Estrangeiros que adquirirem um grau de bacharel ou superior na Coreia do Sul podem em breve achar que é mais fácil se naturalizar aqui, já que um grupo de legisladores propôs flexibilizar a lei da nacionalidade para ajudar a superar a redução da população do país.

O deputado Kim Kyung-jin, do Partido da Democracia e Paz, disse nesta segunda-feira que ele e outros nove parlamentares apresentaram em conjunto uma proposta para revisar a Lei de Nacionalidade para a Assembléia Nacional, buscando facilitar as regras de simplificação da naturalização.

A proposta de revisão prevê a permissão de estrangeiros com formação de bacharel ou de categoria superior na Coreia do Sul para se naturalizarem como cidadãos coreanos. Também obriga o governo a conceber e implementar de forma flexível as suas políticas de nacionalidade, dependendo de circunstâncias especiais e econômicas.

O governo gastou várias centenas de trilhões de won na última década para superar a crise populacional causada pela baixa taxa de natalidade, mas não conseguiu nenhum resultado visível“, disse Kim.

Nosso país também deve implementar uma política de naturalização que aceite ativamente o talento estrangeiro“.

O legislador disse que a proposta de revisão legal foi baseada nas opiniões de funcionários do governo e especialistas reunidos em um fórum em fevereiro.

De acordo com a Statistics Korea, a população do país deve atingir 51,94 milhões em 2028, antes de cair gradualmente para 39,29 milhões em 2067, um nível observado na década de 1980.

O número de estrangeiros que vivem na Coreia do Sul foi de 2,18 milhões até o final de 2017, alta de 6,4% em relação a 2016, segundo dados do governo. O número de estudantes estrangeiros aqui também subiu de 16,5% para 135.000 no mesmo período.

Kim disse que a atual política de naturalização está focada em famílias multiculturais baseadas em casamentos internacionais e carece de consideração de estudantes e talentos estrangeiros.

Se estrangeiros talentosos puderem se naturalizar mais facilmente na Coreia do Sul por meio da proposta de revisão legal, isso será útil para resolver problemas sociais e trabalhistas causados ​​pela redução populacional“, disse Kim.

Como o problema da população é uma questão séria diretamente ligada ao destino nacional, continuaremos a nos esforçar para melhorar o sistema de nacionalidade no futuro


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.



2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, sou estudante de relações internacionais e cada vez mais fã de k-pop e doro acompanhar esse site pelo Instagram principalmente porque os dois interesses se encaixam aqui com política internacional e a cultura pop coreana
    Parabéns e obrigado

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.