Estudantes do ensino fundamental e primário em Seul, terão a chance de ter aulas em escolas nas zonas rurais, por um período de tempo, para terem uma perspectiva diferente da que há nas escolas urbanas.

O Escritório Metropolitano de Educação de Seul, anunciou no dia 7 de dezembro, que irá lançar um programa que vai permitir aos alunos do ensino fundamental coreano, estudar em vilas agrícolas.

Para isso, foi assinado um acordo com a Secretaria Provincial de Educação de Jeollanam-do.

Tendo seu início previsto para março do ano que vem, o programa proporcionará que 100 alunos do ensino de Seul tenham a chance de estudar por um certo período em escolas de vilas agrícolas do sul na província de Jeolla.

Estudantes do Ensino Fundamental 1 até os dois primeiros anos do Ensino Fundamental 2 poderão se inscrever.

O novo programa irá oferecer três diferentes tipos de experiência: “estadia em casa de família”, em que os estudantes irão ficar na casa de moradores locais e serão cuidados pelos mesmo; “estadia em família”, onde os alunos irão se mudar com familiares para a zona rural e “centros regionais”, nos quais os estudantes irão viver com os funcionários dos centros que por sua vez serão seus tutores durante a estadia dos estudantes.

O período de estadia pode ser prorrogado semestralmente (mais ou menos de seis em seis meses).

No entanto, o período total de estadia é limitado a conclusão dos alunos do sexto ano, assim como dos alunos do segundo ano do Fundamental 2,

O custo per-capita é de 800.000 won (737 dólares) por mês. Os custos serão divididos igualmente entre os alunos, a Secretaria Metropolitana de Educação de Seul e a Secretaria Provincial de Educação de Jeollanam-do


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.