O Movimento de 1º de Março, também chamado de Movimento da Independência de Samil, constituiu-se de uma série de manifestações pela independência nacional coreana do Japão que começou em 1º de março de 1919, na capital coreana, Seul e logo se espalhou pelo país.

Antes de os japoneses finalmente suprimirem o movimento 12 meses depois, aproximadamente 2.000.000 coreanos haviam participado das mais de 1.500 manifestações.

As autoridades japonesas prenderam cerca de 47.000 coreanos, dos quais cerca de 10.500 foram indiciados, enquanto cerca de 7.500 foram mortos e 16.000 feridos. 715 casas particulares, 47 igrejas e 2 prédios escolares foram destruídos pelo fogo.

O movimento foi iniciado por 33 líderes culturais e religiosos coreanos que, após quase 10 anos de governo japonês, elaboraram uma “Proclamação da Independência” coreana e, em seguida, organizaram uma manifestação em massa em Seul para 1º de março de 1919, dia da comemoração do falecimento de seu último imperador.

No dia indicado, os 33 líderes, na esperança de trazer pressão internacional sobre o Japão para acabar com seu domínio colonial na Coreia, assinaram e leram sua proclamação que foi também levada por aporadores, à municípios de todo o país. Os sentimentos anti-japoneses reprimidos dos coreanos foram libertados em uma grande explosão, e manifestações em massa ocorreram em muitas partes do país, formando os maiores protestos nacionais contra o domínio estrangeiro da história coreana.

1º De Março, Um Movimento Inesquecível
Foto: benettokimo

Embora o movimento não tenha conseguido trazer seu objetivo primordial de independência nacional, foi significativo no fortalecimento da unidade nacional, levando ao nascimento, em Xangai, do Governo Provisório coreano, e chamando a atenção mundial.

Quando Xangai caiu para os japoneses, durante as guerras sino-japonesas que precederam à 2ª Guerra Mundial, o governo provisório coreano mudou-se para Chongqing, no sudoeste da China e declarou guerra ao Japão em dezembro de 1941 organizando o Exército de Restauração coreana, composto por combatentes da independência na China. Este exército lutou com as forças aliadas na China até a rendição japonesa em agosto de 1945, após perder a 2ª Guerra Mundial que terminou 35 anos de domínio japonês sobre a Coreia.

O Koreapost já fez várias matérias sobre o Primeiro de Março, que podem ser conferidas aqui:

A PARTICIPAÇÃO FEMININA NO MOVIMENTO SAMIL

RELEMBRANDO OS PROTESTOS ‘MANSE’ EM SEODAEMUN

DR. SCHOFIELD, O HERÓI ESTRANGEIRO DO MOVIMENTO SAMIL

1º De Março, Um Movimento Inesquecível
Todos os anos o governo enaltece o espírito dos coreanos neste primeiro de março. Na foto, o presidente moon jae in num evento de 2019. Foto: korea hab

Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.