As autoridades de saúde sul-coreanas encontraram uma tendência incomum e perturbadora no uso de medicamentos para transtorno de déficit de atenção e hiperatividade ou TDAH. No mês que antecede o exame nacional para ingressar nas faculdades, as taxas de diagnóstico e receitas crescem acentuadamente nos mesmos grupos etários que os vestibulandos.

Enquanto as prescrições de medicamentos para TDAH no ano passado caíram em torno de 10% em relação a 2011, os números de jovens “diagnosticados” de 17 e 18 anos aumentaram 64% e 37%, respectivamente, de acordo com dados do Serviço Estatal de Avaliação de Seguros de Saúde.

A quantidade gasta em medicamentos por pacientes com TDAH também mostrou uma ligação clara com o vestibular que ocorre em novembro.

 

A despesa total em medicamentos para TDAH alcançou 90,2 milhões de won (U$ 80.900) em outubro de 2015, um mês antes do exame, e caiu significativamente para 58,3 milhões de won e 55,8 milhões de won em novembro e dezembro.

Koreaboo
Koreaboo

O TDAH é um transtorno mental que prejudica a concentração das crianças, afeta seu desempenho escolar e resulta em comportamento disruptivo. Mas essas tendências sugerem que as drogas do TDAH estão sendo usadas por estudantes que se preparam para exames como auxiliares no estudo por aumentarem a concentração.

Isso levou o Ministério da Segurança de Alimentos e Medicamentos a emitir uma advertência pública informando os possíveis efeitos colaterais do uso equivocado das drogas. “Os medicamentos para TDAH são rigorosamente prescritos e não devem ser usados como auxiliares de estudo“.

O uso abusivo desses medicamentos pode levar a depressão, alucinações, comportamento agressivo e um forte desejo suicida”, enfatizou. Os noticiários locais informaram que é possível obter os medicamentos ilegalmente através de canais on-line, pois não é possível comprá-los em outros lugares sem receita médica.

A medicação estimulante é usada para tratar o TDAH, pois aumenta os níveis de neurotransmissores no cérebro.

Existem atualmente 60 medicamentos diferentes para TDAH  vendidos na Coreia, compostos de estimulantes, incluindo clonidina, metilfenidato e cloridrato de atomoxetina, de acordo com o ministério.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.