Na madrugada de 8 de outubro de 1895, a Imperatriz Myeongseong (명성황후), esposa do Rei Gojong de Joseon, foi assassinada por japoneses no incidente agora conhecido como “Eulmi Sabyeon” (을미사변).

O Japão a princípio negou envolvimento no incidente, mas o testemunho de um russo mudou todo o cenário. Afanasy Ivanovich Seredin-Sabatin (1860-1921), que na época era guarda da família real e sentinela do palácio, testemunhou o ocorrido e registrou o que viu.

A Testemunha Que Presenciou O Assassinato Da Imperatriz Myeongseong
Imagem: afanasy ivanovich seredin-sabatin (the korea times)

“Os militares Joseon ‘pró-japoneses’ treinados pelo Japão ocuparam o Palácio de Gyeongbok. Os assassinos japoneses assassinaram mulheres que se supõe serem a imperatriz e as concubinas reais. A ala triunfante ‘pró-japonesa’ praticamente aprisionou o rei de Joseon“, escreveu Seredin-Sabatin em seu depoimento, juntamente com um mapa do palácio descrevendo onde o assassinato aconteceu e informações diplomáticas que ele acredita terem causado o evento em 8 de outubro.

A Administração do Patrimônio Cultural (CHA) lança luz sobre esse estrangeiro pouco conhecido que desempenhou um papel importante na tumultuada história moderna da Coreia, na exposição “A Vida e as Obras do Arquiteto Russo Afanasy Seredin-Sabatin” no Jungmyeongjeon Hall do Palácio Deoksu.

A Testemunha Que Presenciou O Assassinato Da Imperatriz Myeongseong
Imagem: mapa desenhado por seredin-sabatin (the korea times)

Andrey Kulik, embaixador da Rússia na Coreia, comentou sobre a exposição que comemora o 30º aniversário das relações diplomáticas entre Seul e Moscou.

Desde o século 19, quando Joseon e a Rússia assinaram um tratado de comércio mútuo em 1884, os dois países permaneceram bons vizinhos e amigos com base na boa vontade“, disse Kulik.

Arquiteto Russo Autodidata

A Testemunha Que Presenciou O Assassinato Da Imperatriz Myeongseong
Imagem: o portão principal e os prédios foram desenhados e construídos por seredin-sabatin (the korea times)

Seredin-Sabatin nasceu em Poltava, Ucrânia, e estudou artes e estudos marítimos depois de se mudar para São Petersburgo aos 14 anos.

Ele chegou a Joseon em 1883 com o conselheiro alemão Paul Georg von Mollendorff como garçom na alfândega marítima em Incheon. Desde então, ele passou anos em Joseon, testemunhando uma era crucial na história do país e trazendo a arquitetura moderna para a Coreia.

Seredin-Sabatin foi chamado de “Salpajeong” ou “Salpajin” em coreano, transliterando seu sobrenome para o coreano.

Em 1888, Seredin-Sabatin mudou-se para Hanseong, agora conhecida como Seul, e participou do projeto e construção de edifícios de estilo ocidental. Ele esteve envolvido na construção do cais de Incheon, no edifício Gwanmungak no Palácio Gyeongbok e no edifício da legação russa.

Seredin-Sabatin construiu um relacionamento próximo com a família real, especialmente o rei Gojong, e isso o levou a se tornar um guarda do palácio, razão pela qual ele estava no palácio Gyeongbok no dia trágico.

Quando o rei Gojong se refugiou na legação russa no ano seguinte, ficou no edifício que também foi projetado por Seredin-Sabatin.

O arquiteto deixou temporariamente a Coreia e permaneceu na China (1895 a 1899) após testemunhar o assassinato da Imperatriz Myeongseong, mas retornou à Coreia para buscar mais projetos de construção. E em 1904 ele se mudou para Vladivostok, quando a Guerra Russo-Japonesa estourou.

Introdução da Arquitetura Ocidental

A Testemunha Que Presenciou O Assassinato Da Imperatriz Myeongseong
Imagem: prineiro projeto arquitetônico, no estilo ocidental, feito em um palácio joseon – gwanmungak (the korea times)

Embora mais conhecido como testemunha de um dos eventos mais importantes da história moderna da Coreia, o Seredin-Sabatin desempenhou um papel importante no desenvolvimento arquitetônico na Coreia do final do século 19 ao início do século 20.

O Jungmyeongjeon Hall, onde a exposição é realizada, mostra um exemplo de estilo arquitetônico moderno no final do século 19 e é estimado como parte do legado arquitetônico de Seredin-Sabatin deixado na Coreia. O prédio de dois andares em estilo europeu tem um exterior de tijolos vermelhos e foi usado como clube para estrangeiros no passado.

Apesar das especulações sobre a grande influência de Seredin-Sabatin no desenvolvimento da arquitetura de estilo ocidental no país, apenas dois dos edifícios foram projetados ou construídos pelo arquiteto russo.

Na exposição está o primeiro plano de design da legação russa por um oficial russo em São Petersburgo e um subcontratado japonês, que foi descartado devido a questões orçamentárias, e o design modificado de Seredin-Sabatin, que foi realmente construído.

O cônsul russo Karl Ivanovich Weber o recomendou para a construção do prédio da legação em Seul, dizendo: “Este jovem construiu um belo prédio de dois andares para o rei de Joseon dentro do palácio. Embora não seja um arquiteto, ele é um trabalhador e homem decente que aprendeu o conhecimento necessário para a arquitetura por meio do auto-estudo.

O prédio da legação foi destruído durante a Guerra da Coreia e apenas uma torre branca de três andares permanece até hoje.

A Testemunha Que Presenciou O Assassinato Da Imperatriz Myeongseong
Imagem: a torre branca que restou, e que já foi restaurada, que pertencia à legação russa (koreabizzwire)

As criações de Seredin-Sabatin refletem as tentativas do Rei Gojong de trazer a cultura ocidental para a modernização e como Joseon lutou para sobreviver entre as potências mundiais

Outro edifício que Seredin-Sabatin participou oficialmente da construção é Gwanmungak, a primeira estrutura de estilo ocidental no palácio Gyeongbok principal de Joseon.

Acredita-se que o Jungmyeonjeon Hall e o Jeonggwanheon Hall no Palácio de Deoksu também foram construídos por Seredin-Sabatin. Ele também é o suposto arquiteto do Portão Dongnimmun, que compartilha semelhanças com o portão principal da legação russa, projetado por ele.

Na cidade portuária de Incheon, as influências de Seredin-Sabatin podem ser vistas no Chemulpo Club, no Consulado Russo e na residência da Seochang Trading Company.

A mostra vai até 11 de novembro e também está disponível para visualização online no canal do CHA no YouTube.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores orignais e não refletem necessariamente a opinião do KOREAPOST.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.