo com a direção que os países avançados estão seguindo – abrindo oportunidades educacionais para estudantes de níveis diversos e avançados, de acordo com suas aptidões e habilidades no setor 4.0“, afirmou em comunicado.

A abolição das escolas particulares autônomas é uma regressão disfarçada de justiça”, disse Kim Chul-kyung, que dirige uma associação de diretores de escolas particulares autônomas, em entrevista coletiva.

Os danos da decisão política irresponsável do governo cairão sobre estudantes e pais, e a confusão e os conflitos só se intensificarão“, disse ele.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.